Prazeres / Drive

O quadriciclo elétrico mais vendido do mundo custa menos de 10 mil euros

O modelo da marca francesa de automóveis não só é fácil de estacionar, como pode ser conduzido a partir dos 16 anos. A Citroën oferece a possibilidade de total personalização, abrindo o elétrico ao mercado profissional. Falamos, claro, do Citroën AMI, que até já chamou à atenção do mercado chinês, que o copiou por cerca de 2000 euros.

A carregar o vídeo ...
20 de julho de 2022 | Ana Francisca Oliveira

Falamos de um elétrico já registou mais de 23 mil encomendas desde o seu lançamento em abril de 2020. A silhueta atípica do Citroën AMI é um sucesso tanto na Europa, como fora do continente. É mais procurado em França, com cerca de 13 mil pedidos, seguido da Itália, com 6700. Também o Reino Unido registou mais de 2 mil encomendas antes do lançamento no país em junho do ano passado.

Citroën AMI Orange
Citroën AMI Orange Foto: Citroën

O Citroën AMI chegou a Portugal em setembro de 2021, com uma etiqueta de €7.350. O quadriciclo, vendido em mais de 9 países europeus, pode ser conduzido a partir dos 16 anos, com carta da categoria B1.

Com uma autonomia de 75 quilómetros, o automóvel pode ser carregado na totalidade em apenas 3 horas, com uma tomada elétrica doméstica de 220V.

O modelo compacto e prático pode ser totalmente personalizado
O modelo compacto e prático pode ser totalmente personalizado Foto: Citroën

O estilo compacto e prático do Citroën AMI fez do modelo da marca francesa um recorde de vendas, e existem agora várias versões do mesmo. Para além de poder ser totalmente personalizado, o MY AMI CARGO oferece um volume útil de carga superior a 400L. Este surgiu como solução acessível, adaptada às necessidades do consumidor do mercado profissional.  

A polícia grega já aderiu ao Citroën AMI
A polícia grega já aderiu ao Citroën AMI Foto: Citroën

Saiba mais Prazeres, Atualidade, Drive, CITROËN, Ami
Relacionadas

Já viu por aí este carro, o Lynk & Co 01?

Pois, é natural que não. Para todos os efeitos, ainda não é vendido em Portugal. Trata-se de um SUV plug-in chinês, “primo direito” do Volvo XC40, que tivemos a oportunidade de testar em Madrid – a marca Lynk & Co está a lançar-se em Espanha e antes de 2023 não virá para Portugal – infelizmente...

Mazda2, híbrido mais híbrido não há

A silhueta inconfundível de um... Toyota Yaris (?) abriga a alma do Mazda2 híbrido. Não é ‘plug-in’, autocarrega-se em andamento, mas neste test-drive comprovou ser uma ótima estratégia. A Mazda levou o conceito híbrido ao extremo: é mesmo igualzinho a outro carro, é quase um híbrido duas vezes.

Feliz aniversário, Civic-san!

Cinquenta anos após o seu lançamento, 11 gerações e mais de 27 milhões de unidades depois, o Honda Civic está aí para as curvas. Tornou-se parte integrante da paisagem automóvel global e nem os circuitos lhe escaparam – que o diga Tiago Monteiro.

Opel Corsa: a ternura dos 40

Lançado em 1982, o Opel Corsa já se tornou um clássico da história do Automóvel. Quarenta anos e seis gerações depois, continua a povoar as nossas ruas, estradas, auto-estradas, ultrapassando já a fasquia dos 14 milhões de unidades vendidas.

Peugeot 104: o anti-R5 faz 50 anos

Em janeiro de 1972, os alarmes tinham soado em Sochaux: a Renault ia lançar o R5. Em setembro, a Peugeot apresentava o antídoto no Salão de Paris: o Peugeot 104.

Model 3, a conta que a Tesla fez

E fez muito bem, já que este modelo permitiu à marca norte-americana ganhar escala e não ser apenas “aquele fabricante dos carros acima dos 100 mil euros”. Além disso, ou muito devido a isso, o Tesla Model 3 é a menina dos olhos do ‘renting’ e das empresas.

Mais Lidas
Drive Ainda se lembra do Opel Kadett?

As efemérides são assim: parte-se do presente, viaja-se até ao passado e lá se encontra (mais) um marco da história do Automóvel. Em 1962, nascia o Opel Kadett.

Drive Já viu por aí este carro, o Lynk & Co 01?

Pois, é natural que não. Para todos os efeitos, ainda não é vendido em Portugal. Trata-se de um SUV plug-in chinês, “primo direito” do Volvo XC40, que tivemos a oportunidade de testar em Madrid – a marca Lynk & Co está a lançar-se em Espanha e antes de 2023 não virá para Portugal – infelizmente...