Estilo / Beleza & Bem-Estar

Como reduzir a retenção de líquidos de forma rápida e saudável

A sensação de inchaço nem sempre é sinónimo de excesso de gordura. A retenção excessiva de água é real, e pode ser eliminada com pequenas mudanças. Descubra quais.

Foto: Pexels
24 de junho de 2022 | Ana Francisca Oliveira

Pode acontecer em qualquer parte do corpo, mas é mais predominante nos pés, nas pernas ou na barriga. Para quem sofre deste mal, existe um simples truque que permite descobrir se é necessário fazer algumas mudanças na rotina diária: basta pressionar firmemente a zona inchada com o dedo, e se a pele retroceder lentamente, é possível que esteja a reter líquidos e precise de fazer uma drenagem. Ou seja, de expulsar a água a mais, contribuindo para um melhor bem-estar geral.

Foto: Pexels

A boa notícia é que, na maioria das vezes, a razão para o excesso de líquidos nos tecidos é inofensiva. Pouco movimento, longos períodos em pé ou sentado, demasiado sal na dieta ou ingestão de medicamentos como anti-depressivos e anti-inflamatórios são alguns dos culpados. Porém, existem outras causas mais graves, como insuficiência cardíaca ou problemas renais.

Foto: Pexels

Como drenar o corpo de forma natural e saudável? Uma rotina física diária e ingestão de bastante líquidos, ainda que contradiório, é fundamental, isto porque, em caso de desidratação, o corpo tende a armazenar a pouca água que tem no organismo, dificultando a sua expulsão. O sal é de evitar, bem como o café e o álcool, e alimentos como espargos, cenoura, pepino, abacate, arroz e frutos vermelhos devem ser adicionados com frequência à dieta alimentar.

Caminhadas, ciclismo e exercícios intensivos são ótimos para estimular o sistema cardiovascular, que por si vai aumentar a circulação sanguínea e nos vasos linfáticos, e por consequência reduzir o inchaço. Em casos severos, uma massagem de drenagem manual pode ser a solução.

Foto: Pexels

A ter ainda em conta que a ingestão de suplementos alimentares para desidratar e perder peso não é aconselhável, especialmente durante longos períodos de tempo, aconselha Daniela Krehl, do Centro de Aconselhamento ao Consumidor do Estado de Baviera, Alemanha, em entrevista ao site da revista GQ alemã. "Pode até ser perigoso para a saúde, já que a pessoa não só fica desidratada, mas também desprovida de minerais. Isso torna-se um problema em particular quando o excesso de potássio é eliminado. Pode levar à disfunção renal ou a insuficiência cardíaca".

Saiba mais Beleza, Inspiração, Saúde, Drenagem, Retenção de Líquidos
Relacionadas

Mito da creatina: antes ou depois de treinar?

Maximizar os resultados dos treinos é o objetivo de todos os que gostam de trabalhar o corpo. Para isto, existem vários suplementos que ajudam a ganhar massa muscular, entre eles a creatina. Descubra qual a melhor altura para ingerir esta substância.

Como evitar dores nas costas durante a corrida

A dor lombar é frequente em pessoas que praticam muito exercício físico. O médico desportista Jordan D. Metzl partilha quatro dicas para prevenir o desconforto nas costas durante e depois a corrida.

Mais Lidas