Viver

Império de Gerard Piqué. Como é que o jogador criou a sua fortuna?

De bebidas para desportistas a direitos de transmissão, os diversos investimentos do jogador do FC Barcelona parecem não ter fim.

Gerard Piqué na Copa Davis Davis by Rakuten 2021 em Madrid, Espanha.
Gerard Piqué na Copa Davis Davis by Rakuten 2021 em Madrid, Espanha. Foto: Getty Images
02 de setembro de 2021 | Ana Damião

O FC Barcelona está a passar por uma crise financeira nos últimos tempos, e prova disso é a a saída de Messi do clube, que tal como Gerard Piqué, levou um corte no salário. Até agora, o defesa central recebia 11 milhões de euros por ano, estando a receber menos de metade atualmente, de acordo com a Forbes espanhola.

Gerard Piqué durante o jogo entre o FC Barcelona e o Olympique Lyonnais na Champions League da UEFA, em 2019.
Gerard Piqué durante o jogo entre o FC Barcelona e o Olympique Lyonnais na Champions League da UEFA, em 2019. Foto: Getty Images

Contudo, Piqué não se deixa abalar. Além de ser jogador de futebol, é também conhecido por ter olho para o negócio. O espanhol de 34 anos é fundador da empresa Kosmos Holding, que gere com o sócio Hiroshi Mikitani, CEO da Rakuten, um conglomerado tecnológico japonês que oferece uma série de serviços e também patrocina o Barcelona.

Aliás, o último investimento efeituado pela Kosmos foi nada mais nada menos que a aquisição dos direitos audiovisuais da Liga Francesa em Espanha para as três próximas temporadas. O momento pareceu ser o melhor, que aproveitando a entrada de Messi no Paris Saint-German, vendeu rapidamente a transmissão do primeiro jogo do argentino. Transmissão esta que foi comprada pela MediaSet Espanha, que a transmitiu na rede de televisão Telecinco, e pelo streamer Ibai Llanos, que já tinha trabalhado com o defesa para que a Copa América pudesse ser vista em Espanha.

Os investimentos do empresário estão um pouco por todo o lado no universo do desporto. Em 2018, a Kosmos Holding comprava o CF Andorra, que se encontrava numa situação financeira delicada. A empresa está igualmente relacionada com a Copa Davis, o torneio de ténis mais importante da seleção espanhola, mundialmente.

Relativamente a negócios noutras áreas, o jogador de futebol é ainda proprietário da Kerard Project 2006 SL, uma empresa de compra e venda de ativos imobiliários, desde terrenos a armazéns industriais, sendo que também está à frente de várias marcas: uma de óculos de sol e outra de bebidas isotónicas para desportistas.

Saiba mais Gerard Piqué, FC Barcelona, Kosmos Holding, Messi, Forbes, desporto, futebol, Rakuten, primeira liga francesa, transmissão de jogos, negócios, empresário
Relacionadas
Mais Lidas