Prazeres / Drive

Veículos elétricos. Top 12 testados em 2022

Doze meses de test-drives e, desses, um apanhado de uma dúzia de veículos 100% elétricos. Os 12 magníficos EV testados no ano que agora finda – e 2023 está aí ao virar da esquina, com promessas de ainda mais e melhor.

Foto: D.R
28 de dezembro de 2022 | Luís Merca

Duas premissas: 1) a autoria deste ranking (que nem sequer o é, já que não estabelece classificações) é da inteira e exclusiva responsabilidade do escriba/testador; e 2) a ordem do mesmo é alfabética, para não restarem confusões nem mal-entendidos. Até 2023, Feliz Ano Novo!

Audi e-tron GT

Uma montra tecnológica do mais alto nível. Nascido no mesmo "berço" do Porsche Taycan, a plataforma J1 do gigante Grupo VW, o Audi e-tron GT é um dos expoentes máximos dos veículos 100% elétricos que a indústria automóvel nos oferece na atualidade. O preço é condizente com o gabarito e as performances – o impossível ainda se consegue, milagres é que não.

Audi e-tron GT.
Audi e-tron GT. Foto: D.R

Dacia Spring

Quis a ordem alfabética que logo a seguir ao mais caro aparecesse o mais barato dos EV testados durante este ano. O Spring é o típico Dacia: barato, honesto, não promete o que não pode cumprir, what you see is what you get. Ideal como segundo carro, principalmente para uma vida citadina. A autonomia em traçado urbano permite-lhe praticamente só necessitar de carregar uma vez por semana.

Dacia Spring.
Dacia Spring. Foto: D.R

Ford Mustang Mach-e

As suas capacidades dinâmicas, a qualidade de conceção e fabrico, e o seu desempenho em geral fazem dele um EV de topo. E ajudam a perdoar o sacrilégio de usar um nome sagrado. É a primeira incursão da histórica Ford no mercado global dos EV e portou-se muito bem nessa estreia.

Ford Mustang Mach-E.
Ford Mustang Mach-E. Foto: D.R

KIA Niro EV

Tal como a marca romena ali em cima, a coreana KIA também é conhecida por lançar modelos com preços bastante competitivos. Neste caso, o Niro ganhou (vá, manteve) a motorização 100% elétrica e apresenta-se como uma alternativa bastante sensata à concorrência mais cara, mas que não oferece muito mais do que este "EV6 em ponto (mais) pequeno". 

KIA Niro EV.
KIA Niro EV. Foto: D.R

Mazda MX-30 

Primeira experiência da Mazda neste segmento, o MX-30 peca por dispor de uma autonomia reduzida. Algo que está prestes a terminar, já que o novo ano trará mais uns quilómetros de autonomia – espera-se apenas que o preço não dispare... muito. 

Mazda MX-30.
Mazda MX-30. Foto: D.R

Polestar 2

Nascida no seio da Volvo, esta nova marca dedica-se em exclusivo aos EV. Nada de motores de combustão interna debaixo do capot deste modelo de design tipicamente nórdico. Muito boa dinâmica de condução e preço surpreendentemente competitivo, coisa de que o novo Polestar 3, previsto para finais do próximo ano, não se deverá gabar de atingir.

Polestar 2.
Polestar 2. Foto: D.R

Renault Mégane E-Tech

A Renault puxou dos galões da sua longa experiência em veículos 100% elétricos e criou esta versão E-Tech do seu bestseller Mégane. Muito boa qualidade de fabrico e de acabamentos, materiais de bom nível e uma bela oferta de equipamento. É um dos EV mais lógicos e pensados com cabeça, tronco e membros.

Renault Mégane E-Tech.
Renault Mégane E-Tech. Foto: D.R

Tesla Model 3      

É, por excelência, o sedan médio da gama Tesla e revelou-se um tiro certeiro da marca americana, ao tornar-se num dos modelos elétricos mais vendidos no mundo. Apesar da concorrência que se reforça cada vez mais, ainda dá cartas no nosso país, cortesia do preço estudado para aproveitar a fiscalidade vigente aqui no retângulo e beneficiar a contabilidade das empresas.

Tesla Model 3.
Tesla Model 3. Foto: D.R

Tesla Model Y

Já este é um SUV de dimensões médias (para os americanos será um mini, claro): trata-se de um Model X mais pequeno e, consequentemente, mais acessível ao mercado europeu. Bem equipado, cumprindo toda a filosofia Tesla, o Model Y pretende – e estará a conseguir – surfar a onda global de preferência por este tipo de carroçaria.

Tesla Model Y.
Tesla Model Y. Foto: D.R

Volkswagen ID.4 GTX

A Volkswagen – ou deveria dizer-se "Voltswagen"? – está firmemente empenhada em limpar o mau nome que lhe ficou colado com o ignóbil Dieselgate. Depois do mais pequeno ID.3, o ID.4 é o segundo modelo da linha ID., a marca 100% elétrica do construtor de Wolfsburg. Lançado em finais de 2020, este crossover familiar tem na versão GTX a variante de tração integral do modelo.

Volkswagen ID.4 GTX.
Volkswagen ID.4 GTX. Foto: D.R

Volvo C40 Recharge

Tudo o que se diga sobre este modelo aplica-se ao seguinte desta lista, o seu "irmão" XC40. A plataforma CMA (Compact Modular Architecture) permitiu conceber um crossover de personalidade desportiva, com muito boa dinâmica de condução, alta qualidade de fabrico e acabamentos, e um savoir-faire (veta hur, em sueco) que só na Escandinávia se consegue.

Volvo C40 Recharge.
Volvo C40 Recharge. Foto: D.R

Volvo XC40 Recharge

Votado a um maior sucesso do que o modelo anterior – de novo a preferência dos mercados por SUVs – o XC40 Recharge é um dos mais importantes trunfos da marca sueca nesta sua cruzada a caminho da mobilidade sem motores de combustão. A meta de 2025 já foi atingida em 2022: toda a gama Volvo encontra-se eletrificada.

Volvo XC40 Recharge.
Volvo XC40 Recharge. Foto: D.R
Saiba mais Automóveis Elétricos, Volvo, KIA, Testla, Volkswagen, Audi, Dacia, Ford, Mazda, Polestar, Renault, entrepares
Relacionadas

Aiways U5, o novo SUV elétrico da China com amor

Um SUV elétrico chinês? Mobilidade sustentável vinda do Império do Meio? Napoleão já tinha avisado, não tinha? Quando a indústria automóvel chinesa acordar (já acordou), irá fazer tremer o mundo.

Audi e-tron GT quattro, o “primo” do “outro”

E não é vergonha nenhuma ser "aparentado" a um Porsche, pelo contrário, muito embora este Audi 100% elétrico tenha uma personalidade muito própria e faça jus aos pergaminhos tecnológicos da marca dos quatro anéis.

Renault Mégane E-TECH 100% elétrico, um caso sério

Caso sério pela positiva, note-se: é que não se trata apenas de mais um Renault, nem de mais um EV. O escriba vai tentar explicar, no espaço limitado de um artigo online, o que o levou a escolher aquele título ali em cima. Que os deuses do automóvel lhe dêem engenho e arte.

Opel Mokka-e: foi você que pediu um EV?

Prestes a mudar de nome (calma, vai continuar a ser Mokka) e a melhorar a autonomia, este será porventura o mais lógico modelo da Opel a receber uma motorização 100% elétrica. Dir-se-ia mesmo que só podia ser um EV, tal o modo como esta lhe assenta como uma luva.

Mazda MX-30: depois do elétrico, o híbrido

A Mazda faz as coisas de acordo com o seu próprio calendário. Enquanto outros apresentam primeiro a versão PHEV e só depois a EV, o construtor de Hiroshima lançou primeiro o 100% elétrico e só agora acabou de apresentar o híbrido.

Um Mustang de ligar à corrente? Sim, mas...

Descansem os puristas: o coupé e o cabrio Mustang ainda existem, estão bem e recomendam-se. Entretanto, está desvendado o mistério: por que carga de água foram dar este nome mítico a um EV? Deram e até nem deram mal.

Volvo XC40 Recharge. Da Suécia com amor

Não tem grelha, pois não? É o primeiro Volvo 100% elétrico e cumpre a promessa feita pela marca sueca: em 2025 toda a sua gama estará eletrificada (‘check’ em 2022) e 50% das suas vendas serão de veículos elétricos.

Mazda2, híbrido mais híbrido não há

A silhueta inconfundível de um... Toyota Yaris (?) abriga a alma do Mazda2 híbrido. Não é ‘plug-in’, autocarrega-se em andamento, mas neste test-drive comprovou ser uma ótima estratégia. A Mazda levou o conceito híbrido ao extremo: é mesmo igualzinho a outro carro, é quase um híbrido duas vezes.

Mais Lidas
Drive Os 10 melhores EV’s de 2023

Não é um comparativo, muito menos um ranking de posições definidas e medalhas para os três primeiros. Trata-se apenas de enumerar os 10 melhores 100% elétricos testados no ano que agora finda. Em 2024 haverá mais, muitos mais.

Drive 7 museus para viver a paixão pelos automóveis

A velocidade e a competição não são os únicos combustíveis dos aficionados por automóveis. Selecionamos sete museus onde se contam histórias, se celebram marcas, se contempla uma indústria em constante movimento e se aprecia a arte do design. Uma viagem com paragens obrigatórias em França, Itália, Alemanha, Estados Unidos e, claro, no Caramulo, em Portugal.

Drive Veículos elétricos. Top 12 testados em 2022

Doze meses de test-drives e, desses, um apanhado de uma dúzia de veículos 100% elétricos. Os 12 magníficos EV testados no ano que agora finda – e 2023 está aí ao virar da esquina, com promessas de ainda mais e melhor.