Prazeres / Lugares

Todos os caminhos vão dar ao brunch do Dear Breakfast, e à sua pop up de verão

Julien Garrec expandiu o Dear Breakfast e inaugurou um restaurante pop-up que serve um 'bottomless' brunch, ou seja, com cocktails à discrição.

25 de maio de 2021 | Rita Silva Avelar

Julien Garrec, o jovem de 33 anos que em 2017 abriu o Dear Breakfast, desconstrói com graça e mestria receitas a partir de dois ingredientes: ovos e abacate. É em torno deles que gira o menu deste restaurante, onde o pequeno-almoço se confude com o almoço, e o almoço com o lanche. E que agora também chega em modo pop up a um terraço em Santos, durante seis meses, para servir um bottomless brunch. Mas já lá iremos.

O restaurente da Bica, em Lisboa, o primeiro a abrir, foi aumentado depois de Julien adquirir o número do lado. Da cozinha do Dear Breakfast continuam a sair várias versões dos ovos, como é o caso dos Benedict, regados com o molho holandês sob uma crepitante fatia de bacon, pousada em pão brioche, acompanhados de batatas crocantes com ervas aromáticas ou dos Rancheiros Saudáveis, ovos fritos, tortilha, feijão preto, abacate, tomate, queijo feta. "A nossa ideia é servir um pequeno-almoço com qualidade, e ter mais espaço para receber os nossos clientes" explica-nos o mentor do Dear Breakfast. O restaurante mantém-se minimalista, em tons claros, cheio de flores e apontamentos elegantes na decoração.

Bottomless brunch no Flat.
Bottomless brunch no Flat.

O menu, como referimos, gira em torno dos ovos. Julien inspirou-se na temporada em que viveu em Nova Iorque, onde o brunch sempre foi tendência. "Os brunchs já eram 'a cena'. Fiquei entusiasmado, e quando cheguei a Lisboa – onde me sinto em casa desde que visitei a cidade pela primeira vez há 10 anos – adorei ." Quando aterrou na capital portugueasa arrendou um apartamento em Santos, e não perdeu tempo até abrir o Dear Breakfast. Tinha uma certeza: queria apostar nos produtos locais. Por isso foi sempre deu primazia a ingredientes vindos de pequenos fornecedores, quase exclusivamente, procurando matéria prima de qualidade. "A minha paixão é encontrar bons produtos, novos distribuidores" confessa, dizendo que não é grande cozinheiro mas que tem um super chef na cozinha do Dear Breakast para cumprir essa missão.

Bottomless brunch no Flat.
Bottomless brunch no Flat.

Além do restaurante na Bica, tem também morada no Chiado, na Calçada de São Francisco, e abriu recentemente uma pop-up num terraço em Santos, o Flat, dedicado ao conceito de bottomless brunch - sim, a tradução é "interminável". De segunda a sexta, servirá a carta comum do Dear Breakfast, e ao fim de semana há bottomless brunch, um conceito pouco explorado em Portugal, no qual se pode acompanhar a refeição com cocktails "sem fim", como Mimosas, Aperol Spritz, Bloody Mary ou Margueritas (€20 por pessoa). 

Onde? Rua das Gaivotas, 17. Quando? Segunda a sexta das 9h às 16h e sábado e domingo das 9h às 17h. Reservas 96 48 671 25

Saiba mais Brunch, Dear Breakfast, Julien Garrec, Santos, Bottomless, Flat
Relacionadas
Mais Lidas
Lugares Quatro dias no Monte do Hermínio

Burel deixou de ser apenas uma lã feita a partir das ovelhas da Serra da Estrela. É uma marca portuguesa de um casal que apostou na recuperação do património do Interior, onde mantém dois hotéis e uma fábrica.