Prazeres / Artes

Grammys: um "gift bag" de gritos

Miley Cyrus ganhou o seu primeiro Grammy – dois, na verdade – e Phoebe Bridgers levou quatro para casa, três deles com a banda Boygenius. Mas é caso para dizer que a verdadeira estrela da noite foi o "gift bag", no valor de 36 mil dólares.

Foto: Getty Images
05 de fevereiro de 2024 | Madalena Haderer

A noite dos Grammys é sempre uma excitação. A mais recente não desiludiu: Miley Cyrus levou para casa o seu primeiro Grammy – o seu entusiasmo ficou bem claro na atuação que deu durante a cerimónia. Aliás, a cantora recebeu não apenas um, mas dois: Melhor Gravação do Ano, com Flowers, e Melhor Performance pop a solo. Phoebe Bridgers foi uma das grandes vencedoras da noite e precisou de um carrinho de mão para levar para casa os seus quatro Grammys, três deles com a sua banda Boygenius. Já Taylor Swift fez história ao tornar-se na personalidade que mais vezes ganhou o Melhor Álbum Vocal de Pop do ano, desta vez com Midnights, o seu quarto troféu nesta categoria. Tudo isto é de conhecimento comum e basta abrir qualquer jornal para ficar a saber quem ganhou o quê. O que talvez não seja tão fácil de descobrir é que vencedores e apresentadores levaram para casa algo que, em valor nominal, vale, certamente, mais um Grammy – até porque os prémios são apenas banhados a ouro. Falamos do gift bag, aquelas prendas simpáticas que as pessoas recebem só por terem aparecido. Provavelmente já recebeu algum, com vinhos, compotas e patés. Esqueça. A versão dos Grammys não tem nada a ver: não é ser sequer um bag, mas vários bags, com quase 60 produtos, no valor total de 36 mil dólares, qualquer coisa como 33,5 mil euros. Nada mau.

View this post on Instagram

A post shared by NowThis (@nowthis)

De acordo com a CNBC, esta boda aos… ricos foi cortesia da empresa de marketing Distinctive Assets, e, ao contrário do gift bag dos Óscares, que só chega às mãos de uns quantos eleitos, este foi entregue a 145 pessoas. De acordo com Lash Fary, fundador da Distinctive Assests, "os Grammys são totalmente centrados na equidade. Cada apresentador e cada artista é tratado da mesma maneira."

E ainda bem porque o saquinho de prendas inclui coisas bastante apetecíveis. Aqui fica o nosso top 5:

  1. Uma performance privada com o mentalista Carl Christmas, no valor de 25 mil dólares – quem aceitar, terá, alegadamente, oportunidade de assistir a um espetáculo que combina magia, leitura de pensamentos, hipnose e comédia.
  2. Um lavador de piscinas robótico, da marca Aiper, controlado através do smartphone, e que custa 699 dólares.
  3. Headphones da Dyson que cancelam o barulho e purificam o ar, também no valor de 699 dólares.
  4. Um alimentador de aves da Bird Buddy, que tira fotos aos passarinhos que por lá passam e as envia como postais digitais, e que custa 299 dólares.
  5. Uma almofada da marca Cate Brown, feita à mão com "moda vintage e tecidos de luxo de stocks antigos", no valor de 495 dólares.
Saiba mais Artes, Música, Prémios, Grammys 2024, Gift bag, Miley Cyrus, Phoebe Bridgers
Relacionadas
Mais Lidas
Artes As obras mais emblemáticas do Museu de Arte Proibida

Com uma seleção de mais de 200 obras de arte censuradas, proibidas ou denunciadas em algum momento, o novo espaço, em Barcelona, promete pôr os visitantes a pensar sobre os motivos e as consequências da censura, com obras que vão de Goya a Banksy.

Artes Os Club Makumba apresentam o novo disco e prometem fazer “uma grande festa”

Depois do sucesso do primeiro registo homónimo, materializado essencialmente ao vivo, o quarteto regressou em janeiro com 'Sulitânea Beat', um álbum no qual alargaram ainda mais o vasto território onde a sua música sem fronteiras se movimenta. Agora é tempo de voltar ao palco, “o habitat natural” da banda, como o baterista João Doce reconhece nesta entrevista.