Prazeres / Sabores

Vinhos para reconfortar a alma

Não há como contrariar a tendência dos brancos durante o calor. Há quem beba os tintos mais frescos e muitos adequam-se, mas desta vez a seleção é apenas de castas brancas. Três “douros” distintos, um premiado do Tejo e um verde que comemora 120 anos. Um conforto para o corpo… e alma.

Foto: Pexels
22 de julho de 2022 | Augusto Freitas de Sousa

Quinta do Casal Monteiro Fernão Pires Grande Reserva Branco 2019

Um monovarietal feito em solos de aluvião, antes com visitas do rio Tejo, com a casta Fernão Pires, com recurso a pré-poda de modo a potenciar a qualidade, em detrimento da quantidade. No recente concurso Vinhos do Tejo 2022 ganhou a medalha de excelência. A fermentação ocorreu durante 21 dias em cubas de inox com battonage antes de estagiar em barricas de carvalho francês e americano durante nove meses. Foram para o mercado apenas 1467 garrafas. €20

Quinta do Casal Monteiro Fernão Pires Grande Reserva Branco 2019
Quinta do Casal Monteiro Fernão Pires Grande Reserva Branco 2019 Foto: D.R

Três Bagos Sauvignon Blanc 2021

É o mais recente lançamento do conceito Três Bagos no Douro com recurso a estágio em barricas de carvalho francês para ganhar estrutura e capacidade de guarda. Um branco regional duriense com enologia de Paulo Ruão, de vinhas da casta francesa com idades entre os 25 e os 30 anos vindimadas manualmente. Estagiaram cerca de 80% em inox e o restante em barricas de carvalho francês durante quatro a cinco meses. €10,99

Três Bagos Sauvignon Blanc 2021
Três Bagos Sauvignon Blanc 2021 Foto: D.R

Poças Fora da Série Acrobata 2021

A casa Poças apresenta novas colheitas "fora da caixa" como é o caso deste branco produzido a partir das castas Códega, Arinto e Rabigato. Um DOC Douro do Douro Superior com enologia de André Pimentel Barbosa e direção técnica de Jorge Manuel Pintão, com uvas selecionadas na vinha e cortadas à mão. Envelheceu em barrica velha de carvalho francês de 300 litros de capacidade durante 10 meses. €28

Poças Fora da Série Acrobata 2021
Poças Fora da Série Acrobata 2021 Foto: D.R

Vineadouro Vinhas Antigas 2020

Um branco do Douro que evoca aromas e sabores antigos de uma vinha centenária e que pretende homenagear os familiares que a plantaram. Com enologia de Virgílio Loureiro, feito a partir das castas Síria, Folgazão, Gouveio, Trincadeira Branca, Malvasia Fina, Malvasia Rei, Rabigato e Carrega Branco de uma única parcela de vinha, a que chamam "coitadinha". Estagiou em cuba de inox antes do engarrafamento em outubro de 2021. Os responsáveis garantem vai melhorar muito com o tempo de garrafa. €18

Vineadouro Vinhas Antigas 2020
Vineadouro Vinhas Antigas 2020 Foto: D.R

Adega de Penalva Serie Especial Reserva 2020

Cada vez mais especiais, diferentes, a série especial da Adega de Penalva, criada em 2015, tem lançado para o mercado vinhos singulares que mostram a identidade da região do Dão. Desta vez, com enologia de António Pina, um blend de Bical, Cerceal, Encruzado e Malvasia Fina com origem na mesma vinha. Como referem os responsáveis, vinhos com grande qualidade a um preço acessível. €7,5

Adega de Penalva Serie Especial Reserva 2020
Adega de Penalva Serie Especial Reserva 2020 Foto: D.R

Lagosta Branco DOC Verde

Uma marca de vinho verde que comemora 120 anos com o lançamento de algumas referências, desta feita um branco tradicional feito a partir das castas Arinto (40%), Trajadura (30%) e Loureiro (30%). A campanha tem o mote: "Este verão mergulha com Lagosta", e festeja o aniversário da marca que se tem mantido ao longo dos anos a crescer nos mercados nacionais e internacionais. Este branco é produzido com desengace total das uvas, prensagem pneumática e fermentação alcoólica a 16º graus. €3,99

Lagosta Branco DOC Verde
Lagosta Branco DOC Verde Foto: D.R
Saiba mais Vinhos, Férias, Verão, Brancos
Relacionadas

Vinhos para levar na mala de férias

Num mês tradicionalmente de descanso impõem-se propostas para os tempos mais livres. Em busca da diversidade, um clarete do Bruno Aleixo, uvas tintas que se transformaram num branco e num rosé, no Douro, um branco com mar, um verdadeiro tinto quase esquecido do Dão e dois moscatéis velhos para aficionados do futebol.

Vinhos para longos dias de calor

Os brancos e rosés continuam a liderar as preferências, sobretudo quando o calor aperta nos meses de Verão. Um verde rosé com castas da região, um alentejano com assinatura artística e outro vegan, e ainda três brancos do Douro para descobrir novos desafios.

Vinhos para viajar pelo verão

No dia em que o navegador Vasco da Gama inicia a primeira viagem marítima da Europa à Índia, abrem-se os horizontes mas para viagens mais curtas e amenas. Um blend exclusivo que comemora bodas de prata no Alentejo e um rosé clássico. Ainda quatro brancos dos Açores, Tejo, Douro e verdes.

Vinhos para conquistar Quintilis

Era o quinto mês do calendário romano, mas o nome foi alterado para julho à conta do imperador romano Júlio César que, além das conquistas, consta que também lhe agradava o vinho. Neste território com memórias do império, três brancos do Douro e um do Alentejo, um tinto alentejano sui generis e um rosé de Lisboa de uma casa com fama nos rosados.

Bons vinhos para atualizar a garrafeira em agosto

As vinícolas não podem parar e há quem lance novidades. Um branco e um rosé, ambos reservas, um do Douro e outro do Dão, um espumante de Vinhão dos verdes, um branco que já é quase um clássico e dois vinhos do Porto para fechar em beleza.

Mais Lidas
Sabores Vinhos jovens ou envelhecidos?

Numa altura em que se comemora o Dia Internacional da Juventude, há sugestões de vinhos – onde a idade importa – para novos consumidores e para os mais conhecedores.

Sabores Bons vinhos para atualizar a garrafeira em agosto

As vinícolas não podem parar e há quem lance novidades. Um branco e um rosé, ambos reservas, um do Douro e outro do Dão, um espumante de Vinhão dos verdes, um branco que já é quase um clássico e dois vinhos do Porto para fechar em beleza.