Viver

Os atletas mais bem pagos dos Jogos Olímpicos 2020

Durant e Osaka são apenas dois dos dos nomes que figuram na lista em que não há nenhum representante português.

Kevin Durant nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro
Kevin Durant nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro Foto: Getty Images
22 de julho de 2021 | Joana Moreira

O grande objetivo é a medalha. Mas até lá chegar há um grande caminho a percorrer, que inclui, entre outras coisas, treinos, equipamentos de topo, treinadores, viagens e salários, claro está. Com os Jogos Olímpicos prestes a começar em Tóquio (depois de adiados à conta da pandemia), a revista Forbes, especializada no mercado financeiro, divulgou a lista dos atletas mais bem pagos.

Se por um lado há quem precise de acumular vários empregos para suportar os custos do respetivo treino ou mesmo criar campanhas de angariação de fundos online, há também quem ganhe milhões para competir – mais precisamente 75 milhões de dólares (quase 64 milhões de euros), valor acumulado pelo basquetebolista Kevin Durant no último ano.

A lista, compilada pela Forbes e agora revelada, inclui atletas de apenas três desportos: ténis, golfe e basquetebol. Há apenas uma única mulher. Para determinar os que auferem mais e assim ocupam o pódio, a revista contabilizou os rendimentos entre 1 de maio de 2020 e 1 de maio de 2021, com base em conversas com membros da indústria. Os valores representados incluem não só prémios monetários, salários e bónus, como também patrocínios de marcas, licenciamentos e aparições públicas pagas. No total, os nove atletas auferiram 53 milhões de dólares no último ano.

Veja abaixo quem consta no ranking.

9. Jrue Holiday, 23 milhões de dólares
Jrue Holiday, jogador de basquetebol
Jrue Holiday, jogador de basquetebol Foto: Getty Images

A lista encerra com mais uma figura do basquetebol dos Estados Unidos. Com 31 anos e uma carreira na NBA de 12 anos, Jru Holiday vai representar o seu país pela primeira vez nestes Jogos Olímpicos. Para chegar aos 23 milhões de dólares anuais estimados pela Forbes terão ajudado contratos com marcas como a Nike, Microsoft, ONYX e Panini.

8. Khris Middleton, 27 milhões de dólares

Jogador dos Milwaukee Bucks, Khris Middleton arrecadou 27 milhões de dólares no último ano. O basquetebolista de 29 anos tem parcerias com a Nike, Verizon, Panini ou a Unilever, mas é do campo que vem quase todo o seu rendimento, diz a Forbes.


7. Kei Nishikori, 30,5 milhões de dólares

O tenista japonês de 31 anos conseguiu alcançar a medalha de bronze em 2016, no Rio de Janeiro, levando para o seu país a primeira medalha na modalidade em 96 anos. Há grande expetativa para a prestação em Tóquio deste atleta apoiado por marcas como Japan Airlines, Lixil e Nissin.


6. Devin Booker, 30,5 milhões de dólares

Os patrocínios de Booker incluem a gigante Nike e o jogo Call of Duty. Com apenas 24 anos, o basquetebolista profissional que joga pelos Phoenix Suns já foi comparado a Kobe Bryant – apesar de o próprio ter admitido à ESPN que "nunca deveria ser comparado a Kobe". De acordo com a Forbes, o jogador auferiu no último ano 30,5 milhões de dólares.

5. Rory McIlroy, 32 milhões de dólares
Rory McIlroy, jogador de golfe
Rory McIlroy, jogador de golfe Foto: Getty Images

É o único profissional de golfe da lista. Foi o jogador mais jovem a figurar no top 50 do ranking mundial – começou a jogar profissionalmente em 2007, com apenas 18 anos. Hoje, o golfista de 32 anos da Irlanda do Norte tem rendimentos na ordem dos 32 milhões de dólares, garante a Forbes, graças a, entre outros feitos, parcerias com marcas como a Nike, a Omega ou o UnitedHealth Group.

4. Novak Djokovic, 34,5 milhões de dólares

Com 34 anos, Djokovic igualou este mês Roger Federer e Rafael Nadal como tenistas com mais títulos (20) em provas do Grand Slam. O atleta da Sérvia chegou a afirmar estar na dúvida sobre a sua participação nestes Jogos Olímpicos, mas acabou por avançar para a competição. Apesar de ser o tenista número 1 na modalidade, o melhor resultado de Djokovic nos JO foi a medalha de bronze em Pequim, em 2008.

3. Damien Lillard, 40,5 milhões de dólares

Adidas, Gatorade, Hulu e 2K Sports são alguns dos patrocinadores da estrela da NBA Damien Lillard. O basquetebolista norte-americano de 31 anos, que joga pelos Portland Trailblazers, tem também uma carreira no rap, com três álbuns lançados e até uma editora discográfica.

2. Naomi Osaka, 60 milhões de dólares

Naomi Osaka, tenista
Naomi Osaka, tenista Foto: Getty Images

A jovem tenista correu a imprensa recentemente ao alertar para a importância da saúde mental dos atletas. Agora, Osaka volta a ser manchete, uma vez que é a única mulher a figurar neste pódio. A tenista do Japão tem apenas 23 anos e pelo segundo ano consecutivo ultrapassou o recorde de Serena Williams enquanto atleta feminina mais bem paga. Louis Vuitton, Levi’s ou Barbie são apenas três das marcas com quem tem ligações comerciais.

1. Kevin Durant, 75 milhões de dólares

O jogador de basquetebol dos Estados Unidos da América tem 32 anos e é o atleta com mais rendimentos a participar nas Olimpíadas de Tóquio. A revista estima que o valor anual que este aufere se fixe nos 75 milhões de dólares (cerca de 64 milhões de euros). O jogador dos Brooklyn Nets já tem duas medalhas de ouro e é a terceira vez que participa nos Jogos Olímpicos.



Saiba mais Estados Unidos da América, Tóquio, Forbes, desporto, jogos olímpicos, , Kevin Durant, Kobe, Naomi Osaka
Relacionadas
Mais Lidas