Prazeres / Drive

Carros que são obras de arte

Elegantes. Voluptuosos. Apaixonantes. Marcantes. Memoráveis. Assim são (ou pretendem ser) estes modelos que lhe vão deixar água na boca.

Foto: Ferrari
11 de março de 2020 | Pedro Serra

Verdadeiras obras de arte, existem automóveis que são capazes de nos fazer sonhar. Os Aston Martin, de James Bond, têm sempre lugar no mundo dos modelos artísticos, independentemente da caterva de carros que tem surgido na saga 007. O primeiro foi o clássico DB5, no qual Sean Connery se passeou, em Goldfinger (1964), e que se tornou um dos modelos mais emblemáticos do século XX. Outro deles foi o futurista Lotus Esprit Series I que Roger Moore conduziu e comandou debaixo de água, em 007 – Agente Irresistível (1977). Mas não nos podemos esquecer do musculado Mustang GT 390 com que Steve McQueen acelerou, mais do que a fundo, em Bullitt (1968) ou, mais recentemente, no Porsche 911 clássico de Hank Moody, na série Californication. Neste contexto, vários dos modelos que aqui mostramos foram estrelas do Concorso d’Eleganza Villa d’Este, ou são protótipos apetitosos, ou estão já no mercado europeu prontos para enobrecer a garagem de alguém com bom gosto.
O Concorso tem 89 edições e decorre no final de Maio nas margens do Lago Como, em Itália, elegendo os melhores e mais elegantes clássicos ou modelos vintage (alguns são protótipos onde as marcas mostram o que valem a nível de design).

 

Jaguar I-Pace

SUV eléctrico e à inglesa

 

O I-Pace é um SUV e, por isso, um carro de estilo moderno, mas mistura a elegância a que a marca britânica já nos habituou ao longo da sua longa história com algo tão antigo quanto novo. Confuso? É que o I-Pace é o primeiro modelo totalmente eléctrico da Jaguar e, embora os eléctricos sejam os carros da moda e, diz-se, o futuro do automóvel, são também parte dos primórdios da indústria: os primeiros carros eram eléctricos. Desenhado pelo escocês Ian Callum, que passou pela Ford e pela Aston Martin, o I-Pace é rival directo dos modelos da Tesla, com uma bateria que promete 480 km de autonomia. O I-Pace tem uma potência combinada de 400 cv, além de uma elegância digna dos pergaminhos da história da Jaguar, com quase 100 anos, e é um dos SUV mais rápidos do mundo, tendo batido o Tesla Model X num teste recente. Chega aos 100 km/h em apenas 4,5 segundos. Impressionante. Chega este Verão a Portugal com preço base de 80 mil euros (as empresas pagam apenas 64 mil).

Jaguar I-Pace
Jaguar I-Pace






Alpine A110

Um desportivo clássico moderno

É um dos modelos mais entusiasmantes a chegar ao mercado português dos últimos anos. A Alpine é uma fabricante de carros de corrida, fundada em 1955, e que esteve sempre ligada à Renault, a qual passou a ser proprietária da marca nos anos de 1970. A Alpine deixou de produzir modelos em 1995 e agora, mais de 20 anos passados, regressa com um novo desportivo. O A110 é baseado no modelo com o mesmo nome, datado de 1961, já não tem os incríveis volantes do antigo modelo, fabricados em Coimbra, mas promete diversão ao volante e uma elegância clássica. Leve como uma pena, este desportivo de duas portas e com tracção traseira vem com um motor turbo de 1.8 litros com 250 cv e atinge os 100 km/h em 4,5 segundos. Mas é o estilo vintage, com pitada de modernidade, que o distingue. Custa 66 mil euros.

 

Alpine A110
Alpine A110 Foto: Alpine




Ferrari 335 Sport Spider by Scaglietti

Paixão italiana

Este modelo de 1958, foi restaurado recentemente. O pequeno tesouro que pertente ao coleccionador e milionário austríaco Andreas Mohringer é uma das quatro unidades que a Ferrari construiu naquele ano e um dos carros mais rápidos da sua época. Com um motor V12 de 390 cv, foi o primeiro Ferrari a superar a barreira dos 200 km/h. Uma das outras unidades do modelo foi vendida numa guerra de licitações, em 2016, a Lionel Messi, que bateu nada mais nada menos do que Cristiano Ronaldo, tornando-o, assim, o automóvel mais caro vendido em leilão. Por quanto? Por 32 milhões de euros.

 

Ferrari 335 Sport Spider by Scaglietti
Ferrari 335 Sport Spider by Scaglietti






Mazda Vision Coup

A surpresa da elegância

 Pode um Mazda ser o melhor exemplo de arte no mundo automóvel? A marca japonesa diz que sim e o exigente júri do Salão de Genebra confirma. As suas linhas elegantes revelam uma expressão de vitalidade e dinamismo que é raro ver num automóvel. A Mazda chama-lhe design de "movimento rítmico", onde "são retirados todos os elementos não essenciais para assimilar uma estética de ‘menos é mais’". Estamos convencidos! E são essas linhas que vão alimentar os próximos modelos da marca.

Mazda Vision Coup
Mazda Vision Coup

 



Lancia Stratos HF Zero

Protótipo à antiga

 Uma das maiores atracções das câmaras fotográficas no recente Concorso d’Eleganza Villa d’Este foi este protótipo de 1970, ainda capaz de deixar muitos queixos caídos em 2018. Pelo desenho futurista e irreverente ainda é considerado um dos automóveis mais perto de uma nave espacial alguma vez feito. O Stratos HF Zero pode não ter passado de um protótipo que alguns conseguiram adquirir mas inspirou, na década de 70, o modelo de corrida Stratos que venceu o Mundial de Ralis em 1974, 1975 e 1976. O italiano Marcello Gandini, que é o autor do icónico Lamborghini Miura e que foi eleito um dos Designers de Carros do Século XX, desenhou o modelo que apareceu no filme com Michael Jackson, Moonwalker, de 1988, tem uma altura de apenas 84 cm e, em 2011, foi vendido num leilão, em Itália, por 761 mil euros. Ao longo dos anos foram fabricadas réplicas do modelo, uma das quais foi vista no programa Top Gear, da BBC.

Lancia Stratos HF Zero
Lancia Stratos HF Zero
Saiba mais carros, clássicos, vintage, elegantes, marcas, arte, concurso
Relacionadas

Belos, fashion e desejados

Carros há muitos. Mas estes são tão desejados, quanto são fashion e entusiasmantes. Aston Martin, Bugatti, Porsche, Audi e Lamborghini. Tudo ao dispor, desde que dinheiro não seja um problema.

Os carros que estão (sempre) na moda

Estar na moda pode ser subjectivo. Mas há automóveis que reúnem a beleza e a elegância necessárias para estar in fashion. Na nossa lista há desde um Rolls-Royce inédito até a um BMW sem capota.

"Fangio: O homem que domava as máquinas"

A Netflix quis prestar uma homenagem a um dos melhores pilotos de todos os tempos e acaba de lançar um documentário sobre a carreira e vida de Juan Manuel Fangio, o terceiro piloto mais titulado de sempre da Fórmula 1.

Mais Lidas
Drive Os melhores carros para passear com estilo

De cabelos ao vento ou bem protegidos, dos clássicos Morgan aos arrojados buggies para passeios inesquecíveis, esteja muito atento a estes veículos. Há preços para (quase) todas as bolsas. O belo passeio é garantido.

Drive O personalizador dos carros dos famosos

O leitor é um jogador de futebol da primeira liga e acaba de gastar um quarto de milhão num supercarro. Apesar disso, ainda lhe falta qualquer coisa… É então que entra em cena Yianni Charalambous – alguém pediu pele de cobra?