Artes

A década mais alucinante de Hollywood em imagens

O fotógrafo Randall Slavin documentou a vida da última geração de celebridades antes de Internet – sem filtros, claro.

Charlize Theron e Leonardo DiCaprio em 1997, por Randall Slavin
Charlize Theron e Leonardo DiCaprio em 1997, por Randall Slavin
26 de novembro de 2019 | Vitória Amaral

Nos anos 90, de câmara Olympus Stylus em punho, Randall Slavin tornou-se o cronista visual das celebridades em Hollywood: a última geração antes da internet, com músicos e atores como Hillary Swank e Charlize Theron que na altura estavam ainda a tentar singrar no cinema. "Acho que estava super consciente do facto de estar entre pessoas especiais", Slavin escreve no seu novo livro We All Want Something Beautiful ("Todos queremos algo bonito", em português). Nestas páginas, traça-se a carreira de Slavin, de fotos descontraídas dos seus amigos antes da fama ao seu trabalho mais tardio e polido. Cada página está cheia de caras familiares como Linday Lohan, Reese Witherspoon,Jennifer Garner, Amber Heard, Rose Mcgowan, e muitos outros.

Jennifer Aniston e Adam Duritz por Randall Slavin
Jennifer Aniston e Adam Duritz por Randall Slavin

Nascido e criado em Los Angeles, Slavin queria ser ator. Ele comparava Hollywood a Pachinko, o jogo japonês que lembra uma máquina de pinball: "Toda a gente vem para cá a querer ser ator até conseguir abrandar e encontrar o seu lugar". Nos anos 90, Slavin teve papéis pequenos em sucessos de bilheteira como A Raiz do Medo e Lendas de Paixão, mas para sustentar a sua carreira como ator precisava de trabalhos paralelos. Com pouco mais de 20 anos, trabalhou numa bomba de gasolina em Hollywood até decidir tentar lançar-se como fotógrafo. Tornou-se amigo do dono de um estúdio de fotografia do outro lado da rua, que lhe deu algmas dicas, e pouco depois começou a tirar fotografias dos seus amigos, incluindo a atriz Hillary Swank, que numa fotografia tinha acabado de cortar o cabelo depois de ter sido despedida da série Beverly Hills 90210.

Fergie nos anos 90, por Randall Slavin
Fergie nos anos 90, por Randall Slavin

O seu primeiro retrato tirado a alguém verdadeiramente famoso na altura foi ao vocalista da banda The Black Crowes, Chris Robinson no seu "paraíso hippie na colina acima de Sunset Boulevard, e Charlize Theron, uma amiga de longa data, que uma vez o convidou para a acompanhar e documentar uma viagem por África do Sul. De câmara sempre na mão, Slavin parecia estar sempre no lugar certo à hora certa. Tirou uma fotografia de Leonardo DiCaprio pouco antes de ser lançado "Titanic", na festa de aniversário de Charlize Theron no Bar Marmont, um dos lugares mais icónicos de Hollywood.

Cameron Diaz, Cedric LeMoyne, Mila Jovovick e Iris Doe em 1995, por Randall Slavin
Cameron Diaz, Cedric LeMoyne, Mila Jovovick e Iris Doe em 1995, por Randall Slavin

Hoje, as redes sociais abriram as portas de Hollywood, mas as fotografias de Slavin dão-nos acesso a uma altura em que as celebridades podiam festejar com alguma privacidade. No seu caso em concreto, a sua arte foi mais estimulada pelos convites dos seus amigos de Hollywood do que pela fama. As suas primeiras imagens a preto e branco foram tiradas como um diário visual dos bons momentos que todos estavam a viver. Com espontaneidade e sem contar o número de likes. 

 

Saiba mais Randal Slavin, fotógrafo, hollywood, atores, cinema, anos 90
Relacionadas

Ralph Lauren, o designer que construiu um império

Desengane-se quem pensa que Ralph Lauren é apenas um designer de moda. Arquiteto de um império, colecionador de carros clássicos, ícone do estilo e do sonho americano são traços que fazem dele uma personalidade incontornável do século XX e da atualidade. Prestamos-lhe homenagem na boleia da celebração dos 50 anos da sua marca e do seu talento.

Os magnatas da Arte

Por detrás de um grande artista há, quase sempre, um grande mecenas. E, felizmente, os “Donos Disto Tudo” na Arte, desde Rockefeller a Gulbenkian, optaram por deixar um legado que todos podem admirar.

Todas as imagens do Calendário Pirelli 2020

Para a 47ª edição do calendário, Paolo Roversi inspirou-se de uma das mais emblemáticas personagens de William Shakespeare. Este ano, e pela primeira vez, as fotografias deste calendário são acompanhadas de um mini filme.

Mais Lidas
Artes O que é que Robert Pattinson tem?

Um filme que passou despercebido a muitos, O Farol, lança-nos um olhar diferente ao ator inglês que aqui despe definitivamente as camadas fantasiosas da personagem crepuscular de Edward Cullen. Eis aquilo a que podemos chamar um belo renascer das cinzas.

Artes Onde gastar (muito) dinheiro

Não há extravagância que não esteja ao alcance dos muito ricos. A elite dos melhores profissionais do mundo e dos serviços mais exclusivos encontra-se à distância de um telefonema. Saiba onde ir, o que comprar e quem chamar, se for o seu caso.

Master Pieces E Deus criou a Mulher

Para que não fique a acreditar que a mulher mais sensual do mundo é Monica Bellucci, mostramos-lhe outras que, muito antes dela, deram a volta ao mundo e à cabeça dos homens. A escolha não foi fácil. Eis, então, cinco verdadeiras obras-primas da Natureza.