Prazeres / Sabores

Noites de pole dance e o melhor do México à mesa

Na iminência de completar uma década, o restaurante Las Ficheras regressa às origens e agita o verão na capital, mais precisamente no Cais Sodré, com novos sabores na carta e Sasha como protagonista de um serão que segue com DJs e boa música.

Foto: D.R
29 de junho de 2022 | Marta Vieira

No último mês de 2012, o Las Ficheras instalou-se em pleno Cais do Sodré e não mais de lá saiu. Habituou-nos mal, e nestes quase dez anos tornou-se uma referência no domínio dos restaurantes mexicanos, sobretudo agora. Se na época existiam dois ou três restaurantes do género, a oferta multiplicou-se vertiginosamente.

"Temos de nos estar sempre a reinventar, senão morremos na praia", declara Patrícia Camacho, proprietária. Na proximidade de um aniversário simbólico como este, fez sentido "recuperar um património que na época tivemos medo de assumir", desvenda, referindo-se ao próprio nome do espaço, ainda desconhecido para muitos.

Restaurante Las Ficheras
Restaurante Las Ficheras Foto: Las Ficheras

No México, as ficheras eram mulheres das casas de alterne cujos serviços vários eram requeridos por meio de um sistema de fichas coloridas. Mais tarde, nos anos 70 o fenómeno deu origem ao género cinematográfico Cine de Ficheras. Nestas peliculas eróticas, mas não explicitas, destacou-se o trabalho da atriz Sasha Montenegro, "a fichera mais famosa e bonita do México".

O conceito base foi recuperado e agora Sasha tornou-se o espetáculo de pole dance que anima as noites de quinta, sexta e sábado do restaurante, com bailarinas da Pole Dance Portugal. O varão estrategicamente situado junto à janela atrai os transeuntes, ao jeito red light district, mas o número termina cedo, às 22h30. "É uma dança erótica, sem ser hardcore, era importante para mim esta distinção", avança Patrícia Camacho. Aqui as fichas amarelas, azuis e vermelhas permitem pedir, respetivamente, mais bebidas, shots para uma mesa ou mais uma dança. A noite segue com os dois DJs residentes. As luzes baixam, o volume aumenta e o bar enche-se de malta jovem, sobretudo aos fins de semana.

Nesta fase, tornou-se também importante acrescentar novidades a uma carta, que primou desde cedo pela qualidade do produto. "Sempre quisemos fugir da comida de plástico, dos sombreros para turista e dos restaurantes de Miami e Cancun", declara a proprietária.

Surge o sedutor Taco Xochitl (€11), cujo nome remete para flor e chama pela estação quente com pétalas coloridas e tentáculos de polvo sob um puré de pimentos e crocante de alho francês. Já nas bebidas entra o cocktail Melon Baby (€9), um refresco de cor veranil com tequila, servido com uma pastilha elástica de melão e que se torna bastante doce e apetecível.

Novo prato Taco Xochitl
Novo prato Taco Xochitl Foto: Las Ficheras

Nos prediletos dos habitués, para além das entradas de Nachos com Carne (€7,90) e Guacamole e Totopos (€7,70) e do trio de sobremesas (€15) que combina mousse de chocolate e café, cheesecake de lima e churros com doce de leite, quem reina são os tacos e os burritos.

Para desgosto de Patrícia, que ainda não perdeu a esperança de trazer o verdadeiro México para cima da mesa. "Queremos algo mais autêntico, mais Cidade do México e menos Tulum", suspira enquanto nos fala de planos futuros onde entram enchiladas, flautas e mole poblano (frango com chocolate). A vontade trouxe-a das múltiplas viagens de inquirição por aquela capital e a altura parece propícia "as pessoas estão todas a ir ao México agora e eu gostava que conhecessem a verdadeira gastronomia do país".

Restaurante Las Ficheras
Restaurante Las Ficheras Foto: Las Ficheras

Num balanço de quase uma década fala-nos com entusiasmo e em off de um projeto novo a acontecer brevemente e mune-se de "histórias e memorias construídas, com a certeza que o melhor está para vir", mas com o reconhecimento e sensatez de quem já tem uma vasta experiência na área e sabe que na restauração "cada dia é um dia".

Saiba mais Prazeres, Sabores, Gastronomia, Restaurante, Lisboa
Relacionadas

Pizzas, massas e Mambo Italiano

O La Trattoria é um incontornável dos restaurantes italianos clássicos em Lisboa. Mas agora, além de ter renovado a carta, recebe sessões com DJ's que passam música italiana todas as sextas-feiras.

Contra, o restaurante que popularizou de novo as Docas

Há um movimento pronto a devolver às Docas de Santo Amaro, em Lisboa, o hotspot da noite lisboeta, outrora. Na vanguarda desta visão está o Contra, restaurante descomplicado, onde a carta eclética faz o género de todos e os cocktails se bebem como água. No final, é a música que dita quando a noite acaba.

Sala de Corte: o surf & turf que tem de provar

Amantes da carne: este já era o sítio onde ir quando lhe apetece um bom bife, com um bom corte, e os acompanhamentos certos. Agora, o chef Luís Gaspar tem um menu especial dedicado às melhores iguarias nacionais ao nível da carne.

Mais Lidas
Sabores Vinhos para brindar ao outono dos €6 aos €900

A um dia de entrar em outubro, faz sentido celebrar o mês onde grande parte dos vinhos já foram vinificados com um espumante, neste caso, um blend rosé. Da mesma região demarcada dos verdes, um tinto, dois alentejanos e um do Tejo, também tintos, e uma edição rara de vinho do Porto velho.

Sabores Um chef Michelin em Porto Covo

Joachim Koerper, chef do restaurante Eleven, está também agora no restaurante Alma Nómada e no bar de praia A.MAR, ambos na vila pitoresca a sul. Conheça os petiscos que por lá se podem comer, entre alguns clássicos e novas criações.

Sabores Vinhos para beber com serenidade

A chuva ainda não se manteve neste mês, mas já assustou algumas vindimas que ainda se fazem pelo país fora. Dois monovarietais brancos do Sul e do Norte e um ‘blend’ duriense, um tinto de vinhas velhas transmontanas e dois mais jovens do Alentejo e Douro compõem a lista de sugestões desta semana.