Prazeres / Lugares

Bizzarro Gelataria. Kitsch ou delírio? Os novos gelados da baixa sabem a pimentos

Podem sabores como ananás e pimentão ou morango e azeitona coexistir em harmonia num gelado? Por muito absurdo, surreal, original ou, enfim, bizarro que possa parecer, a resposta é um total sim, como pudemos provar nesta nova geladaria, recentemente aberta em Lisboa.

Foto: Pexels
12 de fevereiro de 2024 | Miguel Judas

A história da Bizzarro conta-se através da relação de dois irmãos, o Filipe e o Frederico, que nas palavras dos próprios se apresentam como "um artista e um cientista" – na vida real um é chef pasteleiro e ou outro farmacêutico, especializado nas áreas da economia da saúde e dos estudos epidemiológicos. Duas vidas que corriam em aparentes linhas diferentes, mas que a pandemia cruzou da pior forma, quando Filipe se viu obrigado a interromper o percurso profissional num hotel de luxo em Cascais. Foi a oportunidade há muito esperada – e por vezes perdida – de Frederico o desafiar a fazerem algo em conjunto. "Foi algo que fiz por mim, também por ele, mas especialmente por nós, porque a vida levou-nos por caminhos opostos e vi nesta situação uma oportunidade de reverter isso", explica Frederico à Must, poucos dias antes da inauguração da Bizzarro Gelataria, durante um jantar de degustação para jornalistas, em que alguns dos sabores mais emblemáticos da casa foram harmonizados nos diversos pratos de uma refeição completa – se é para ser fora da caixa, não poderia haver melhor apresentação.

O interior da Gelataria.
O interior da Gelataria. Foto: DR

Antes da Bizzarro, porém, há todo um trajeto de sucesso que os trouxe até aqui, ao número 54 da rua de São Julião, uma das artérias mais centrais da baixa lisboeta. Primeiro começaram por aprender a fazer gelados com os melhores, numa das mais prestigiadas escolas de gelataria do mundo, em Bolonha. Em 2022 abriram finalmente juntos a Echo Gelato Lab, em Sesimbra, mesmo em frente à praia, onde foram ganhando nome, experiência e, acima de tudo muitos clientes, atraídos pela cremosidade dos gelados e frescura dos sorbets, feitos à vista de todos. Entretanto criaram uma segunda marca para venda ambulante, através das icónicas Piaggio Ape e no ano passado viram os seus picolés selecionados para a primeira edição do Le Monde d’Hermès, em Lisboa.

Em Sesimbra têm atualmente 18 sabores fixos a que se acrescentam mais de 30 outros por ano, entre gelados sazonais e edições especiais. Foi aliás assim que surgiu um dos primeiros sabores mais fora da caixa, que hoje faz parte na lista da Bizzarro: pera e moscatel. "Foi a nossa primeira experiência", revela Fred. E correu tão bem que logo outras se seguiram, como o gelado de cerveja preta e marmelada, apontado pelos dois irmãos como "o momento chave" que conduziria à criação da Bizzarro, onde somos agora surpreendidos por um menu de degustação com pratos tão surpreendentes como "atum fumado com sorbet de cebola e manga", "crocante de alheira com sorbet de alho e maçã", "camarão salteado e brioche prensado com sorbet de ananás e pimento", "magret de pato com sorbet de morango e azeitona", "tempura de ostra do sado com sorbet de ervilha e manjericão" e para sobremesa "queijo de azeitão com sorbet de pera e moscatel".

Os gelados têm sabores diferentes.
Os gelados têm sabores diferentes. Foto: DR

Todos estes sabores estão disponíveis na lista da Bizzarro, que inclui ainda outras variações como abóbora e café, cerveja e marmelada, chocolate e malagueta, beterraba e laranja, tomate e coco ou caramelo e molho de soja. E mesmo que alguns façam torcer o nariz, o melhor é mesmo provar, pois o resultado final, de todos eles, é bastante surpreendente. "O nosso palato é tão lato que não faz sentido, para nós, ficar nos 15 sabores tradicionais", sublinha Fred, confessando que além de pretenderem "estimular e desafiar os clientes", a Bizzarro também representa "um desafio intelectual" para ambos. "Temos receios, é óbvio, mas acima de tudo dá-nos um imenso gozo", confessa Filipe, admitindo, com humor, a existência de "alguns esqueletos no armário", todavia largamente compensados por todos aqueles momentos de "alquimia pura", em que "um mais um se torna igual a três", como acontece com todos estes sabores. Os gelados, em cone ou em copo, custam €3,80 (1 sabor) ou €5,20 (2 sabores), podendo também servir de recheio a um brioche prensado por €4,60. E para facilitar a vida aos clientes na hora da escolha, a Bizzarro tem também dois menus de degustação de 6 e 12 sabores, respetivamente por €4,90 e €7,50.

Saiba mais Gastronomia, Lisboa, Bizzarro Gelataria, Gelados
Relacionadas
Mais Lidas