Prazeres

Dos negócios ao romance, restaurantes para todos os momentos e companhias

Em 2023, a MUST sugere cinco restaurantes para visitar ora com a família e até animais de estimação, ora com parceiros de negócio e amigos de sempre, sem esquecer, claro, os encontros românticos. Afinal, a companhia é o mais importante (ou quase).

Foto: Rio de Prata
06 de janeiro de 2023 | Must e Ana Filipa Damião

Almoço e programa de família

Tudo está a mudar na Praia da Conceição, em Cascais, onde os últimos tempos trouxeram várias novidades gastronómicas. Entre elas está o Emma, junto ao terminal de comboios e com vista para a marina, que, ao lado do Sup Com Alma, ocupa a concessão da pequena praia. No interior, com janelas rasgadas e motivos marítimos nas paredes, provam-se pratos descomplicados, muitíssimo frescos e cheios de cor, como o ceviche do dia ou o gaspacho da casa, mas também tacos e croquetes, saladas várias e hambúrgueres gulosos. Pratos tradicionais com um twist, como o bacalhau e o polvo, também se encontram por aqui, ao lado de um bom menu de crianças.

Restaurante Emma.
Restaurante Emma. Foto: Emma

Lá fora, uma panóplia de atividades de mar, dependentes do bom tempo, é certo, mas uma vez que estamos a falar de Portugal, a probabilidade de conseguir fazer uma tour de paddle, experimentar sup yoga pela primeira vez (sabe, em cima da prancha, no mar mesmo), andar de canoa havaiana ou, mais radical, testar uma surfbord elétrica eFoil de 14mil euros e 30kg (que, já agora, atinge os 18km/h sobre a água), poderá ser viável. Um programa para impressionar a família, sobretudo se estivermos a falar de adolescentes.

Menu do restaurante Emma.
Menu do restaurante Emma. Foto: Emma

Onde? R. Frederico Arouca, Cascais. Quando? De terça-feira a domingo, das 10h às 18h. Reservas: 214 865 138

Onde os patudos entram

Na serena Praça das Flores, em Lisboa, totalmente alheio à envolvente desenfreada, encontramos o clássico Pão de Canela. Há mais de vinte anos naquele lugar, é casa para muitos. Todo ele friendly da esplanada, à comida familiar, ao staff sempre disponível não admira nada que também esteja aberto aos amigos de quatro-patas. Os cães Rolph, Fausto ou Milo são, por isso, habitués. É comum também, pais juntarem-se ali, ao final do dia, a beber um copo ou um refresco, com os filhos a brincar no parque em frente. Divide-se entre restaurante e café, com uma zona interior recentemente renovada e uma esplanada calma.

Menu do restaurante e café Pão de Canela.
Menu do restaurante e café Pão de Canela. Foto: Pão de Canela

Ideal para descomprimir, sem pensar em trabalho. Sugerimos que comece pelo brunch de fim de semana, um buffet com um valor simpático por pessoa, que não se desdobra em extensão, mas tem tudo o que é necessário e ainda umas surpresas boas como o rosbife e o atum braseado, o chá gelado caseiro, as minipanquecas e scones e ainda os ingleses baked beans. No comando geral da cozinha está a chef Joana Duarte, antiga sous chef de Henrique Sá Pessoa, mais um plus

Brunch de fim de semana do Pão de Canela.
Brunch de fim de semana do Pão de Canela. Foto: Pão de Canela

Onde? Pç. das Flores 25 a 29, Lisboa. Quando? De segunda-feira a domingo, das 8h às 23h. Reservas: 213 972 220

Para fazer bons negócios

Na nobre Avenida da Liberdade, eixo principal do comércio de luxo em Lisboa, mas também zona de imponentes hotéis e restaurantes, ficam ainda as sedes de várias empresas do país. É por isso, por excelência, um bom local para fechar acordos ou almoçar com colegas de trabalho. Neste ambiente cosmopolita e produtivo, surge o renovado Matiz, conhecido anteriormente como AdLib, o restaurante do Hotel Sofitel Lisboa, de que já lhe havíamos falado aqui. Com um ambiente pintado em preto e dourados, está mais luminoso, contanto agora com janelas amplas viradas para a cidade e peças Vista Alegre dispostas na sala, que emana sofisticação por todos os cantos.

Restaurante Matiz.
Restaurante Matiz. Foto: Óscar Romeno
Há algo, contudo, que permanece igual: a autoridade do chef alemão Daniel Schalaipfer, que há mais de uma década aqui faz uma interpretação pessoal da cozinha portuguesa contemporânea. De uma carta diversa em constante mutação, com menus de almoço executivo, mas também jantares, o destaque vai para os pratos frescos feitos com ingredientes sazonais. Sugerimos as vieiras salteadas com molho holandês como quebra-gelo, o bacalhau confit como recomendação segura e o bife Matiz com soufflé de batatas e legumes grelhados para os mais conservadores. Nas sobremesas, passe pela vitrine da pâtisserie parisiense e escolha a sua perdição favorita. Finalmente, a garrafeira, que conta com uma centena de referências, é mais um bom argumento para fechar negócio.

Menu do restaurante Matiz.
Menu do restaurante Matiz. Foto: Óscar Romeno
Onde? Av. da Liberdade 127, Lisboa. Quando? Aberto todos os dias das 12h30 às 15h e das 19h30 às 22h30. Reservas: 213 228 350

Entre amigos

O Rio de prata, uma espécie de aquário com vista para as águas do Tejo, nas margens do jardim de Braço de Prata, Lisboa, é o primeiro restaurante a ser inaugurado no complexo Prata Riverside Village. Bernardo Ventura, o dono, queria que este fosse um sítio onde as pessoas pudessem desfrutar de boa comida num ambiente clean e descontraído, pensado de modo a que os elementos interiores não se sobrepusessem à natureza exterior. A par do clima tranquilo, o menu inspirado na gastronomia portuguesa faz do restaurante o cenário ideal para jantares de amigos ou para petiscar ao balcão, até porque as entradas são variadas e pensadas para partilhar, como as chamuças de pato ou os ovos rotos. Bernardo e Carla Sousa, a chef do Rio de Prata (já passou por restaurantes como o Sítio, do Valverde Hotel), queriam realçar o melhor dos sabores nacionais, ao mesmo tempo que privilegiam a sazonalidade e a localidade dos produtos.

Menu do restaurante Rio de Prata.
Menu do restaurante Rio de Prata. Foto: Rio de Prata

Recomendamos, por isso, as bochechas estufadas com puré de castanhas e maçã, o atum braseado com xerém e berbigão e a couve flor assada na lenha com tomate concasse. Não esquecemos as deliciosas sobremesas, fruto da perícia da pasteleira Ângela Sousa, nem a massa folhada do mil-folhas de pistachio e sorbetfeita na cozinha aberta do restaurante. Ao longo das duas salas, esplanada e balcão predominam materiais como a madeira, o aço corten e o cimento, inspirados na zona industrial envolvente, bem como linhas fluidas, demonstradas no formato ondulado do bar e na escultura de alumínio de Valentim Quaresma, que simboliza um rio de prata. As majestosas janelas do chão ao teto deixam entrar a luz natural, outro ponto-chave do restaurante.

Restaurante Rio de Prata.
Restaurante Rio de Prata. Foto: Rio de Prata

Onde? R. F aos Jardins Braço de Prata Lote 8 Bloco D Loja 6 Lisboa, 1950-132. Quando? De quarta a sexta-feira aberto das 12h30 às 15h e das 18h30 às 23h (sexta-feira encerra à meia-noite). Sábado das 12h30 à meia-noite e domingo das 12h30 às 17h. Reservas: 218 681 080

Para um encontro romântico

O restaurante Fogo do chef Alexandre Silva cumpre todos os requisitos para arrebatar alguém à mesa. O ambiente intimista e escuro, os cadeeiros estilizados, a luz quente e a lenha disposta nas paredes criam aconchego e um clima de proximidade. Depois do estrelado Locco, o ambicioso chef português apresenta-nos uma cozinha autoral tradicional, onde tudo passa pelas brasas. Um recriar do receituário português onde este elemento dinâmico – o fogo – se torna, de alguma forma, protagonista em todos os pratos, das entradas aos principais, tanto carne como peixe e até nas sobremesas.

Restaurante Fogo.
Restaurante Fogo. Foto: Fogo

Mais recentemente, foi apresentada uma novidade, o menu de degustação a derradeira imersão pela tradição e raízes portuguesas. Se quiser fazer bonito por si, pedindo à carta, sugerimos as ostras na brasa com manteiga fumada e óleo de salsa e a gamba branca do Algarve. Touché! Entre os pratos do mar, terá mesmo de experimentar a cremosa pescada de Anzol com molho de manteiga e alho, e, nas sobremesas, o mil folhas e a sericaia com toque forte de canela são opções seguras. Já os morangos grelhados com fava tonka são bons para partilhar, o que fica sempre bem num date.

Menu do restaurante Fogo.
Menu do restaurante Fogo. Foto: Fogo

Onde? Av. Elias Garcia 57, Lisboa. Quando? De terça-feira a sábado das 12h30 às 16h e das 19h às 00h30. Reservas: 217 970 052

Saiba mais Restaurantes, Emma, Pão de Canela, Matiz, Rio de Prata, Fogo, Lisboa, Cascais
Relacionadas

Mercado da Vila: o restaurante açoriano que reúne 4 cozinhas num só teto

Rúben Pacheco Correia tinha uma ideia, mas não podia concretizá-la sozinho. Por isso, juntou quatros chefes especialistas em diferentes gastronomias - Roberto Mezzapelle (italiana) Rui Paula (moderna), Donária Pacheco (açoriana) e Paulo Morais (oriental) - para ajudá-lo a erguer o Mercado da Vila, em São Miguel.

Guia. A oeste (sempre) tudo tão novo

De São Pedro de Moel, em pleno Pinhal de Leiria, até à Foz do Sizandro, já no limite sul do concelho de Torres Vedras, são pouco mais de 100 quilómetros, num dos mais bonitos e variados troços do litoral português, que nesta altura do ano, ainda tão distante das enchentes estivais, ganha ainda mais encanto.

Mais Lidas
Artes Gina Lollobrigida. A vida da estrela italiana em fotografias

Partiu um dos maiores nomes do cinema italiano, aos 95 anos. Ao longo da sua carreira, Gina Lollobrigida participou em 60 filmes e ganhou sete David di Donatello, considerado o Oscar de Itália. La Lollo, como era conhecida, destacou-se em obras como "Pão, Amor e Fantasia" (1953) e "A Mais Bela do Mundo" (1955). Recordamo-la nesta fotogaleria.

Prazeres 9 Aldeias do Xisto para visitar uma vez na vida

Algures, no centro de Portugal, há lugares com cheiro a lenha e pão acabado de fazer, onde o tempo ainda corre ao ritmo da natureza. Na rede das Aldeias do Xisto, os saberes e tradições são o ponto de partida para partir à descoberta de um vasto e variado território, que nesta altura do ano ganha ainda mais encanto