Prazeres / Lugares

As mais luxuosas viagens de comboio do mundo

De carruagens-spa a suítes com diversos quartos, as melhores viagens de comboio à volta do mundo.

O Rovos Rail permite uma travessia na África do Sul
O Rovos Rail permite uma travessia na África do Sul Foto: Rovos
02 de novembro de 2021 | Emma Beaumont

O glamour das viagens de luxo em comboio nunca se desvaneceu, com uma fila constante de passageiros ansiosos por serem transportados de regresso aos anos 1920 a bordo de uma carruagem do Expresso do Oriente. Todavia, com a sempre crescente preocupação ambiental em torno dos voos comerciais e as atenções induzidas pela pandemia a incidirem sobre formas de deslocação mais lentas, há uma nova geração que poderá estar a ficar seduzida pelos prazeres das viagens ferroviárias de luxo. Da intemporal Rovos Rail da África do Sul à contemporânea Andean Explorer peruana, vamos passar em revista as mais opulentas viagens de comboio disponíveis pelo mundo fora.

Rovos Rail, África do Sul

A sul-africana Rovos Rail fixou o padrão das viagens ferroviárias de luxo a partir de 1989, com jantares formais de cinco pratos servidos em carruagens com paredes forradas de painéis de madeira, decoradas com candeeiros vintage e bancos de cabedal. A principal rota de três dias liga Pretória à Cidade do Cabo, mas mais recentemente foram acrescentadas viagens que incluem um safari de 10 dias à paisagem sobrenatural do deserto da Namíbia e uma épica excursão de fim-de-semana pela região Sul de África, que inclui as Cataratas de Vitória, diversas reservas de caça e termina em Dar Es Salaam. As Suítes Reais, que ocupam, metade de uma carruagem cada uma, classificam-se entre os mais espaçosos alojamentos em comboio do mundo – há uma banheira vitoriana com pés trabalhados e bordos redondos na casa de banho adjacente.

Combine a observação da vida selvagem com uma luxuosa aventura ferroviária na África do Sul
Combine a observação da vida selvagem com uma luxuosa aventura ferroviária na África do Sul Foto: Rovos

Belmond Andean Explorer, Peru

O primeiro comboio wagon-lit de luxo do Peru atravessa uma das rotas ferroviárias construídas a maior altitude no planeta e proporciona um cenário espectacular a partir do qual é possível apreciar as vistas de Cusco, do Lago Titicaca e de Arequipa. O comboio, lançado em 2017, não se poupa a nada, com dois vagões-restaurante onde os passageiros se atiram com gosto a sofisticados exemplos de comida clássica peruana e podem pôr à prova o seu talento a cozinhar ceviche. Ao contrário da maioria dos comboios nesta lista, o Andean Explorer prescinde de um estilo vintage clássico em prol de um look mais contemporâneo – imagine-se paredes de tons creme e explosões de cor das almofadas de tecelagem andina. E depois de um dia passado a explorar alguns dos pontos de maior êxito do país, nada como um retiro na carruagem-spa para uma massagem.

O Belmond Andean Explorer dispõe de uma decoração contemporânea
O Belmond Andean Explorer dispõe de uma decoração contemporânea

O Royal Express, Japão

Ao Japão o que não faltam são viagens ferroviárias de luxo e entre as suas melhores está a do Royal Express, que traça uma rota que se estende entre Yokohama (a cerca de meia hora da bem central capital Tóquio) e a cidade de Shimoda, na ponta sul da Península de Izu. O comboio de 100 lugares não tem carruagens-cama – em itinerários mais longos, os clientes ficarão em alguns dos melhores ryokans [hospedaria típica japonesa] – o que significa que há mais espaço para explorar a bordo. Com acabamentos de madeira ao longo de todo o comboio, cada carruagem tem um estilo único e pode apresentar janelas de coloridos vitrais, um bar com piano de cauda ou uma zona de espectáculos para músicos que acompanharão certas viagens.

Não há carruagens-cama no Royal Express, mas os viajantes podem ficar nos ryokans tradicionais
Não há carruagens-cama no Royal Express, mas os viajantes podem ficar nos ryokans tradicionais Foto: Royal Express

Sete Estrelas Kyushu, Japão

Outra opulenta opção no Japão é o Sete Estrelas Kyushu. Este comboio viaja através da ilha mais a Sul do país, passando por vulcões, praias e cidades, incluindo Oita, uma estância e spa conhecida pelas suas fontes termais de água quente. A bordo há 12 quartos com casa de banho e duas suítes de luxo, a melhor das quais tem uma janela nas traseiras que oferece a insuperável vista do cenário afastando-se vertiginosamente. As cabinas são decoradas com a aromática madeira de cipreste hinoki, persianas de bambu e telas de papel japonesas. Comber bem é um dos pontos altos: espere encontrar camarão-tigre, caviar e o bife local Wagyu.

O Sete Estrelas Kyushuo dispõe de todo o conforto que possa imaginar
O Sete Estrelas Kyushuo dispõe de todo o conforto que possa imaginar Foto: Cruise Train Seven Stars

O Simplon-Orient-Express de Veneza, Europa

Sendo a Grande Dama das viagens ferroviárias de luxo, poucos trajetos de comboio podem rivalizar com o prestígio e estravagância associados ao Belmond Simplon-Orient-Express de Veneza, que serpenteia a partir de Londres para as capitais europeias clássicas. As carruagens do comboio restauradas remontam às décadas de 1920 e 1930 e estão devidamente decoradas num sumptuoso estilo Art Déco. Ao jantar são apresentados os melhores produtos frescos europeus – pensem na lagosta da Bretanha. Embora o comboio esteja imbuído do glamour do velho mundo, o produto está constantemente a ser reinventado: a novidade para 2021 são três magnificas suítes. Dedicadas às cidades que inspiraram o seu design – Viena, Budapeste e Praga –, estas cabinas situam-se nas carruagem mais antiga do comboio, que foi construída em 1926.

Atravesse a Europa em grande estilo a bordo do Venice Simplon-Orient-Express
Atravesse a Europa em grande estilo a bordo do Venice Simplon-Orient-Express Foto: Belmondelmond

Rocky Mountaineer, Canadá e EUA

As viagens no Rocky Mountaineer podem ser lineares ou circulares, com os itinerários de vários dias a atravessarem as espectaculares cordilheiras das Montanhas Rocky ou Whistler canadianas durante o dia e detendo-se em hotéis de luxo à noite. O pacote mais longo é o Grand Rail Circle de 12 noites, ida-e-volta a Vancouver, via Lago Louise e Quesnel. O cartão-de-visita do comboio são as suas carruagens com tetos em abóboda de vidro, que maximizam as vistas dos picos cobertos de neve das montanhas e das florestas de sequóias. Decorridos 30 anos, a operadora expandiu-se para os EUA. A rota das Rockies às Red Rocks, que foi lançada este verão, é uma viagem de dois dias entre Denver, no Colorado, e Moab, no Utah, com pernoita na cidade montanhosa de Glenwood Springs. Os pontos altos incluem vistas do acidentado Byers Canyon e do grandioso rio Colorado.

Este ano, o Rocky Mountaineer terá uma rota pelo Colorado, tendo início no Utah
Este ano, o Rocky Mountaineer terá uma rota pelo Colorado, tendo início no Utah

Expresso do Marajá, Índia

A Índia é maravilhosa vista de comboio: locais património da UNESCO erguem-se majestosamente em terrenos arenosos, cidades antiquíssimas resplandecem recortadas contra rosados pores-do-sol e luxuriantes florestas escondem inúmeras espécies animais. O Expresso do Marajá proporciona ambientes faustosos que podem não igualar exactamente aqueles palácios indianos, mas não lhes ficam muito atrás. De facto, a Suíte Presidencial tem dois quartos e os serviços de um camareiro pessoal 24 horas por dia. Há diversos itinerários possíveis, incluindo o Panorama Indiano de sete noites, que começa em Deli e pára para um jogo automóvel de detectar-o-tigre no Parque Nacional de Ranthambore, antes de seguir para Agra e o Taj Mahal e continuar para Varanasi, para uma viagem de barco no Ganges.

O ambiente no Expresso do Marajá atenta a cada detalhe
O ambiente no Expresso do Marajá atenta a cada detalhe Foto: Maharaja Express

O Expresso Ocidental e Oriental, Sudeste asiático

Outra excelente oferta da Belmond é o seu comboio do Sudeste asiático, que faz a ligação entre Banguecoque, Singapura e Kuala Lumpur. Carruagens verde e douradas escondem interiores inspirados no Expresso de Xangai, o filme de 1932 protagonizado por Marlene Dietrich, e que apresenta painéis de cerejeira e macias sedas tailandesas. A viagem inicia-se com estilo a partir de Singapura, com os passageiros a serem recebidos no hotel Raffles e transferidos para o comboio. Durante duas noites, o comboio vai serpenteando por entre arrozais e passando por templos, com paragens junto à famosa Ponde do Rio Kwai e com uma opção de ter uma aula de cozinha numa aldeia rural.

A acomodação no Expresso Ocidental e Oriental apela ao conforto durante a viagem
A acomodação no Expresso Ocidental e Oriental apela ao conforto durante a viagem Foto: Belmond

O Ghan, Austrália

Percorrendo, do princípio ao fim, os 2.995 quilómetros da viagem entre Darwin e Adelaide, o serviço ferroviário do Ghan divide o centro de tons ocre da Austrália, que pára a meio da sua rota em Alice Springs, onde podem ser organizados tours de helicóptero, e na famosa cidade interior de Katherine. As espaçosas cabinas do comboio têm acabamentos de faia-murta tasmaniana polida, enquanto as refeições incluem produtos que reflectem o melhor das regiões por onde o comboio passa e são acompanhadas por vinhos locais. O ponto alto da viagem de três dias é quando o comboio passa através do apertado estreito da Cordilheira MacDonell, que tem espaço para acomodar apenas a linha férrea, o rio Todd e uma estrada de duas faixas.

O Ghan atravessa a Austrália de cima a baixo desde Darwin até Adelaide
O Ghan atravessa a Austrália de cima a baixo desde Darwin até Adelaide Foto: Jorney Beyond Trail

Emma Beaumont/The Telegraph/Atlântico Press

Tradução: Adelaide Cabral

Saiba mais prazeres, lugares, viagem, comboio, luxo, dinheiro, mundo, África do Sul, Peru, Japão, Europa, Canadá, EUA, Índia, Sudeste Asiático, Austrália
Relacionadas

Estas penthouses de sonho ficam em Portugal

Há duas novidades exclusivas no Belas Clube de Campo, o condomínio privado de luxo que fica a poucos minutos do centro de Lisboa, das praias de Cascais e de Sintra. São as penthouses com piscina privativa e os pátios interiores nas townhouses.

As 7 pistas de esqui mais loucas do mundo!

São as mais íngremes, alucinantes, aterradoras (e, por vezes, fatais) “rampas de lançamento” para os esquiadores mais temerários. E bem piores do que qualquer rebuscada “montanha-russa” para os inexperientes.

Mais Lidas
Lugares Estas penthouses de sonho ficam em Portugal

Há duas novidades exclusivas no Belas Clube de Campo, o condomínio privado de luxo que fica a poucos minutos do centro de Lisboa, das praias de Cascais e de Sintra. São as penthouses com piscina privativa e os pátios interiores nas townhouses.