Estilo / Beleza & Bem-Estar

Por que é que os homens passam tanto tempo na casa de banho?

De acordo com um estudo realizado no Reino Unido, um terço dos homens britânicos confessa fechar-se na casa de banho para “escapar” à família. “Todos precisamos de um pouco de tempo a sós — para fazer um balanço ou desligar completamente”, alegam.

'Pulp Fiction' (1994)
'Pulp Fiction' (1994) Foto: IMDB
26 de setembro de 2022 | Pureza Fleming

Reza o ditado que os homens são de Marte e as mulheres de Vénus. E, verdade seja dita, em muitas situações da vida, como a conhecemos, esta expressão não poderia ser mais assertiva. É certo que o homem é um animal de hábitos, e que cada qual com as suas manias. Mas há coisas que não se compreendem — pelo menos até serem questionadas e aprofundadas como deve ser. Como por exemplo: por que carga de água é que os homens passam tanto tempo na casa de banho?

De acordo com um estudo realizado, em 2018, pela empresa de casas de banho, Pebble Grey, um terço dos homens no Reino Unido passa mais de sete horas por ano na casa de banho, enquanto "desfrutam de uma pausa" ou "evitam o stress".

Curioso acerca desta questão, um jornalista da Vice desenhou a sua própria pesquisa levando-a a cabo com 38 homens de idades compreendidas entre os 19 e os 55 anos. A pergunta-chave? Quais eram os seus hábitos na casa de banho: 92% relataram que passavam 20 minutos ou mais sentados nos seus tronos de porcelana. Pouco mais de 70% disseram que levavam mais de 30 ou até 40 minutos. E seis homens admitiram ainda passar regularmente uma hora por lá — uma hora!

De forma a obter um termo de comparação, aquele jornalista fez a mesma pergunta a 10 mulheres: todas elas disseram que não passavam mais de 10 minutos na casa de banho.

Segundo o sistema de saúde americano Geisinger, o movimento intestinal médio leva cerca de 12 segundos. Embora às vezes possa demorar mais, a empresa aconselha a que não se passe mais de 10 minutos na casa de banho. O que significa que as mulheres estão no bom caminho, já os homens…

Tanto tempo, para quê?

Questionados acerca daquilo que fazem por lá — na casa de banho — durante aquele tempo todo – além do óbvio – 84% dos homens entrevistados disseram que vasculham as redes sociais, 68% assistem a vídeos e 62% lêem as notícias. Entre outras opções estariam também: ler e-mails e textos (49%), assistir a um episódio de uma série (24%), ler um livro (14%) ou fazer chamadas (8%).

Alguns culparam o "tédio", outros apontaram o "relaxamento" e a "higiene". Mas a resposta mais comum, com quase 80% dos votos, foi a seguinte: os homens ficam tanto tempo na casa de banho de forma a conseguirem "passar algum tempo sozinhos".

Aquele jornalista consultou, igualmente, Benjamin Jackson, um psicoterapeuta especializado em questões masculinas, que deixou claro que os homens podem — e devem — contar com esse tempo a sós de forma a "recuperar os níveis diminuídos de testosterona", causados por pressões como a socialização, o trabalho e até o sexo.

"Eu apelido [esse tempo que os homens passam sozinhos na casa de banho] de tempo da caverna", explicou Jackson à Vice. "Questiono sempre aos homens com quem trabalho onde é que eles conseguem encontrar esse tempo para si mesmos. Quer eles morem em pequenos apartamentos ou em grandes mansões, esse lugar pode muito bem ser, e geralmente é, a casa de banho".

E somou: "A oxitocina [hormona relacionada com o vínculo social e da intimidade] diminui a testosterona, então se reconhecermos um homem que está a passar muito tempo sozinho, é porque ele está realmente a tentar aumentar os níveis de esgotamento para que consiga ser o parceiro [ou o companheiro de casa] que ele sente que deveria ser."

Habitualmente, acrescentou o psicoterapeuta, os homens tendem a realizar "atividades mentais de foco único, tal como assistir a um jogo de futebol ou ler as notícias" para aliviar o stress. "De acordo com os estereótipos básicos de género, os homens preferem pensar e agir nessas situações, enquanto as mulheres preferem sentir e ser", elucidou Jackson. "É por isso que, de um modo geral, conversar com amigos é muito mais importante para as mulheres."

A somar a tudo isto, importa considerar que 63% dos homens que participaram no estudo confessaram que demoravam mais tempo na casa de banho quando se sentiam frustrados no trabalho ou em casa. Isto porque vêem nesta assoalhada um "espaço seguro".

Claramente, a casa de banho é muito mais do que um WC – é um espaço que eles ocupam, também, para alívio psicológico o que, na realidade, diz muito mais sobre o estado mental dos homens do que sobre o porquê deles passarem mais tempo na casa de banho do que mulheres. "A 'caverna' é um lugar importante", assegura Jackson, "desde que não se torne num antro de evasão".

Saiba mais Estudo, Casa de banho, Homens, Reino Unido, Família, Estudo
Relacionadas
Mais Lidas