Estilo / Relógios e Jóias

Estes foram eleitos os melhores relógios do ano

Um conjunto de especialistas mundiais elegeu os melhores relógios do ano durante o Grand Prix d’Horlogerie de Genève. Se o júri decidiu, está decidido. Vamos conferir os vencedores.

M.A.D.1 Red, M.A.D. Editions
M.A.D.1 Red, M.A.D. Editions Foto: D.R
14 de novembro de 2022 | Bruno Lobo

O Grand Prix d’Horlogerie de Genève, também conhecido pelas siglas GPHG, reúne todos os anos um conjunto impressionante de especialistas mundiais, entre empresários do setor, imprensa especializada e, obviamente, relojoeiros. Um pouco como nos Óscares, aqui também existem diferentes categorias – Melhor Relógio Feminino, Melhor Relógio Masculino, Melhor Relógio Complicação para Homem, Melhor Relógio Complicação para Mulher, etc.

Ao todo são 21 categorias e, na cerimónia este ano, que decorreu no último dia 10 de novembro, vimos algumas marcas destacarem-se, começando pela MB&F, relojeiro independente que venceu o prémio mais cobiçado, o Grand Prix de l’Aiguille d’Or (Grande prémio do Ponteiro de Ouro), com o MB&F Legacy Sequential EVO. Tem um nome que assentava bem num superdesportivo, e um preço a condizer.

Legacy Machine Sequential Evo, MB&F
Legacy Machine Sequential Evo, MB&F Foto: D.R

Trata-se de um cronógrafo completamente diferente do que alguma vez tinha sido feito, até porque permite sequenciar mais do que um evento de tempo. Pode fazer dois, independentemente, de forma cumulativa, pode regredir a contagem… Revolucionário será dizer pouco.

Não contente com o prémio maior, a MB&F levou ainda para casa o Chalenge Watch Prize, com o M.A.D.Editions M.A.D.1 Red. Mais um relógio insano, mas, desta vez, a um preço muito, muito mais acessível.

M.A.D.1 Red, M.A.D. Editions
M.A.D.1 Red, M.A.D. Editions Foto: D.R

Houve outras marcas que também venceram dois prémios, entre elas a Bulgari, que venceu o Prix de la Montre Joaillerie, com uma nova versão do Serpenti Misteriosi Haute Joaillerie, e o Prix de l’Audace, com o Octo Finissimo Ultra 10ème anniversaire, o relógio mais fino do mundo, com 1,8 mm! Não é gralha, tem mesmo só 1,8 mm de espessura (e funciona, embora custe para lá de um superdesportivo).

Serpenti Misteriosi High, Bulgari
Serpenti Misteriosi High, Bulgari Foto: D.R
Octo Finissimo Ultra 10th Anniversary, Bulgari
Octo Finissimo Ultra 10th Anniversary, Bulgari Foto: D.R

A Hermès também venceu dois prémios, curiosamente com duas versões do mesmo relógio, o Hermès Arceau Le Temps Voyageur, a qual já tínhamos aqui declarado o nosso amor. Recebeu o Prix de la Complication pour Femme e o Prix de la Complication pour Homme.

Arceau Le Temps Voyageur para homem, Hermès
Arceau Le Temps Voyageur para homem, Hermès Foto: D.R
Arceau Le Temps Voyageur para mulher, Hermès
Arceau Le Temps Voyageur para mulher, Hermès Foto: D.R

Idem para o Van Cleef & Arpels, com o Lady Arpels Heures Florales Cerisierque venceu o Prémio de Inovação (porque mostra as horas de uma forma totalmente nova e poética), ao qual a marca juntou ainda Prix de l’Horloge Mécanique com o Automate Fontaine Aux Oiseaux. Uma obra de arte.

Lady Arpels Heures Florales Cerisier, Van Cleef & Arpels
Lady Arpels Heures Florales Cerisier, Van Cleef & Arpels Foto: D.R
Fontaine Aux Oiseaux automaton, Van Cleef & Arpels
Fontaine Aux Oiseaux automaton, Van Cleef & Arpels Foto: D.R

Entre as marcas que receberam um prémio, destaque ainda para a Seiko, que venceu o da Melhor Cronometria com o Grand Seiko Kodo Tourbilllon, ou para a TAG Heuer, que venceu o prémio de Relógio Mais Icónico com o TAG Heuer Monaco X Gulf, uma recriação do modelo Monaco com as cores da Gulf que tanto sucesso tiveram nas 24 Horas de Le Mans. Ou, finalmente, para o Tudor Pelagos FXD, ao qual coube a honra de ser o Melhor Relógio de Mergulho. Parece que o júri concordou connosco, quando aqui escrevemos sobre o Tudor Pelagos FXD, o estranho caso do melhor relógio de mergulho do ano, que não pode oficialmente ser considerado um "relógio de mergulho".

Kodo Constant-force Tourbillon, Grand Seiko
Kodo Constant-force Tourbillon, Grand Seiko Foto: D.R
Monaco X Gulf, TAG Heuer
Monaco X Gulf, TAG Heuer Foto: D.R
Pelagos FXD, Tudor
Pelagos FXD, Tudor Foto: D.R

Confira aqui a lista dos vencedores e as fotografias de alguns dos modelos:
 
"Aiguille d’Or" Grand Prix: MB&F, Legacy Machine Sequential Evo

Ladies’ Watch Prize: Parmigiani Fleurier, Tonda PF Automatic

Ladies’ Complication Watch Prize: Hermès, Arceau Le temps voyageur

Men’s Watch Prize: Akrivia, Chronomètre Contemporain II

Men’s Complication Watch Prize: Hermès, Arceau Le temps voyageur

Iconic Watch Prize: TAG Heuer, Monaco X Gulf

Tourbillon Watch Prize: H. Moser & Cie, Pioneer Cylindrical Tourbillon Skeleton

Calendar and Astronomy Watch Prize: Krayon, Anywhere

Mechanical Exception Watch Prize: Ferdinand Berthoud, FB 2RSM.2-1

Chronograph Watch Prize: Grönefeld, 1941 Grönograaf Tantalum

Diver’s Watch Prize: Tudor, Pelagos FXD

Jewellery Watch Prize: Bulgari, Serpenti Misteriosi High Jewellery

Artistic Crafts Watch Prize: Voutilainen, Ji-Ku

"Petite Aiguille" Prize: Trilobe, Nuit Fantastique Dune Edition

Challenge Watch Prize: M.A.D. Editions, M.A.D.1 Red

Mechanical Clock Prize: Van Cleef & Arpels, Fontaine Aux Oiseaux automaton

Innovation Prize: Van Cleef & Arpels, Lady Arpels Heures Florales Cerisier watch

Audacity Prize: Bulgari, Octo Finissimo Ultra 10th Anniversary

Chronometry Prize: Grand Seiko, Kodo Tourbilllon

"Horological Revelation" Prize: Sylvain Pinaud, Origine

Special Jury Prize: François Junod, automaton-maker and sculptor

Saiba mais Relógios, Melhores Relógios do Ano, Grand Prix d'Horlogerie de Genève, TAG Heuer, Bulgari, Van Cleef & Arpels, Seiko, Tudor, Hermès
Relacionadas
Mais Lidas