Vinhos para antecipar os dias frios

A cerca de um mês para o início do Inverno, com as vinhas a descansar, começa-se a preparar o tempo que pede brindes caseiros. Um tinto de parcela do Douro e, da mesma região, um monocasta. Um branco topo de gama do Oeste e dois tintos de Alenquer e de Pias. Um espumante de Bucelas fecha o ciclo.

Vinhos para experimentar sem medos (incluindo um com 16,5% de álcool)

O São Martinho já lá vai, mas neste mês ainda se fazem aguardentes e, no vinho, escoam-se os excessos da chuva para não prejudicar as cepas. Dois tintos alentejanos da mesma casta para comparar e um outro clássico da região. A norte, uma produção exclusiva, um branco de excelência e um conhaque com nome e história.

Vinhos para comemorar o fim de semana de São Martinho

Nesta altura a tradição manda acompanhar o vinho com castanhas. Seria a altura onde se provariam os vinhos novos feitos na última vindima, mas a enologia não se compadece com os costumes. Um champanhe ou um Porto para brindar e dois tintos do Douro e dois do Alentejo para equilibrar.

Ceviches, tiraditos e baos no centro de Lisboa

A Praça das Flores tem a vida e a efervescência da cidade concentradas num só sítio. Numa das suas esquinas encontramos o El Cebichero, uma agradável viagem gastronómica pela comida peruana.

Vinhos para preparar o final do outono

Num período em que as vinhas ganham cores antes de perderem as folhas, um abafado para aquecer a alma e o corpo, dois tintos a norte e um clássico a sul, uma parceria franco-portuguesa e um vinho “do outro mundo”.

+Carregar mais