Prazeres / Artes

As mentiras do Repórter X chegam ao São Luiz

“Cabaret Repórter X” conta a história de Reinaldo Ferreira, um falso jornalista lisboeta durante os loucos anos 20. Com destino incerto à conta do confinamento, a peça musical sobe esta quarta, 13, ao palco do Teatro São Luiz.

Cabaret Repórter X
Cabaret Repórter X Foto: Estelle Valente
13 de janeiro de 2021 | Joana Moreira

"É uma personagem que me acompanha desde a adolescência, eu conheci-o através das novelas policiais que ele publicava, que eram uma porta para os anos 20 em Lisboa, para os cabarés, para o Maxim, para o Bristol, todos esses loucos anos 20 antes da ascensão do fascismo em Portugal", diz André Murraças, que escreve e encena a peça "Cabaret Repórter X", que se estreia no Teatro Municipal São Luiz, em Lisboa, esta quarta, 13, às portas de um novo confinamento.

Só que todas as histórias mirabolantes redigidas por Reinaldo Ferreira, o mítico Repórter X, eram, na verdade, falsas. Foi também isso que despertou o encenador para a personagem. "Interessa-me pelo jornalista que faz uma absoluta ficção de tudo aquilo que relata, o que é extremamente interessante. Nenhuma das notícias era verdadeira, mas eram todas feitas com o intuito de entreter. Entreter os leitores e entreter os lisboetas, sobretudo", conta à MUST. "Com ele conseguimos fazer viagens até à Rússia, ter entrevistas com a Mata Hari, é uma fantasia absoluta aquilo que se passa nos escritos do Reinaldo Ferreira, ele tem tudo para ser fascinante", completa.

Cabaret Repórter X
Cabaret Repórter X Foto: Estelle Valente

Interpretado por Miguel Raposo, Reinaldo Ferreira apresenta-se mantendo a "busca por escrever, escrever, escrever, ter mil e uma histórias, nunca sendo capaz de parar de escrever por ter esta missão de entreter as pessoas e de ser conhecido como um jornalista, na cabeça dele". Só que do que escrevia ao que de facto acontecia ia uma não-tão-curta distância.

dualidade entre o que é verdadeiro e o que resultava da imaginação do falso jornalista levou André Murraças a optar pelo formato musical. "[Reinaldo Ferreira] vivia num mundo de realidade, em que foi casado por duas vezes e teve três filhos, mas também vivia num mundo de fantasia, e, portanto, a melhor maneira de fazer este espetáculo era com um musical, um cabaret, onde para além de recuperarmos os cabarets dos anos 20, há partes cantadas, há canções e viajamos ao mundo da fantasia através da Lisboa daquela altura", explica o dramaturgo. Além de Raposo, o elenco da peça é composto pelos atores Francisco Goulão, Joana Manuel, João Duarte Costa e Mónica Garnel.

Cabaret Repórter X
Cabaret Repórter X Foto: Estelle Valente

Fake news, mas sem maldade

"Ele efetivamente é o inventor das fake news em Portugal", mas com a diferença de que "nada do que foi inventado foi com maldade ou teve o propósito de gerar desinformação (...)", opina Murraças. Embora as histórias deste repórter sejam fantasiadas, o dramaturgo não hesita sobre o perigo de tomarmos a mentira por verdade: "se forem notícias sim [pode ser perigoso], se forem histórias não. Nós acreditamos na história da Cinderela e não tem maldade nenhuma nisso, muito pelo contrário. Todos precisamos de fantasias e de escape. Se as notícias não são verdadeiras isso é outro assunto, agora as histórias podem ser as mais reais possíveis".

Saiba mais artes, teatro, Cabaret Repórter X, Teatro Municipal São Luiz, Lisboa, anos 20, jornalista, histórias, fake news, André Murraças, Miguel Raposo, confinamento
Relacionadas

E se lhe disséssemos que os Beatles estão de volta?

Em 2021, conte com o regresso de John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr. Falamos da estreia do documentário “The Beatles: Get Back”, obra do premiado cineasta Peter Jackson. Para já, podemos ver 5 minutos de pura emoção.

Já pensou em decorar casa com… música?

O desafio parte da Zara Home com uma coleção cápsula, a Music Collection, inteiramente dedicada ao universo do vinil. Os discos mais icónicos das últimas oito décadas estão incluídos, mas não só.

Mais Lidas
Artes Quem vai ser o próximo James Bond?

A estreia de 007: Sem Tempo Para Morrer foi adiada pela terceira vez, agora para abril de 2021. Já se sabe que Daniel Craig quer deixar o papel de James Bond, mas quem será o seu sucessor?