Viver

O que faz um bom líder? Warren Buffet responde

Mais do que a inteligência ou empenho, no mundo do trabalho a integridade é um atributo indispensável para um líder justo e uma empresa produtiva.

Bill Gates e Warren Buffett num evento organizado pela Columbia Business School em 2017, em Nova Iorque
Bill Gates e Warren Buffett num evento organizado pela Columbia Business School em 2017, em Nova Iorque Foto: Getty Images
16 de março de 2020 | Vitória Amaral

No mercado de trabalho progressivamente competitivo de hoje, Warren Buffet, CEO da Berkshire Hathaway e um dos homens mais ricos do mundo, dá um conselho que deveria ser recorrente em qualquer organização no que toca à escolha e promoção dos seus líderes. Numa entrevista, o empresário norte-americano revelou que quando contrata alguém procura três coisas: inteligência, iniciativa ou energia, e integridade. Buffett garante que, se contratar alguém sem a última, mais "mais vale tê-los preguiçosos e burros".

Chega assim a altura de se perguntar a si mesmo se a sua integridade brilharia numa entrevista de emprego, ou se a teria em consideração como empregador. Embora facilmente ignorado ou até difícil de reconhecer, o carácter do entrevistado deveria ser um fator de peso, uma vez que poderá determinar se se trata de um colaborador de confiança ou de uma fonte de problemas, especialmente em posições de liderança.

Para evitar contratempos ou inspirá-lo a melhorar, reunimos seis características de um verdadeiro líder que o ajudarão a atrair o sucesso e o apreço de quem o rodeia. 

1. Orientam-se pela verdade

A capacidade de se relacionar com os outros e de se orientar pelo que acha verdadeiro e justo são duas partes não negociáveis de uma pessoa íntegra. Na sua essência, essa pessoa terá a capacidade de trabalhar e tomar decisões baseadas na honestidade, estará mais recetiva à mudança e obterá assim resultados mais consistentes, para não falar em condenar as más práticas.

2. Põem em prática o que dizem

Uma pessoa verdadeiramente íntegra esforça-se ao máximo por cumprir as suas obrigações e por concretizá-las da forma mais correta. Claro, todos nós falhamos mesmo quando temos as melhores intenções, altura essa em que este tipo de pessoa tende a responsabilizar-se, independentemente das influências exteriores.

3. Dão o crédito aos outros

Os líderes justos estão cientes da autoridade e experiência que possuem, mas não tiram proveito do seu estatuto para manter as atenções constantemente viradas para si mesmos. Em vez disso, fazem um esforço por reconhecer e elogiar as contribuições dos outros, e recompensam-nos pelo seu trabalho quando é excecional.

4. Usam o seu tempo de forma generosa

A prioridade de um líder é conhecer as pessoas que o rodeiam para que as possa ajudar a crescer. Investe uma porção considerável do seu tempo a orientá-las e a expô-las a constantes responsabilidades que promovam o seu desenvolvimento profissional.

5. Interrompem conflitos

O conflito é inevitável entre seres humanos, especialmente no local de trabalho. Em vez de tomar uma atitude passivo-agressiva, um verdadeiro líder está ciente de que quebrar conflitos ao ouvir e tentar entender a situação de todas as partes envolvidas é uma solução muito mais eficaz.

6. Pôem a máscara de lado

No ambiente de trabalho as pessoas têm tendência a manter uma fachada que esconda o seu carácter, especialmente no que toca a alturas ou pessoas problemáticas. Ser um bom líder passa por tentar mostrar a sua melhor faceta, mas também por mostrar a mais autêntica. A transparência e honestidade emocional permitir-lhe-á enfrentar qualquer situação de forma muito mais clara e, como ser humano, receber apoio de quem o rodeia.

Saiba mais liderança, trabalho, sucesso, viver, Warren Buffett
Relacionadas

11 regras para trabalhar em casa (e não dar em maluco)

A sua empresa prepara-se para o mandar trabalhar para casa – se é que já não foi – mas fazê-lo pode não ser muito fácil, especialmente para quem não está habituado. Aqui ficam 11 regras para ser (ainda) mais produtivo.

Conduza uma reunião de trabalho sem perder tempo

A vida são dois dias. Uma reunião mal preparada e conduzida podem ser três ou mais. Descubra como evitar o desperdício de tempo e de energia, e consiga conduzir reuniões eficazes com resultados que falam por si.

Mais Lidas
Sexo Sexo: guia prático para o melhor exercício físico

Laird Hamilton e Gabrielle Reece, considerados pelo The Times como o casal mais em forma, incluam no XPT, o famoso programa de fitness que criaram, a prática de sexo de dois em dois dias. Mas o que se descobriu é que praticar o dito sexo, mas na versão rápida, espontânea e de preferência em locais inesperados, faz muito mais efeito.