Prazeres / Sabores

Um brunch à moda do Porto, com um toque intercontinental

Aos fins de semana, é tempo de relaxar no novo espaço do restaurante Astoria, o Pátio das Cardosas Terrace & Lounge, onde é possível provar clássicos de brunch, como os ovos benedict, mas também sobremesas bem portuenses, como rabanada com calda de vinho do Porto.

26 de agosto de 2021 | Rita Silva Avelar

Situado na emblemática Praça das Cardosas, o espaço ao ar livre do Hotel InterContinental Porto, o novo Pátio das Cardosas Terrace & Lounge é uma novidade do restaurante Astória. A desculpa perfeita para apanhar sol, beber bons cocktails e provar deliciosos petiscos, o Pátio das Cardosas inaugurou com uma proposta irrecusável de brunch, que se divide em três opções e está disponível ao fim de semana, apenas, das 10h30 às 16h.

Pátio das Cardosas Terrace & Lounge
Pátio das Cardosas Terrace & Lounge
Pátio das Cardosas Terrace & Lounge
Pátio das Cardosas Terrace & Lounge

O brunch das Cardosas inclui sumo natural de laranja, iogurte com fruta e granola ou panqueca à escolha, ovos à escolha  e café ou chá (€15). Enquanto o brunch normal inclui cinco escolhas da carta (e não inclui bebidas), sendo que há pratos apetitosos como bagels de salmão fumado com queijo creme e cebolinho, ovos benedict, atum grelhado com melancia, mozzarella e sementes de chia, hummus com pão pita, ou até hambúrgueres.

Pátio das Cardosas Terrace & Lounge
Pátio das Cardosas Terrace & Lounge
Pátio das Cardosas Terrace & Lounge
Pátio das Cardosas Terrace & Lounge

Nos doces, há panquecas com banana, mel, frutos secos, frutos vermelhos e chantilly, mas também sobremesas propriamente ditas como baba de camelo com avelã tostada, crumble de maçã com gelado de baunilha ou rabanada com calda de vinho do Porto. Este menu tem o preço de €24,50 (por pessoa) e há ainda a versão Brunch & Bubbles que inclui tudo isto e até quatro copos de Moët & Chandon, com o preço de €49,50 (por pessoa).

Pátio das Cardosas Terrace & Lounge
Pátio das Cardosas Terrace & Lounge

Estes brunchs podem ser desfrutados na esplanada, entre o sol e a sombra, ou nas cadeiras de baloiço que há espalhadas pelo jardim, perfeitas para relaxar e terminar o copo de champanhe.

Pátio das Cardosas Terrace & Lounge
Pátio das Cardosas Terrace & Lounge


Onde? Praça da Liberdade 25, Porto Quando? Aos fins de semana, das 10h30 às 16h. Reservas 22 003 5600

Saiba mais Praça das Cardosas, Hotel InterContinental Porto, Pátio, Astória, gastronomia, estilo de vida e lazer
Relacionadas

Sete praias fluviais para ir a banhos no interior

Quem disse que as férias no campo não podem ser também sinónimo de praia? Em rios, ribeiras ou barragens, são inúmeros os locais onde se pode ir a banhos e porque o fim do verão ainda está longe, aqui ficam algumas sugestões de norte a sul.

Já decidiu onde jantar hoje? Três sugestões na capital

Palácios modernos, drogarias recuperadas e perfumaria de nicho servida às refeições. Tudo num ambiente cosmopolita com cartas desarmantes e DJ’s a animar as noites. Se está por Lisboa a aproveitar o final do verão, estes são os hotspots do momento.

Volta ao Japão sem sair de Cascais

O Kappo é o mais recente espaço do chef Tiago Penão, que confluiu toda a sua sabedoria nipónica num menu de degustação que nos faz viajar até à outra parte do globo sem sair do assento.

Mais Lidas
Sabores As carnes mais nobres chegaram a Cascais

Inaugurado este verão, o restaurante Latina Grill apresenta uma seleção ímpar de carnes maturadas e de corte premium. O chef André Sá Correia é o líder desta proposta gastronómica que se destaca por mais razões do que apenas um bom naco.

Sabores 6 vinhos para desfrutar num primeiro encontro

Vinhos lançados recentemente por casas conhecidas e outras nem tanto. Portugal continua a produzir o néctar dos Deuses com qualidade em todas as regiões demarcadas, e com ofertas para todos os gostos e carteiras. A começar por um espumante, tal como os restantes, com informações dos produtores e enólogos.

Sabores “Boas uvas são a chave para um bom vinho”

Nascido na Noruega, Ole Martin Siem admite ser metade português, albergando uma enorme paixão pelas pessoas, gastronomia e clima do nosso país. Em entrevista, o fundador da marca 'Vicentino' contou à Must o processo que o levou até ao vinho e a razão de escolher Portugal para plantar a sua vinha.