Viver

Apple e Google lançam rastreio de Covid-19 sem necessidade de app

As duas empresas apresentaram uma novidade que é o próximo passo no combate ao novo coronavírus.

Foto: Photo by Cory Checketts on Unsplash
04 de setembro de 2020 | Bloomberg

A Apple e a Google, controlada pela Alphabet, anunciaram que será possível rastrear contactos com potenciais infetados com o novo coronavírus sem precisar de descarregar uma aplicação. O sistema já está disponível nos iPhones e atualizados e chegará aos aparelhos Android até ao fim do mês.

Segundo as duas empresas, esta novidade deve aumentar a adoção do sistema, que começou a identificar exposições à Covid-19. Embora não exija nenhuma ação, o recurso só funcionará em regiões onde autoridades de saúde pública oferecem aplicações e está neste momento limitado ao território dos Estados Unidos da América.

A Apple incluiu a atualização numa versão teste de seu software iOS na semana passada, e o recurso foi disponibilizado de forma ampla na última terça-feira, com o lançamento do iOS 13.7. Chama-se "Notificações de Exposição Express" e também funcionará em aparelhos Android com versão 6.0 e posterior.

As gigantes de tecnologia avançaram que 25 estados dos EUA e Washington D.C. estão a avaliar sistemas de notificações de exposição, cobrindo mais de 55% da população do país. Apenas seis estados lançaram o sistema até agora, que também foi implantado em 20 países e regiões.

"Esta é a próxima etapa do nosso trabalho com as autoridades de saúde pública no que toca às notificações de exposição: tornar mais fácil e rápido o uso do Sistema de Notificações de Exposição sem a necessidade de construir e manter uma aplicação," disseram as empresas em comunicado.

Virginia, Washington D.C., Nevada e Maryland serão os primeiros estados a implementar o rastreamento de contatos sem app. Mais estados adicionarão o recurso ainda este ano, disseram as empresas.

O sistema é mantido dentro dos aplicativos de Configurações nos aparelhos Apple e Android usando o Bluetooth para determinar o tempo e quão próximo um utilizador está de outra pessoa. Quando alguém insere no seu aparelho que testou positivo para a Covid-19, as pessoas com um telefone que atingirem o limite de tempo e distância  em relação ao infetado serão notificadas de uma possível exposição.

Saiba mais Apple, Google, Covid, Android, Covid-19, saúde, aplicação, tecnologia
Relacionadas
Mais Lidas
Viver O elogio ao homem feio

Num confronto fictício entre Brad Pitt e Javier Bardem, quase todas as mulheres torceriam pelo actor americano em detrimento do espanhol, certo? Errado. Afinal, até pode ser dos menos bonitos que elas gostam mais.