Viver

Quem era Leonardo Del Vecchio, dono da Ray-Ban e amigo de Giorgio Armani?

O multimilionário italiano faleceu a 27 de junho, aos 87 anos. Era fundador da Luxottica, marca detentora de várias marcas de óculos.

Giorgio Armani e Leonardo Del Vecchio num evento da Luxottica em Milão, 2013
Giorgio Armani e Leonardo Del Vecchio num evento da Luxottica em Milão, 2013 Foto: Getty Images
27 de junho de 2022 | Ana Filipa Damião

Leonardo Del Vecchio, fundador da Luxottica (hoje EssilorLuxottica), líder mundial na produção de óculos e armações, morreu aos 87 anos. E embora tenha vivido grande parte da sua vida sem dificuldades financeiras, o mesmo não se pode dizer da sua infância. Nascido a 22 de maio de 1935, Del Vecchio cresceu num orfanato em Milão, após a Segunda Guerra Mundial. Foi abandonado pela mãe aos sete anos, pois esta não tinha condições para o sustentar, e começou a trabalhar aos 14, numa loja de ferramentas.

Na década de 60 mudou-se para Agordo, em Itália, onde começou a fazer armações de óculos desenhadas por outros, e em 1961 fundou a Luxottica, uma pequena empresa com cerca de uma dúzia de trabalhadores. Os óculos com design próprio, porém, só chegariam ao mercado alguns anos mais tarde, no final da década. Com o negócio de vento em popa, Del Vecchio começou a comprar marcas nos Estados Unidos, sendo a Ray-Ban e a Oakley umas das suas aquisições mais conhecidas. Mais tarde, a fabricante ficou conhecida por produzir armações para algumas das casas de Moda mais prestigiadas de sempre, como Prada ou Armani. O segredo para o sucesso? "Esforço e dedicação para sermos os melhores no que fazemos", revelou o italiano numa rara entrevista dada no início de 2022.

O magnata detinha uma participação de 32% na EssilorLuxottica, formada pela fusão com a Essilor, fabricante de lentes francesa, e era o segundo homem mais rico de Itália com um património líquido de 25,7 mil milhões de dólares a 1 de junho de 2022, de acordo com o relatório da Bloomberg. No entanto, e mesmo com tamanha riqueza, Del Vecchio desejava apenas uma coisa, como afirmou na sua última entrevista – que algum dia a empresa valesse mais de 100 mil milhões de euros – avançou o mesmo meio de comunicação. Era ainda o maior acionista do banco Mediobanca e um dos principais investidores da seguradora Generali.

A sua morte é sentida um pouco por todo o mundo. "Perdi um amigo e um companheiro nesta longa aventura profissional", comentou o designer Giorgio Armani no Twitter. O empresário tinha seis filhos, de três casamentos diferentes: Claudio, Marisa, Paola, Leonardo Maria, Luca e Clemente.

Saiba mais Leonardo Del Vecchio, multimilionário, Ray-Ban, EssilorLuxottica, óculos, Armani, Prada
Relacionadas
Mais Lidas
Viver O que vai o rei Carlos III herdar de Isabel II?

O monarca conta agora com uma fortuna de 500 milhões de dólares que herdou da mãe, Isabel II, e 42 mil milhões de dólares em bens, onde se incluem joias, quintas de cavalos, coleção de arte - e recebeu tudo sem pagar impostos, claro.