Prazeres / Drive

VW Golf – não há amor como o primeiro

Há cinco décadas que faz parte da paisagem automóvel. E embora já vá na oitava geração, a primeira continuará sempre na nossa memória. Em maio de 1974, nascia o Volkswagen Golf.

Foto: DR
02 de junho de 2024 | Luís Merca

As revoluções não se fazem apenas com armas – mesmo que algumas destas até tenham flores a sair do cano. Em 1974, a indústria automóvel assistia a uma verdadeira revolução: a Volkswagen lançava o substituto do Carocha... coisa pouca.

A comparação com "o" Volkswagen era simples e ficava-se por aí: tinha um motor, quatro rodas e um volante. Tudo o resto era diferente: carroçaria autoportante em vez de châssis-plataforma; motor (e tração) à frente, em vez de tudo atrás; blocos de quatro cilindros em linha, em vez da arquitetura de cilindros opostos, o famoso ‘boxer’; tudo isto era lógico num automóvel projetado nos anos 70, em vez de um modelo nascido no pré-II Guerra Mundial e produido em série no imediato pós-guerra.

O Volkswagen Golf, lançado primeiramente como um ‘hatchback’ de três portas, e posteriormente dotado de cinco, viria a declinar-se em descapotável (Cabrio), carrinha (Variant), e até um ‘sedan’ de quatro portas (Jetta).
O Volkswagen Golf, lançado primeiramente como um ‘hatchback’ de três portas, e posteriormente dotado de cinco, viria a declinar-se em descapotável (Cabrio), carrinha (Variant), e até um ‘sedan’ de quatro portas (Jetta). Foto: DR

Em termos de carroçarias, enquanto o Carocha teve como "filhos" o Type 2 (a famosa e saudosa Kombi, ou "pão de forma", como ficou conhecida cá no burgo) e o Type 3 (já aqui retratado), o Volkswagen Golf, lançado primeiramente como um ‘hatchback’ de três portas, e posteriormente dotado de cinco, viria a declinar-se em descapotável (Cabrio), carrinha (Variant), e até um ‘sedan’ de quatro portas (Jetta). De caminho, ainda serviu de base para o New Beetle, veja-se bem, o "renascimento" do modelo que veio substituir. Ainda como diferenciação em relação ao Carocha – um modelo popular, que ficou imortalizado no nome da própria marca – o Golf estendeu o seu alcance desde os modelos utilitários e económicos até às versões desportivas e de alto rendimento, cobrindo toda uma faixa alargada de potenciais clientes. A  este propósito, o Golf GTI escreveu ele próprio um capítulo da história do Automóvel e será objeto de um artigo só para si, mais lá para a frente.

O Golf estendeu o seu alcance desde os modelos utilitários e económicos até às versões desportivas e de alto rendimento, cobrindo toda uma faixa alargada de potenciais clientes.
O Golf estendeu o seu alcance desde os modelos utilitários e económicos até às versões desportivas e de alto rendimento, cobrindo toda uma faixa alargada de potenciais clientes. Foto: DR

Ao longo de 50 anos e oito gerações, o VW Golf viria a ser premiado como Carro do Ano por duas vezes: em 2009 (sexta geração) e em 2013 (sétima). Apenas o Renault Clio e o Opel Astra  conseguiram o mesmo feito, Até 2019, data em que a sétima geração abria caminho para a oitava, mais de 35 milhões de unidades foram produzidas, o que faz dele o recordista da história da marca de Wolfsburg.

Se passar por nós uma unidade de qualquer uma destas gerações, a nossa reação será sempre e imediata:
Se passar por nós uma unidade de qualquer uma destas gerações, a nossa reação será sempre e imediata: "É um Golf". (Golf VIII na imagem) Foto: DR

Gerações do VW Golf

Primeira geração, lançada em1974; segunda, 1983; terceira, 1991; quarta, 1997; quinta, 2003; sexta, 2008; sétima, 2012; e oitava, 2020. Mas se passar por nós uma unidade de qualquer uma destas gerações, a nossa reação será sempre e imediata: "É um Golf".

Saiba mais Prazeres, Drive, VW, VW Golf, Volkswagen
Relacionadas

Citroën Traction Avant, tudo à frente

Há 90 anos, a Citroën revolucionava a indústria. Já o tinha feito antes e voltaria a fazê-lo depois, é um costume de que a marca não se livra. O modelo 7 CV, de tração dianteira, mudou o Automóvel e transformou-o naquilo que ainda hoje é.

Plug-in, a melhor versão do Toyota C-HR?

A segunda geração do crossover sub-compacto da Toyota ganha uma versão híbrida plug-in. O C-HR está mais adulto, mais moderno, mas será que esta é a motorização que melhor lhe fica?

Mais Lidas
Drive Corvette: os 70 anos de um ícone da América

Há 70 anos, em junho de 1953, a General Motors lançava um novo modelo desportivo e incluía-o no portefólio da Chevrolet, a sua marca ponta-de-lança, aquela que dava maior luta ao “inimigo” Ford. Nascia o Corvette, um nome que se confunde com a história do Automóvel nos Estados Unidos.