Viver

Conheça alguns truques para remover nódoas de vinho tinto (e não só)

Como em tudo o que há de bom, também o vinho tem um lado mau e que pode deixar marcas. Referimo-nos às nódoas que o néctar do deuses pode deixar na roupa — ou então não. Siga alguns conselhos e salve a sua camisa preferida.

Vicky Cristina Barcelona (2008)
Vicky Cristina Barcelona (2008) Foto: IMDB
29 de junho de 2020 | Pureza Fleming

"Boa é a vida, mas melhor é o vinho", já dizia o poeta Fernando Pessoa. Dúvidas quanto à relação de amor entre os portugueses e o vinho ainda houvesse, dados fornecidos pela Organização Internacional da Vinha e do Vinho, em 2018, confirmam: somos o país que mais bebe vinho por pessoa no mundo, com mais de 51 litros por português ao ano. Afinal, este néctar dos deuses encontra-se perfeitamente enraizado na gastronomia nacional e é parte integrante de uma identidade preservada ao longo de anos. No entanto — porque tudo o que é bom na vida implica um "no entanto", — esta é uma bebida que pode trazer algumas dores de cabeça bem como dissabores. E não, não nos referimos à ressaca porque para essa há outras soluções. Referimo-nos ao tom do vinho tinto. Da sua cor que nos mancha os dentes; da sua cor que, se não estivermos permanentemente atentos, nos pode pintar a boca de um vergonhoso preto arroxeado e, pior ainda, das nódoas que pode deixar na roupa quando o caldo é, literalmente, entornado. Que homem nunca viu a sua camisa branca preferida ser brindada por um copo daquele néctar que de tão bom que é faz questão de deixar marca por onde passa? Facto é que tal pode não ser o fim do mundo (daquela camisa ou daquelas calças lindas de linho branco). Há soluções que podem ser adoptadas e que prometem salvar a roupa de uma nódoa que de trendy não tem nada.

 

A PMC Wine & Food, empresa dedicada à comercialização de vinhos de pequenos produtores nacionais e das suas marcas próprias Malandra e Jaburu, revelou à MUST cinco truques de como remover este tipo de nódoas.

 

  1. Rapidez é a chave

O mais importante de tudo é limpar o excesso enquanto a mancha ainda é recente e não está totalmente seca. Para isto tem várias opções: limpar com um guardanapo, lavar com água quente e sabão para diluir e "desprender" o vinho, ou colocar um pouco de sal na mancha durante 5 minutos para que sugue o líquido.

 

  1. Saiba que tipo de tecido sujou

E como? Através da etiqueta. Consulte as instruções de lavagem na mesma antes de tentar remover a nódoa, uma vez que existem tecidos mais delicados, como a seda ou o couro, que só podem ser lavados com limpeza a seco e aí terá mesmo de levar a peça a um serviço profissional.

 

  1. Recorra a um tira nódoas

É a resposta mais óbvia. Depois de absorver o excesso, recorra a um tira nódoas e siga com atenção as instruções de utilização do mesmo, aplicando-o no tecido manchado e ainda húmido. Depois, deve lavar a peça como faz habitualmente na sua máquina de lavar roupa – atenção, não deve utilizar uma temperatura superior a 30 graus, sob pena de alastrar a nódoa.

 

  1. O truque do detergente e da água oxigenada

Quem experimentou jura que funciona. Para utilizar este truque basta usar duas partes de água oxigenada para cada parte de detergente e aplicar a mistura na peça de roupa em questão. Ao fazê-lo deve começar quase imediatamente a ver a mancha de vinho tinto a desaparecer.

 

  1. Vinagre de vinho branco e detergente da roupa

Outra alternativa caseira é cobrir a mancha com vinagre de vinho branco e esfregá-la com detergente próprio para roupas. Depois, e terminado esse processo, basta passar por água quente e, à partida, a mancha deverá ter desaparecido.

 

Quase no mesmo registo das nódoas provocadas pelo vinho tinto, estão as manchas que são resultado da maquilhagem — batons e bases, principalmente. Que homem nunca viu a sua camisa marcada por um destes produtos? Para tal, também há algumas soluções igualmente fáceis de se resolver em casa.

 

Manchas de batom

 

Água e sabão

 

Antes de tudo, tente limpar com álcool, depois com água e sabão (o clássico sabão azul e branco ainda é considerado o melhor para este propósito).

 

Água oxigenada

Mergulhe a peça numa parte de água oxigenada com quatro partes de água fria e depois lave normalmente com sabão em pó.

 

Benzina

Limpe o local com benzina. Depois lave com água e sabão.

 

Éter

Se o tecido for de algodão ou de lã, passe um cotonete embebido em éter na mancha.

 

Álcool

Se a roupa não for de seda sintética, aplique acetona ou álcool sobre a mancha, deixe agir por alguns instantes e lave normalmente.

 

Vaselina

Com cuidado, passe um pouco de vaselina sólida sobre a mancha e depois lave com água morna e sabão.

 

Outras manchas de maquilhagem

 

Base de rosto ou pó facial

O vinagre branco promete ser um grande auxiliador. Em tecidos de seda molhe com água oxigenada de 20 volumes. Por fim, lave a peça.

 

Blush

Recorra ao álcool puro. Se não sair, tente a opção de um algodão embebido em éter e deixe atuar alguns minutos. Uma terceira opção é ainda utilizar vaselina líquida sobre a mancha e lavar a seguir.

Saiba mais vinho, tendencias, nódoas
Relacionadas

Um Alentejo em socalcos, como no Douro

Uma serra invulgar inspirou a primeira - e única - vinha no Alentejo à moda do Douro. A Herdade da Aldeia de Cima é um projeto original, de Luísa Amorim.

Mais Lidas
Sexo Sexo: guia prático para o melhor exercício físico

Laird Hamilton e Gabrielle Reece, considerados pelo The Times como o casal mais em forma, incluam no XPT, o famoso programa de fitness que criaram, a prática de sexo de dois em dois dias. Mas o que se descobriu é que praticar o dito sexo, mas na versão rápida, espontânea e de preferência em locais inesperados, faz muito mais efeito.