Estilo / Beleza & Bem-Estar

Esta é a a rotina de exercícios e dieta alimentar de um astronauta no espaço

Mark Vande Hei, que recentemente estabeleceu o recorde norte-americano de voos espaciais mais longos de sempre, revelou qual era a sua rotina desportiva e a dieta alimentar que seguia enquanto estava em órbita.

Mark Vande Hei fora da nave espacial Soyuz MS-19, depois de ter aterrado com os astronautas russos Anton Shkaplerov e Pyotr Dubrov numa área remota perto da cidade de Zhezkazgan, Cazaquistão, a 30 de março de 2022. Os homens regressam à Terra depois de 355 dias no espaço como como membros das Expedições 64-66 a bordo da Estação Espacial Internacional
Mark Vande Hei fora da nave espacial Soyuz MS-19, depois de ter aterrado com os astronautas russos Anton Shkaplerov e Pyotr Dubrov numa área remota perto da cidade de Zhezkazgan, Cazaquistão, a 30 de março de 2022. Os homens regressam à Terra depois de 355 dias no espaço como como membros das Expedições 64-66 a bordo da Estação Espacial Internacional Foto: Getty Images
06 de maio de 2022 | Ana Filipa Damião

Com o volume de filmes que existem sobre astronautas, é fácil imaginar algumas das experiências pelas quais estes indivíduos passam fora do planeta, embora nem todas possam ser cientificamente exatas. Mark Vande Hei, o astronauta que estabeleceu recentemente o recorde norte-americano de voos espaciais mais longos de sempre – 355 dias - revelou qual era a sua rotina de exercício físico, bem como a dieta que seguia, em entrevista à revista GQ estadunidense.

Para se preparar para o voo, cada pessoa tem as suas preferências, começa por dizer Vande Hei. "Algumas gostam de correr, outras gostam de levantar pesos. Eu fiz coisas do género crossfit. Uma grande parte da preparação é treinarmo-nos em como utilizar o equipamento. Temos o ARED – Advanced Resisted Exercice Device – que usamos lá em cima e que requer algum treino no terreno primeiro", afirma, referindo-se a um instrumento de treino.

Mark Vande Hei, membro da expedição 53/54 da Estação Espacial Internacional, após uma conferência de imprensa no cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, no dia 11 de Setembro de 2017
Mark Vande Hei, membro da expedição 53/54 da Estação Espacial Internacional, após uma conferência de imprensa no cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, no dia 11 de Setembro de 2017 Foto: Getty Images

Uma vez em órbita, a rotina deste homem de 55 anos era bastante precisa. "Acordava todos os dias às cinco da manhã. A nossa primeira reunião era às 7h30, e entre essa altura eu estava a levantar pesos, o que parece muito, mas o tempo passava bastante depressa." Por volta das 7h45 da manhã passava para um treino cardiovascular de uma hora. Três dias por semana, fazia treinos de alta intensidade com intervalos, quer na bicicleta ou na passadeira. Eventualmente, o treino evoluiu para 30 segundos de alta intensidade com 15 segundos de descanso ao longo de vinte minutos.

Contudo, levantar pesos em gravidade zero não é o mesmo que treinar no ginásio local, como deve imaginar. "A forma como gosto de descrever a experiência é imaginando um sobe-e-desce, sendo que o teu trabalho é levantar um dos lados. Podes fazê-lo com um bench press, com agachamentos ou com peso morto. Mas em vez de teres outra pessoa sentada na ponta oposta do sobe-e-desce, ela também está a fazer força para cima, empurrando o teu lado para baixo", explicou o astronauta em entrevista.

Quanto à dieta alimentar do "homem do espaço", bem, talvez seja similar à ideia que tem em mente. "Tínhamos muito do que chamo de comida de campismo", brincou Vande Hei. "Num dos extremos do espectro está a comida estabilizada termicamente", o que se traduz no "prato principal de uma refeição pronto-a-comer de uma ração militar. Havia rehidratáveis, que eram bastante bons." Fora disso, comia barras de proteína, pacotes de amêndoas, uma grande variedade de café e outras refeições menos saudáveis. "Tínhamos estes recipientes chamados BOBs. Não sei qual era o acrónimo, mas havia um que se chamava sobremesas e aperitivos", em que vinha uma espécie de torta de cereja, brownies e gelados. Por brincadeira, Vande Hei ainda cultivou pimentas, que depois a equipa implementava na alimentação.

Saiba mais astronauta, espaço, exercício físico, alimentação
Relacionadas

Este vinho foi ao espaço e agora está de volta

Foram 12 as garrafas de vinho francês de Bordéus que estiveram em “missão” na Estação Espacial Internacional e que agora regressam à Terra. O propósito maior? Testar os efeitos da gravidade zero neste néctar.

Mais Lidas