Estilo / Relógios e Jóias

Os melhores relógios de mergulho até 1000 euros

Tempo é dinheiro, como se costuma dizer, mas com estes relógios automáticos pode ter a certeza de que o dinheiro é bem gasto.

Foto: Doxa
26 de agosto de 2022 | Bruno Lobo

Não é segredo nenhum que os relógios de mergulho são uma das categorias mais populares no mundo dos relógios automáticos. São intemporais, desportivos, robustos e, cada vez mais, elegantes e versáteis. Aquilo que antigamente era considerado uma peça de fim de semana é, hoje, um relógio do dia-a-dia, para usar no escritório e mostrar num jantar com amigos.

Claro que muitos imaginam um Rolex, um Blancpain ou um Omega quando pensam em relógios de mergulho, mas há muitas outras marcas neste universo que merecem a nossa atenção. E ainda por cima são mais baratas - e ninguém devia estar tão preocupado em não estragar um relógio que promete uma boa dose de aventura…

Doxa SUB 200

A Doxa pode não ser um nome muito conhecido em Portugal, mas é uma das marcas mais icónicas em relógios de mergulho desde os anos 1960, época em que o mergulho se começou a tornar numa atividade recreativa e um Doxa foi várias vezes visto no pulso de Jacques-Yves Cousteau. É uma das marcas mais antigas da indústria, também, com início em 1889. Ou seja, herança e autenticidade estão lá, e este SUB 200 representa a porta de entrada na gama, com os seus três ponteiros, luneta unidirecional e data. É simples e direto, e está disponível em sete cores diferentes, algumas bem vivas, o que lhe confere um toque divertido. Lá dentro, bate um movimento suíço ETA 2824-2, que tantas provas deu em fiabilidade e precisão. Custa 950 euros e será difícil encontrar melhor por este preço. A não ser, talvez, no próximo modelo…

Doxa SUB 200
Doxa SUB 200 Foto: D.R

Certina DS SuperPH500M

Em 1969, um grupo de cientistas viveu dois meses num laboratório subaquático chamado Tektite I. No pulso levavam o antepassado deste modelo, que se portou maravilhosamente. Hoje, a Certina recriou o relógio, em todo o seu glorioso estilo retro, mas com um novo movimento próprio – o Powematic 80 - capaz de umas impressionantes 80 horas de reserva de marcha (o normal são 38 ou 42 horas) e com uma não menos impressionante estanquicidade de 500 metros e bracelete feita com plásticos retirados do oceano. Preço: 910 euros, à venda na Boutique dos Relógios.

Certina DS SuperPH500M
Certina DS SuperPH500M Foto: D.R

Seiko SRPF77, Dark Manta

A Seiko é, claramente, uma das marcas mais fortemente associada a este tipo de relógios, onde mantém uma longa associação com a PADI, a Associação Profissional dos Instrutores de Mergulho. Este tem a típica caixa "tartaruga" da Seiko, e um mostrador onde é possível ver jamantas a nadar, daí a alcunha de "Dark Manta". É também uma edição especial Save the Ocean, o que significa que parte dos lucros vão precisamente para ajudar a proteger estas magníficas criaturas. Movimento Seiko 4R36, estanque até aos 200 metros e com uma etiqueta de 640 euros.

Seiko SRPF77, Dark Manta
Seiko SRPF77, Dark Manta Foto: D.R

Unimatic UC1-F Dive Watch

É, sem dúvida, o mais minimalista de todos os modelos aqui apresentados e, ao mesmo tempo, aquele com o design mais sofisticado. Branco e negro, luneta rotativa nua, caixa em aço mate… é um relógio feito para a cidade, mas também para explorar as profundezas dos oceanos. Uma elegância explicada provavelmente pelo facto da Unimatic ser italiana, e não suíça ou de qualquer outro país. É uma marca nascida já em 2015, mas que tem vindo a conquistar cada vez mais nerds dos relógios (sim, também existem). Lá dentro está um "nada-de-mal-para-dizer" movimento Seiko NH-35 que, sendo japonês e não suíço, justifica o preço de 525 euros, mais em conta.

Unimatic UC1-F Dive Watch
Unimatic UC1-F Dive Watch Foto: D.R

Le Forban Sécurité Mer, La Brestoise

Quase um renascimento, Le Forban Sécurité Mer recria essa outra Le Forban que, nos anos 1960, equipava a marinha nacional francesa e os seus corpos de mergulhadores. O "primeiro relógio submarino francês", como se lia numa publicidade da altura. Este La Brestoise (no feminino, que os franceses dizem une montre) baseia-se no modelo original e oferece um toque neo-retro absolutamente irresistível. Mais um movimento Miyota 8215, outro mecanismo com uma longa história de fiabilidade na indústria, e 150 metros de estanquicidade. Preço: 490 euros.

Le Forban Sécurité Mer, La Brestoise
Le Forban Sécurité Mer, La Brestoise Foto: D.R
Saiba mais Relógio de Mergulho, Unimatic, Seiko, Certina, Doxa, Le Forban Sécurité Mer
Relacionadas

IWC: Uma portuguesa em terras suíças

A IWC surpreendeu recentemente com uma nova coleção de Pilot Watches, muito high tech e com caixa em cerâmica colorida. A MUST esteve à conversa com uma das responsáveis pela novidade, a portuguesa Joana Ribeiro.

O que sabemos sobre o novo Apple Watch Ultra?

A par do lançamento do iPhone 14 e dos headphones AirPod Pro, a Apple revelou os novos relógios, que prometem ser uma grande tendência nesse universo. Este é apenas o segundo design desde a introdução dos relógios no mercado, em 2015.

Mais Lidas