Viver Anos dourados, as festas que ninguém esquece

Tendo como ponto de partida “a maior festa do mundo” dada pelo Xá da Pérsia, em 1971, recordamos as que foram oferecidas por grands seigneurs nos anos 60 e 70, nesta época em que se festeja a passagem do ano. Ao refinamento de antes sobrepôs-se a riqueza, ao chique o novo-riquismo, à imaginação o trivial, à exclusividade a mundanidade e ao bom gosto a quase vulgaridade. As verdadeiras grandes festas esfumaram-se. Mas não na nossa memória.

Moda Gentlemen’s Club? Donald Trump não entra!

Por mais poderoso que seja, o atual Presidente dos EUA nunca poderá fazer parte deste clube de cavalheiros. A sua declarada falta de estilo, a par com uma personalidade agitada colocam-no a milhas deste elegante grupo de homens. Retrato não oficial das lendas que nos inspiram, da boémia de Kerouac à sofisticação contida dos Kennedy.

Estilo Os homens mais sedutores de sempre

Uns contam e somam as mulheres com quem se deitaram. Outros apenas se ficam pelas paixões platónicas que espoletaram nos corações femininos. A lista poderia ser maior, mas nós não somos de exageros…

Artes Os magnatas da Arte

Por detrás de um grande artista há, quase sempre, um grande mecenas. E, felizmente, os “Donos Disto Tudo” na Arte, desde Rockefeller a Gulbenkian, optaram por deixar um legado que todos podem admirar.

+Carregar mais