Conversas

O hair whisperer português que conquistou o mundo

Ricardo Vila Nova é o mais famoso tricologista da atualidade. Especializou-se na ciência que estuda os distúrbios do cabelo e do couro cabeludo e divide-se entre Londres, Nova Iorque, Tokyo, Abu Dhabi, Bahrain, e Portugal, onde falamos com ele.

24 de março de 2020 | Carolina Silva

Há um lado sério no tratamento capilar. Que o diga o tricologista*, Ricardo Vila Nova, que analisa detalhadamente um fio de cabelo do seu cliente após a extracção, na sua clínica 212.2 Ricardo Vila Nova Hair Doctors. O nome não é por acaso, é a junção dos indicativos de Lisboa e do Porto, onde começou a trabalhar e, coincidentemente, os números do espaço que acolhe o seu consultório em Lisboa, no 2º andar do nr.212 da Avenida da Liberdade. O percurso até ali ter chegado é impressionante. Ricardo passou pelos Laboratórios de Pesquisa Avançada de uma conceituada marca de cosmética em Paris, especializou-se em Cosmética Dermatológica em Londres, investigou, aperfeiçoou a sua própria metodologia em fórmulas concentradas, e foi nos armazéns Harrods, naquela cidade (onde agora trabalha com maior regularidade) que se celebrizou como o "encantador de cabelos".

O consultório de Ricardo Vila Nova em Lisboa
O consultório de Ricardo Vila Nova em Lisboa





Hoje divide-se ainda entre Nova Iorque, Tóquio, Abu Dhabi e Bahrain, mas foi em Lisboa que nos encontrámos com ele para perceber em que consiste o trabalho de um tricologista que utiliza tecnologia de ponta para alcançar os melhores resultados.

Todos os tratamentos são feitos sob medida, iniciam-se com a análise do ADN através de um simples fio, que possibilita decifrar a situação hormonal, nutricional e genética, entre outras características que definem o estado do couro cabeludo e dos fios. A informação é tão clara que parece magia, mas Ricardo ri-se perante esta comparação, admitindo que o processo "nada tem de esotérico, é apenas ciência." Referindo um dos problemas que mais preocupa homens e mulheres, o afinamento e queda de cabelo, o cientista explica a importância do fator genético, apesar de não ser o único a ser tido em consideração "herdamos toda a nossa constituição, a cor dos olhos do cabelo, da pele, fisionomia, algumas tendências e vulnerabilidades, e há uma predisposição na nossa constituição que afeta o funcionamento do cabelo. Mas se há uma tendência androgenética de redução, também há uma de mudança, como é o exemplo de cabelos ondulados que se tornam lisos, de alterações de cor, e isto acontece porque oscilamos entre o padrão genético da mãe e o do pai. Não nascemos com um padrão genético definido," explica. "É assim que conseguimos detetar o tempo de degeneração do fio e o grau de metamorfose. Mas depende muito de cada metabolismo. Independentemente de tudo isto, há ainda factores que podem induzir mecanicamente e metabolicamente um dano no nosso metabolismo. É o caso da medicação, das doenças autoimunes, do mau funcionamento do sistema digestivo, das infecções… são consequências que afetam o crescimento capilar, apesar de não haver predisposição genética para tal. Quando os nossos clientes vêm que o cabelo está a mudar, seja na forma, grossura ou quantidade, procuram-nos. A análise que fazemos do ADN e da constituição do paciente identifica não só o que herdou mas também todos os factores quer internos e externos que contribuem para as alterações. Nós olhamos para a constituição de ADN para percebermos o que é possível potenciar através dos procedimentos, mas não é possível ir para além do que o metabolismo de cada um permite. Conseguimos eliminar os elementos que provocam danos e, com a idade há queixas frequentes de afinamento capilar e de queda, alterações que podem ser exercitadas."

Ricardo Vila Nova
Ricardo Vila Nova




Ricardo explica que o cabelo é definido no bolbo, A produção da área cuticular assim como diâmetro e definição do fio acontecem directamente no bolbo capilar. O cabelo fica definido no interior: a constituição de cistina, quantas células de cutícula produz, qual o grau de elasticidade, etc.. Mas o próprio bolbo é muito vulnerável, e pode ajustar-se se houver um elemento secundário: "Por exemplo se houver uma acumulação de toxinas à volta do fio, automaticamente o bolbo ajusta o espaço do diâmetro do cabelo, ao que sobra. Muitas vezes na raiz o cabelo tem o diâmetro da sua própria constituição, mas se o bolbo identificar um elemento externo à sua volta como uma agressão, rejeita o cabelo prematuramente, que é o que acontece no pós-parto, por exemplo. Se não houver nenhum elemento que afete o metabolismo, há o reaparecimento do fio, mas se houver alguma vulnerabilidade, quer genética, quer funcional, quer metabólica, essa reprodução pode ser comprometida, daí que a produção do fio não seja constante. Depende de vários factores. " Há boas notícias no meio de tanta informação. Ricardo afirma que "o cabelo que nós tínhamos pode ser recuperado, mas não é possível conseguirmos um cabelo inverso ao que o ADN define."




Após esta análise e primeira consulta, são então definidos os procedimentos a seguir, que podem ir do medical needling, ao dermaroller, entre outros, e complementados com as fórmulas personalizadas de champôs, condicionadores, máscaras e óleos essenciais para utilizar em casa. Com a eliminação de toxinas, estimulação capilar e uso dos produtos adequados, os resultados observam-se a curto e longo prazo: um cabelo mais bonito e um couro cabeludo saudável, e um crescimento mais forte e brilhante.

Produtos personalizados ( Ricardo Vila Nova )
Produtos personalizados ( Ricardo Vila Nova )





Devido às limitações impostas pelo COVID-19, 212.2 Ricardo Vila Nova Hair Doctors disponibiliza já as consultas de resultados por chamada telefónica. Os clientes enviam os fios de cabelo por correio (com a orientação de como fazer a extracção de forma adequada) e posteriormente, por via telefónica, o Ricardo Vila Nova orienta nas sugestões de cuidados capilares, que poderão ser enviadas diretamente para casa.

*A tricologia é a ciência que estuda distúrbios, doenças e mau funcionamento do couro cabeludo e do cabelo.

 

Saiba mais cabelo, queda, crescimento, especialista, tricologista, ciência, análise, personalizados
Relacionadas

Os futuro da cosmética

Quais são as novas propriedades que estão a ser usadas na cosmética e que podem fazer a diferença? Estas são as tendências que os aficionados do mundo da beleza – e todos os outros – têm de conhecer.

Mais Lidas
Conversas De pequena empresa familiar a marca de luxo

Num mercado dominado por gigantes da cosmética, os negócios familiares prósperos merecem um olhar especial. Jose e Edmond Eisenberg, a dupla de pai e filho que elevou a Eisenberg ao estatuto de marca de luxo internacionalmente reconhecida, falaram connosco sobre a sua paixão pela Beleza em todas as suas formas: da Arte à perfumaria.

Conversas Vinil mania, confissões de uma colecionador

Tem em casa mais de 15 mil vinis, arrumados por ordem alfabética. Mas Joaquim Paulo é muito mais do que o colecionador obstinado. Apaixonado por discos, aprendeu a fazer trabalho de detective, sempre na senda das raridades. E, como não lhe chegava descobrir pérolas do jazz para consumo próprio, criou a Mad About Records, uma editora especializada na reedição de discos raros.

Conversas A mulher mais temida por Macron

Fez parte do governo de Sarkozy e foi a líder política da região de Paris durante quatro anos. Agora, com a publicação do seu livro – metade ataque a Macron, metade manifesto feminista – o nome de Valérie Pécresse está a ser referido para a presidência de França. Ela até já formou o seu próprio partido político (soa-lhe familiar?)