Estilo / Moda

Antoine Griezman: "Não sigo tendências, apenas o meu gosto natural"

Em entrevista à Mango Man - e em jeito de celebração por ser o novo rosto da coleção da marca - o futebolista francês revelou quais são as dicas de estilo que segue, a grande paixão que sente pela sua família e o hobby a que não consegue resistir quando tem tempo livre.

Este conteúdo é exclusivo para Assinantes Assine já! Se já é assinante faça LOGIN
22 de abril de 2022 | Ana Filipa Damião

Aos 31 anos, o futebolista francês do Atlético de Madrid não é apenas conhecido pelas suas skills dentro do campo de jogo, mas também por ser um pai e marido dedicado, um ícone de Moda nos tempos livres e um dono babado dos cavalos que possui. Com tais características positivas, não é de estranhar que o craque

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Saiba mais Antoine Griezman, Mango Man, estilo, entrevista
Relacionadas

Primaverar por aí (com a roupa certa)

A correr e a caminhar, ao virar da esquina ou na serra mais distante, é tempo de voltar aos trilhos para redescobrir a constante surpresa que é a natureza. De preferência de forma confortável e, já agora, também com estilo.

Wimbledon 2022: os melhores looks do público masculino

São várias as regras que o torneio de ténis mais antigo do mundo impõe no que toca ao dress code. Enquanto os jogadores têm de usar exclusivamente peças brancas, o público deve optar por conjuntos elegantes. Afinal, este é o ponto alto da moda clássica no desporto. De Paul Mescal ao príncipe William, passando por Tom Cruise, eis os melhores looks de 2022

Chalana: um adeus ao pequeno genial

Do Lavradio para França e de volta à Luz, a carreira de Fernando Chalana, o “pequeno genial”, o “Chalanix” de Bordéus, bigode farto, corpo franzino, foi maior do que o seu tamanho. Deixou-nos aos 63 anos, precocemente, porque morre cedo aquele a quem os deuses amam. O velório decorrerá entre as 19 e as 22 horas desta quinta-feira na Basílica da Estrela, em Lisboa.

Mais Lidas