Drive

Os carros que estão (sempre) na moda

Estar na moda pode ser subjectivo. Mas há automóveis que reúnem a beleza e a elegância necessárias para estar in fashion. Na nossa lista há desde um Rolls-Royce inédito até a um BMW sem capota.

Rolls-Royce Cullinan
Rolls-Royce Cullinan
02 de janeiro de 2020 | Pedro Serra

"Uma tendência distintiva ou um estilo que se torna desejado." Assim se pode definir a Moda. No incrível mundo automóvel, podemos acrescentar mais uma característica para definir aqueles modelos que impõem o seu estilo: o sex appeal. Há automóveis que cativam de imediato, mas, mais do que isso, tornam-se objectos de desejo para qualquer bom fashionista que queira seguir as mais belas tendências. Os automóveis que se seguem são símbolos não só da elegância e da estética apurada, mas também indicadores de como o design, a engenharia e a tecnologia se podem unir para criar objectos de quatro rodas verdadeiramente especiais. Passamos revista a marcas como a Rolls-Royce, a Bentley, a BMW, a Aston Martin e a Ferrari.

Cullinan: o primeiro Rolls-Royce SUV

A Rolls-Royce começou, em 1904, com o objectivo de construir o "melhor carro do mundo". Agora, em 2018, a marca rendeu-se pela primeira vez à moda dos modelos SUV e garante que construiu o melhor SUV do mundo. Chama-se Cullinan e usa como base o Phantom, outro dos modelos da marca que, desde 1998, pertence aos alemães da BMW (embora continue a ter o Reino Unido, mais precisamente Goodwood, como sede de operações). Certo é que o Cullinan é primeiro 4x4 da marca que, em 1987, era considerada a segunda mais conhecida no mundo, só atrás da Coca-Cola. E porquê Cullinan? Esse é o nome do maior diamante encontrado e que tem 3.100 quilates. A estrutura do SUV é toda em alumínio, a que a Rolls-Royce chama de plataforma modular "Arquitectura do Luxo". Tem suspensão adaptativa, podendo-se não só subir ou descer a suspensão, mas também os pára-choques. Há uma câmara frontal que mapeia o caminho e ajusta a suspensão para que a viagem seja ainda mais confortável. O motor V12 com dois turbos, 6,75 litros e 570 cv promete passar por cima de todos os obstáculos. Preço: ronda os 300 mil euros.

Bentley Continental GT
Bentley Continental GT

Continental GT ainda mais Bentley

Tem duas portas, mas quatro lugares e uma elegância que não deixa ninguém indiferente. A Bentley lançou, este ano, a terceira geração do seu modelo mais espectacular desde o virar do milénio. O Continental GT é um chamado Grand Tourer, pensado para as grandes viagens que não só está mais "magro" como, graças ao uso de alumínio com técnicas inovadoras, consegue ostentar formas mais complexas, sensuais e distintivas do que nunca. Embora use como base a plataforma do Porsche Panamera, este é um Bentley à imagem da elegância automóvel britânica que foi imaginado e feito, em parte, à mão em terras de Sua Majestade, mais precisamente na localidade de Crewe. O ecrã além de táctil é rotativo para se ajustar melhor ao condutor ou ao ‘pendura’. O motor biturbo 6.0 capaz de debitar 635 cv demora apenas 3,6 segundos a chegar aos 100 km/h e promete uma velocidade máxima de 333 km/h. Rapidez à parte, é um dos mais belos automóveis da actualidade e já tem lista de espera com muitos milionários e bilionários na lista. Preço: cerca de 265 mil euros.

BMW i8 Roadster
BMW i8 Roadster

BMW não poupa no i8 Roadster

Futurista, potente, diferente, descapotável e sexy. A BMW já tinha surpreendido com o seu modelo híbrido desportivo, o i8, mas sai fora da caixa com o i8 Roadster, lançado no Verão findo. O que temos então? Um roadster de dois lugares, com capota de lona eléctrica e portas que levantam ao alto. Faz sentido ou não fosse um modelo com vista privilegiada para o céu e pronto para nos dar a sensação de liberdade dos cabelos ao vento. Tudo isto num modelo que no modo eléctrico circula em profundo silêncio e com uma belíssima capota que pode ser recolhida ou levantada em 15 segundos e em movimento. Com o novo i8 Roadster chega também um sistema híbrido mais poderoso. O motor a combustão produz 231 cv e o motor eléctrico passou a ter 143 cv (melhoria em 15 por cento), ou seja, temos 374 cv e o modelo chega aos 100 km/h em 4,4 segundos. A autonomia eléctrica é de 53 km. Não é o roadster mais potente, mas é o mais futurista que anda por aí e a versão descapotável surpreendeu tudo e todos. Preço: 165 mil euros.

Ferrari Monza SP2
Ferrari Monza SP2

O Ferrari dos sonhos: Monza SP2

É o automóvel mais sonhador de todos os que escolhemos. A Ferrari apresentou no passado Verão duas edições especiais denominadas Icone que são homenagens aos modelos Monza dos anos 1940, pensados para as pistas. O Monza SP1 e SP2 são o que a marca chama de barchettas, ou seja, modelos para uma condução só com um compromisso: a mais alta performance. Mas o resultado é de uma beleza e sensualidade raras e intemporais. O SP2 tem uma vantagem face ao SP1 porque permite partilhar a experiência de conduzir um desportivo com outro ocupante. O Ferrari Design Center esmerou-se e trouxe a essência deste tipo de automóveis com formas simples e sem nenhum apêndice. Não faltam pormenores refinados de um modelo capaz de marcas de moda, desde a abertura das portas na vertical até àquilo que a marca designa como "pára-brisas virtual". É o nome da solução escolhida no sistema que, para contrariar o efeito do vento ao passar pelo habitáculo, recorre a uma abertura colocada antes do painel de instrumentos e do volante para desviar esse fluxo de ar. Num modelo repleto de fibra de carbono, o motor V12 de 810 cv permite chegar aos 100 km/h em 2,9 segundos e dá a sensação que só os Fórmula 1 permitem. Só serão feitos 499. Preço: 1,6 milhões de euros.

Aston Martin Vantage
Aston Martin Vantage

Aston Martin Vantage: o luxo superdesportivo

É o Aston Martin mais barato, mas um dos mais elegantes e a mais recente jóia da coroa da marca britânica. Apesar da elegância, é um superdesportivo de pleno direito, capaz de chegar dos 0 aos 100 km/h em apenas 3,6 segundos – ou seja, o tempo de olhar para pegar num copo de água e beber um gole. Inspirado no DB10, modelo conduzido por James Bond em Spectre, este rival mais sóbrio do Porsche 911 tem uma nova grelha em malha (que pode variar consoante o gosto dos clientes e a versão escolhida). O interior também pode ser personalizado pelo proprietário, mas não há grande hipótese de excentricidades para jogadores de futebol mais arrojados, ou não fosse um Aston Martin, a marca de 007. O motor disponível é um potente V8 4,0 litros biturbo com 510 cv, o que ajuda a atingir a velocidade máxima de estonteantes 314 km/h. Nada mau para o Aston Martin mais em conta. Preço: 175 mil euros.

Saiba mais carros, moda, estilo, drive, elegância, Rolls-Royce, BMW, Bentley, Aston Maritn, Ferrari
Relacionadas

O novo Ferrari Roma é uma obra-prima

Atribuíram-lhe o nome de Ferrari Roma e é o automóvel perfeito para quem gosta de obras-primas. O novo modelo alia os traços clássicos icónicos com os do exclusivo 250 GTO e a modernidade e a potência dos desportivos da atualidade. Uma delícia de arte e engenho italiano.

Electric dreams, a nova Harley elétrica é mesmo um sonho

Rebeldia, liberdade à americana, tradição e, agora, eletricidade. A Harley-Davidson estreou, este ano, a sua primeira mota totalmente elétrica, a LiveWire. Como se não bastasse de estreias modernas, lançou também o seu primeiro modelo de aventura, a imponente Pan America. A lendária Harley está viva e recomenda-se.

7 museus para viver a paixão pelos automóveis

A velocidade e a competição não são os únicos combustíveis dos aficionados por automóveis. Selecionamos sete museus onde se contam histórias, se celebram marcas, se contempla uma indústria em constante movimento e se aprecia a arte do design. Uma viagem com paragens obrigatórias em França, Itália, Alemanha, Estados Unidos e, claro, no Caramulo, em Portugal.

Carros que são obras de arte

Elegantes. Voluptuosos. Apaixonantes. Marcantes. Memoráveis. Assim são (ou pretendem ser) estes modelos que lhe vão deixar água na boca.

"Fangio: O homem que domava as máquinas"

A Netflix quis prestar uma homenagem a um dos melhores pilotos de todos os tempos e acaba de lançar um documentário sobre a carreira e vida de Juan Manuel Fangio, o terceiro piloto mais titulado de sempre da Fórmula 1.

Mais Lidas
Drive Belos, fashion e desejados

Carros há muitos. Mas estes são tão desejados, quanto são fashion e entusiasmantes. Aston Martin, Bugatti, Porsche, Audi e Lamborghini. Tudo ao dispor, desde que dinheiro não seja um problema.