Prazeres / Sabores

Entre Cascais e Lisboa. Três restaurantes para experimentar agora

Um mexicano em Cascais, um sítio de brunch no centro de Lisboa e um rooftop com vista para a cidade. Todos portadores de menus absolutamente deliciosos, de comer e chorar por mais.

Foto: André Mata
08 de setembro de 2022 | Rita Silva Avelar
A Grande Lisboa está de novo a fervilhar com novidades gastronómicas. No pós-pandemia, não faltam boas razões para sair de casa e aproveitar uma boa refeição com vista para a cidade ou para simplesmente senti-la respirar. É o que acontece no Olivia, o irmão mais novo do Nicolau, que é a the next big thing dos brunchs na cidade. Situado nas Avenidas Novas, no 69A da Avenida Marquês de Tomar, é um quatro em um: pequeno-almoço, brunch, almoço e jantar, está aberto todo o dia.
As panquecas do Olívia
As panquecas do Olívia Foto: André Mata


Da incrível seleção de panquecas e ovos do menu de pequeno-almoço e brunch, destacam-se os deliciosos Ovos Olívia, com espargos e presunto, e os caseiros Cinamon Rolls. Já ao almoço e ao jantar as referências gastronómicas vêm de uma cozinha do mundo, com opções de peixe, carne, vegetarianos e veganos, destacando-se as variadas bowls de legumes e proteína à escolha, o caril de gambas com leite de coco cremoso, espinafres, arroz e naan, o cantonês Chow Fun, o Bibimbap de frango, e ainda deliciosas pizzas caseiras de fermentação lenta. Como sobremesa destaca-se a Cookie Olivia, uma bolacha deliciosa idêntica a um brownie. Das 9h às 23h.
O polvo do Olivia.
O polvo do Olivia. Foto: André Mata

 Em Cascais, no centro, encontramos meio escondido, envolto em escuridão e numa rua discreta, o El Clandestino. Lá dentro a animação promete: mal se entra vê-se a azáfama do balcão, onde os chefs cozinham os pratos. O serviço é rápido e eficaz, o staff é simpático desde a escolha dos vinhos aos pratos.

A ceviche do El Clandestino
A ceviche do El Clandestino

Para entradas, imperdíveis são os croquetes de presunto maturado ao longo de 24 meses, o bao de salmão e a ceviche peruana (peixe branco em cubos, limão, cebola roxa, coentros e batata doce). Como a influência da cozinha vem do Peru e da Ásia, é normal que encontremos também na carta combinações como a de noodles orientais salteados com vegetais e molho asiático ou o peixe do dia grelhado em molho de manteiga, brandy e molho thai, com alcaparras, batata e espargos. Essencial mesmo é não sair sem provar as margaritas - de morango ou tradicional - que são um must.

O peixe do dia no El Clandestino
O peixe do dia no El Clandestino

Por fim, e regressando a Lisboa, ao coração da cidade e no topo do The Vintage Hotel & Spa Lisboa encontramos o V Rooftop Bar, que acaba de renovar a carta para deliciosas propostas de petiscos. Com vista sob a cidade, podemos desfrutar da salada de burrata artesanal com um mix de tomate, nectarina, cebola roxa, manjericão, azeitona e amêndoa ou de um gaspacho delicioso, ainda em mood fim de verão.

V Rooftop Bar
V Rooftop Bar

Como Setembro ainda é um mês de calor as sugestões são leves e frescas, e aqui também há ceviche: atum com cenoura, abacate, tomate cherry, pickle de cebola roxa e mandioca frita. Para os mais gulosos, há um bife do lombo com batata frita, ovo estrelado e molho de mostarda, para comer à mão e com direito a lambuzar os dedos. Acompanhe com o cocktail do mês, que vai sempre variando: o último combinava gin e manjericão.

Ceviche no V Rooftop Bar
Ceviche no V Rooftop Bar
A burrata do V Rooftop Bar
A burrata do V Rooftop Bar
Saiba mais Restaurantes, provas, Cascais, Olivia, Nicolau, Avenidas Novas, 69A da Avenida Marquês, Rooftop Bar, El Clandestino
Relacionadas

Vinhos para beber com serenidade

A chuva ainda não se manteve neste mês, mas já assustou algumas vindimas que ainda se fazem pelo país fora. Dois monovarietais brancos do Sul e do Norte e um ‘blend’ duriense, um tinto de vinhas velhas transmontanas e dois mais jovens do Alentejo e Douro compõem a lista de sugestões desta semana.

Vinhos para festejar o equinócio

Neste dia de renovação nada melhor que fazer um brinde à saúde e fraternidade. Dois tintos que prometem surpreender, dois brancos monovarietais e dois rosés com um oceano entre os seus terroirs.

Mais Lidas
Sabores Vinhos para brindar ao outono dos €6 aos €900

A um dia de entrar em outubro, faz sentido celebrar o mês onde grande parte dos vinhos já foram vinificados com um espumante, neste caso, um blend rosé. Da mesma região demarcada dos verdes, um tinto, dois alentejanos e um do Tejo, também tintos, e uma edição rara de vinho do Porto velho.

Sabores Um chef Michelin em Porto Covo

Joachim Koerper, chef do restaurante Eleven, está também agora no restaurante Alma Nómada e no bar de praia A.MAR, ambos na vila pitoresca a sul. Conheça os petiscos que por lá se podem comer, entre alguns clássicos e novas criações.

Sabores Vinhos para beber com serenidade

A chuva ainda não se manteve neste mês, mas já assustou algumas vindimas que ainda se fazem pelo país fora. Dois monovarietais brancos do Sul e do Norte e um ‘blend’ duriense, um tinto de vinhas velhas transmontanas e dois mais jovens do Alentejo e Douro compõem a lista de sugestões desta semana.