Prazeres / Artes

Festa do Cinema Italiano está de volta (e com antestreias em mais de 20 cidades)

O festival, dedicado às pérolas da sétima arte, arranca em Lisboa a 29 de março e decorre até 6 de abril.

Siccità, de Paolo Virzì.
Siccità, de Paolo Virzì. Foto: Festa do Cinema Italiano
25 de janeiro de 2023 | Ana Filipa Damião

Um dos festivais de cinema mais apreciados do país, pelo menos no que toca à sétima arte, está de regresso para a sua 16ª edição com uma programação diversa e recheada. Referimo-nos, claro, à Festa de Cinema Italiano, cujas obras estarão em exibição em mais de vinte cidades ao longo de abril e julho. Ótimas notícias para os amantes de salas escuras e pipocas estaladiças.

O conceito desta nova edição leva-nos ao início do verão, a um imaginário de férias nas praias de Itália com a família e os amigos. Jogos de cartas à sombra do chapéu de sol e crianças a fazer castelos na areia. Ao mesmo tempo, presta uma homenagem ao autor e realizador Elio Petri (1929-1982), uma das principais fíguras de sátira política e social do cinema italiano, com uma retrospetiva integral da sua obra em colaboração com a Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema. Destaque para a longa-metragem A Décima Vítima (1965), Inquérito a um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita (1970), galardoado com um Óscar de Melhor Filme Estrangeiro, e ainda A Classe Operária Vai Para o Paraíso (1971), vencedor de uma Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes do mesmo ano.

15ª edição da Festa do Cinema Italiano no São Jorge em Lisboa.
15ª edição da Festa do Cinema Italiano no São Jorge em Lisboa. Foto: Festa do Cinema Italiano

A programação revela ainda a antestreia nacional de vários nomes como La stranezza, de Roberto Andò, no qual Luigi Pirandello (interpretado por Toni Servillo) conhece dois atores a ensaiar para um novo espetáculo durante uma viagem a Sicília nos anos 20; e In viaggio, documentário realizado por Gianfranco Rosi sobre as viagens do Papa Francisco.

'La stranezza', de Roberto Andò.
'La stranezza', de Roberto Andò. Foto: Festa do Cinema Italiano

O filme mais recente de Emanuele Crialese (o realizador estará em Lisboa) também estará em exibição - L'immensità, protagonizado por Penélope Cruz, conta-nos a história de Adriana e a crise de identidade com luta na década de 70, em Roma - tal como Le otto montagne, de Felix van Groeningen e Charlotte Vandermeersch, em competição no passado festival de Cannes, e Siccità, de Paolo Virzì, uma longa-metragem com Monica Bellucci.

'L'immensità', de Emanuele Crialese.
'L'immensità', de Emanuele Crialese. Foto: Festa do Cinema Italiano
A Festa do Cinema Italiano arranca em Lisboa de 29 de março a 6 de abril, no Cinema São Jorge, no UCI El Corte Inglés e na Cinemateca Portuguesa - Museu do Cinema. A programação completa e outras cidades, bem como outras informações, serão anunciadas em breve.
Saiba mais Festa de Cinema Italiano, Cinema, Antestreia, Lisboa, Porto
Relacionadas

Vinhos para suavizar o inverno

Estamos quase no final do comprido mês de janeiro, durante o qual se preparam as culturas da época, entre hortaliças e legumes. Para aligeirar a dureza invernal, dois tintos durienses, um deles estreante, dois monocasta alentejanos e dois brancos, um dos quais verde com mão do Alentejo.

Mais Lidas
Artes 5 novos livros para curiosos e empreendedores

Bem-estar psicológico, criatividade, empatia. Felizmente estes são conceitos que já entram num léxico de um bom empreendedor, atento tanto às dinâmicas mundiais como aos sentimentos. Elegemos os livros que podem ajudar a aperfeiçoar uma visão mais clara dos negócios, partindo dessa perspetiva.

Artes As 10 melhores séries da Netflix segundo os críticos

O universo do streaming pode ser um pouco confuso, ao ponto de não sabermos que série escolher para ver, resultado da tamanha oferta que existe. Como tal, reunimos algumas das melhores séries da Netflix, avaliadas pelos críticos, para descontrair depois de um dia de trabalho ou relaxar numa tarde de fim de semana.

Artes Gina Lollobrigida. A vida da estrela italiana em fotografias

Partiu um dos maiores nomes do cinema italiano, aos 95 anos. Ao longo da sua carreira, Gina Lollobrigida participou em 60 filmes e ganhou sete David di Donatello, considerado o Oscar de Itália. La Lollo, como era conhecida, destacou-se em obras como "Pão, Amor e Fantasia" (1953) e "A Mais Bela do Mundo" (1955). Recordamo-la nesta fotogaleria.