Prazeres / Artes

World Press Photo 2021. A comovente história da fotografia vencedora

'The First Embrace', ou o "O Primeiro Abraço" de Mads Nissen ganhou o concurso de melhor fotografia do concurso anual. O momento refere-se ao primeiro abraço entre uma enfermeira e uma doente, durante a pandemia, envolvidas por plástico.

Foto: World Press Photo / @Mads Nissen
16 de abril de 2021 | Rita Silva Avelar

A fotografia "Primeiro Abraço" (The First Embrace) e é da autoria do dinamarquês Mads Nissen (Politiken/Panos Pictures), e venceu o prémio de fotojornalismo de maior prestígio, o World Press Photo of the Year 2021. Na foto, Nissen capta o momento em que Rosa Luzia Lunardi, 85, finalmente recebe um abraço da enfermeira Adriana Souza. A imagem foi captada na residência Viva Bem, em São Paulo, no dia 5 de agosto de 2020.

Citado pela Traveler espanhola, Nidssen diz que o levou a inscrever esta fotografia no concurso, é que o momento mostra o contraste entre o horror que a pandemia tem causado (neste caso, no Brasil, onde foi tirada), e a esperança. "Para mim fala de esperança e amor em tempos difíceis. Quando soube da crise que se desenrolava no Brasil e da má liderança do presidente Bolsonaro que, desde o início, desprezou o vírus e apelidando-o de "uma pequena gripe", eu senti a necessidade urgente de fazer algo em relaçãoa isso"

Assim, Kevin WY Lee, fotógrafo, diretor criativo e um dos membros do concurso de 2021, descreve a imagem vencedora assim: "esta imagem icónica da covid-19 reflete o momento mais extraordinário de nossas vidas, em qualquer lugar. Vejo vulnerabilidade, entes queridos, perda e separação, morte, mas, mais importante, também sobrevivência. Tudo numa única imagem."

Saiba mais World Press Photo, Mads Nissen, O primeiro abraço, The First Embrace, Fotografia, Concurso, História, Pandemia, Covid-19
Relacionadas

Quando a arte entra casa adentro

Para a sua nova colaboração criativa, a Ikea Art Collection aliou-se a cinco artistas de vários pontos do globo para criar peças exclusivas, acessíveis e intemporais. Entrevistámos o artista alemão Stefan Marx, que desenhou uma jarra e uma manta.

Mais Lidas
Artes Como investir em arte sem sair de casa

Está desejoso de melhorar a imagem de fundo que mostra no Zoom ou apenas quer ver coisas bonitas? Mais tempo em casa significou um aumento das compras online de arte – mas, por onde começar? Phoebe McDowell apresenta-lhe um guia de conhecedora.