Prazeres

Suba, desfrute, e aprecie a vista

O rooftop bar do encantador Verride Palácio Santa Catarina é o spot ideal para desfrutar de um fim de tarde ameno, com vista sobre a cidade, enquanto se provam as iguarias do chef Fábio Alves.

11 de setembro de 2020 | Rita Silva Avelar
Os encantos do rooftop bar do Verride começam à chegada: tem uma vista esplêndida sobre Lisboa, que nos permite ir vendo o sol descer sobre a cidade se formos jantar. Se quisermos, podemos fazê-lo até subindo mais uma escadaria, que leva ao miradouro 360º que proporciona uma vista rara sobre o Tejo e a cidade. Mas as boas razões para visitar este rooftop bar, que é agora o terraço do Suba (e que se mantém como bar apenas para os clientes do restaurante), não ficam por aqui. Começam, aliás, nas sugestões do talentoso e jovem chef Fábio Alves, que apostou numa carta veranil para abrir a "temporada pós quarentena" e resgatar o verão "perdido". João Silva, hotel manager do Verride Palácio Santa Catarina, explica que "todas as medidas de segurança obrigatórias e não obrigatórias foram implementadas. Queremos que as pessoas possam usufruir do espaço em segurança. Dar uma esplanada ao Suba vem no seguimento de as pessoas quererem espaços mais abertos."
Carabineiro com manga grelhada e gaspacho de manga, maionese de alho negro fermentado nas cozinhas do Suba, acompanhado de quinoa negra ligada com cacau e espuma à base de carabineiro.
Carabineiro com manga grelhada e gaspacho de manga, maionese de alho negro fermentado nas cozinhas do Suba, acompanhado de quinoa negra ligada com cacau e espuma à base de carabineiro.

Para começar, o Suba propõe um copo no rooftop bar que tem vários cocktails à disposição, seguido de uma refeição na esplanada, ao ar livre, ou no interior do restaurante, onde o rio e a cidade também fazem boa companhia. Na carta idealizada pelo chef, sobressaem os sabores sazonais, de mar e de terra, bem como os vegetais frescos e saborosos. "A renovação total da carta acontece uma vez por ano, no início. Depois vamo-nos adaptando à sazonalidade, aos produtos da época, que vão ao encontro daquilo que os clientes procuram. Sabores mais frescos no verão, mais quentes no inverno" acrescenta João Silva.

Mil folhas de porco bísaro com favas e cogumelos
Mil folhas de porco bísaro com favas e cogumelos

Se ficar à revelia da escolha do chef, podem chegar-lhe à mesa amuse bouche tais como tosta de tomate com gel de caldo verde e sardinha fresca, e entradas surpresa como salmão com alga noli (vem numa misteriosa caixa), ou ainda a intensa combinação de carabineiro com manga grelhada e gaspacho de manga, maionese de alho negro fermentado nas cozinhas do Suba, acompanhado de quinoa negra ligada com cacau e espuma à base de carabineiro.

Chef Fábio Alves.
Chef Fábio Alves.

Nos pratos principais, sobressaem propostas como o robalo com topinambur e açorda (€22) ou mil folhas de porco bísaro com favas e cogumelos (€23). São apenas exemplos de pratos que se incluem nas criações do chef, e que podem ser apreciadas em três menus de degustação, com valores entre os 50€ e os 110€ (sem bebidas incluídas), estando também disponível o serviço à carta. No fim, a sobremesa de tomilho limão com chocolate é uma surpresa, pois a forma de um limão alude aos paladares mais ácidos, mas o seu interior é uma "bomba" de doçura.

Sobremesa tomilho limão com chocolate.
Sobremesa tomilho limão com chocolate.

Durante a semana, ao almoço de terça a sexta-feira, o SUBA propõe também um menu executivo, renovado semanalmente, e sempre com duas opções de entrada, prato principal e sobremesa, por um valor de 25€, sem incluir as bebidas. Às várias opções disponíveis, junta-se ainda o novo menu de degustação do chef (65 por pessoa, sem bebidas incluídas) um menu de degustação com cinco momentos onde é possível provar algumas surpresas.

Rooftop bar do Suba.
Rooftop bar do Suba.

Onde? Rua de Santa Catarina, 1, Lisboa Quando? De terça-feira a sábado das 12h30 às 15h, e das 19h30 às 23h Reservas 21 157 3055

Saiba mais Palácio Santa Catarina, Verride, Rua de Santa Catarina, Rooftop Bar, Lisboa, Tejo, Suba, Fábio Alves, Chef, Gastronomia, Restauração
Relacionadas

Assim se abre uma garrafa de vinho a fogo

É uma das experiências mais procuradas pelos amantes do vinho do Porto, e garante que os vinhos considerados "vintage" sejam apreciados com o maior requinte e qualidade. Veja o vídeo.

Chegou o Barca Velha, o rei da vinha

“Chegou o Leão!” Boa frase para levantar qualquer sportinguista da cadeira, mas aqui não estamos para falar de futebol e sim para apreciar bons vinhos. O melhor de todos, dirão. O Barca Velha.

Mais Lidas
Gourmet Qual é o segredo do charme do Bairro Alto Hotel?

Não se pode dizer que os espaços de hotelaria abrem, hoje, à mesma velocidade que os de restauração. Mas a afluência turística elevou a qualidade da oferta a um patamar alto, na capital lisboeta. O que é que torna o reaberto Bairro Alto Hotel tão distinto, convidativo e, enfim, especial?