Anos dourados, as festas que ninguém esquece

Tendo como ponto de partida “a maior festa do mundo” dada pelo Xá da Pérsia, em 1971, recordamos as que foram oferecidas por grands seigneurs nos anos 60 e 70, nesta época em que se festeja a passagem do ano. Ao refinamento de antes sobrepôs-se a riqueza, ao chique o novo-riquismo, à imaginação o trivial, à exclusividade a mundanidade e ao bom gosto a quase vulgaridade. As verdadeiras grandes festas esfumaram-se. Mas não na nossa memória.

Os 10 jogadores mais bem pagos da NBA

As fortunas destes jogadores, todos na casa dos trinta anos, ultrapassam os dois dígitos em milhões. Saiba quem lidera o ranking, apurado pela revista Forbes.

+Carregar mais