Histórias fascinantes de edifícios abandonados em Portugal

Sabia que o Palácio da Comenda pertenceu a Vasco da Gama? Ou que o magnata do lixo ergueu uma construção caricata? Ricardo Raimundo, historiador, compila as histórias mais inacreditáveis e, algumas, rocambolescas, de palácios, castelos e ruinas em Portugal, no seu novo livro. Conversámos com o autor.

Joaquim Arnaud: “Sou um afinador de vinhos”

Produtor, agricultor e especialista em vinhos e e iguarias tradicionais, Joaquim Arnaud é um dos nomes mais enigmáticos e reservados neste meio. Da vida pessoal ao trajeto profissional, conta-nos um pouco das peripécias da sua vida.

João Vicêncio e Nuno Faria. Quem são os enólogos do ano?

Os "Prémios Vinhos do Tejo", atribuídos todos os anos pela Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo), premiaram recentemente empresas e personalidades que se destacaram na região em várias áreas. Entre elas, os enólogos do ano, atribuído à dupla Nuno Faria e João Vicêncio da Enoport Wines. Não tinham ligações às vinhas e ao vinho, mas a relação com o setor mudou tudo.

IWC: Uma portuguesa em terras suíças

A IWC surpreendeu recentemente com uma nova coleção de Pilot Watches, muito high tech e com caixa em cerâmica colorida. A MUST esteve à conversa com uma das responsáveis pela novidade, a portuguesa Joana Ribeiro.

Dora Simões, a revelação no mundo dos vinhos verdes

O regresso de Dora Simões às raízes levou tempo. Estudou em Inglaterra, trabalhou na Alemanha, e mesmo quando voltou a Portugal, o percurso escreveu-se em Torres Vedras, Lisboa e Alentejo. Esteve na Viniportugal, na Comissão Vitivinícola Regional Alentejana, na empresa familiar e assumiu recentemente a estrutura que gere os vinhos verdes. Há três caraterísticas de uma casta que a definem: exuberante, elegante e versátil.

Nina Gruntkowski: “A queda do muro de Berlim ainda hoje me faz chorar”

Nina Gruntkowski está casada com o chá Camélia e com Dirk Niepoort. Mas além das duas referências também cabem Moçambique, tribos do deserto, Colónia, estações meteorológicas, Moerfelden-Walldor, Namíbia, Capoeira, Frankfurt, radialistas de Trás-os-Montes, música africana em Lisboa, curandeiros, Porto, protestos contra o nuclear, jornalismo e a queda do muro de Berlim. O caminho é singular e Nina serviu de guia.

Luís Soares Duarte: “Considero o Douro, no seu todo, como a minha vinha”

A presença discreta do enólogo Luís Soares Duarte não apaga os prémios e reconhecimento que conquistou no Douro. Mas apelidá-lo apenas de enólogo é redutor. Meia década chegou para passar nos salesianos, na universidade, na canoagem de competição, nos rangers, na Casa do Douro, nas cooperativas e quintas, nas empresas e marcas que criou, na agricultura e na pastorícia. Um espírito inquieto que agora vive (mais) devagar.

Thomaz de Lima Mayer: De Lisboa a Monforte, uma vida cheia

Lima Mayer não é só uma marca de vinhos. O parque em Lisboa com o mesmo nome e o Tivoli estão associados a uma família com tradições na capital e no Alentejo. Depois de anos de uma vida agitada, Thomaz de Lima Mayer faz o que mais gosta. Recebe a família, amigos e clientes, faz vinho e percorre os 800 hectares da quinta a cavalo, sempre como se fosse a primeira vez.

+Carregar mais