Prazeres / Sabores

Casa Reia. O bar de praia onde se come mesmo bem. E ainda nos divertimos.

A Casa Reia, na Cabana do Pescador, é um Beach Club cheio de estilo onde se comem os melhores vegetais, peixes e mariscos da costa portuguesa. Não é exagero, vão lá provar e depois digam-nos se não temos razão.

Foto: Renato de Val
25 de julho de 2022 | Bruno Lobo

Só na cozinha da Casa Reia estão mais de 30 cozinheiros, liderados por três grandes chefs: Udi Barkan, um israelita de sorriso largo, seduzido por Portugal e com uma paixão por tudo o que são vegetais; o brasileiro Dário Costa, conhecido no Brasil como o "talhante do mar" pela sua destreza no uso do fogo e confeção de peixes e mariscos; e pelo também brasileiro

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Saiba mais Sabores, Bar, Praia, Verão, Casa Reia
Relacionadas

Gastronomia nacional, vinho verde e Arte Sacra. Bem-vindos à Casa da Calçada

São inúmeras as maravilhas por descobrir no centro histórico de Amarante, de experiências fine dining no Largo do Paço, às mãos do chef Tiago Bonito, à magnífica estada, digna de um rei, num palácio do século XVI, na Casa da Calçada. Sem esquecer, claro, o menu de degustação no restaurante Real, no Porto, criado pelo chef Hugo Rocha.

Mais Lidas
Sabores Vinhos jovens ou envelhecidos?

Numa altura em que se comemora o Dia Internacional da Juventude, há sugestões de vinhos – onde a idade importa – para novos consumidores e para os mais conhecedores.

Sabores Bons vinhos para atualizar a garrafeira em agosto

As vinícolas não podem parar e há quem lance novidades. Um branco e um rosé, ambos reservas, um do Douro e outro do Dão, um espumante de Vinhão dos verdes, um branco que já é quase um clássico e dois vinhos do Porto para fechar em beleza.