Prazeres / Drive

Os automóveis mais bonitos do mundo em leilão

Em fevereiro todos os caminhos vão dar a Paris, transformando a Cidade Luz na capital mundial do automóvel.

 1929 Mercedes-Benz 710 SS Sport Tourer
1929 Mercedes-Benz 710 SS Sport Tourer Foto: Alex Penfold
05 de fevereiro de 2020 | Bruno Lobo

Estamos na cidade das luzes, mas se entre estes dias 5 e 9 de fevereiro tiver oportunidade de passar nos pavilhões do centro de Exposições da Porte de Versailles vai perceber que lá os faróis brilham mais forte. Pelo menos enquanto decorre o Rétromobile, o grande evento dos automóveis clássicos que atrai apaixonados dos quatro cantos do mundo. O evento é de tal forma marcante que nessa semana não se organizam um, mas três leilões de automóveis e memorabilia: dia 5, há o leilão da RM Sotheby’s; no dia 6, o da Bonhams, no Grand Palais; e a 7, o leilão oficial do próprio evento, organizado pela Artcurial. São três dias para gastar um jackpot do euro milhões e sair feliz.

Este ano o Rétromobile acolhe mais de 620 expositores, entre marcas e clubes automóveis, federações e garagens especializadas em restauros. Vão estar mais de 1000 veículos expostos e pode acompanhar workshops regulares sobre colecionismo e restauro ou eventos como o cinquentenário do Citroe¨n GS, marca que celebra também a primeira travessia em automóvel do Sahara. Foi em 1922, há quase 100 anos. Em display estarão 10 protótipos desenhados pela Bertone que nunca viram a luz do dia (incluindo uma Van Lamborghini), ou a coleção de Bernard Guénant, um engenheiro francês que é dos maiores colecionadores de Maseratis do mundo. E ainda vamos ficar a saber tudo sobre o primeiro Porsche elétrico, que ao contrário do que julgam não foi o Taycan, mas um Löhner-Porsche apresentado há mais de 100 anos.  Depois, há demonstrações de tanques e tratores, que se revelam a antítese perfeita para a exposição dos desportivos mais icónicos dos anos 1990, ou para a coleção de McLarens F1 trazida pelo relojoeiro Richard Mille.

Para quem gostaria de entrar neste mundo, mas acha que está reservado a milionários, saiba que estão também expostos mais de 160 automóveis para venda – reunidos em parceria com a Catawiki – todos por menos de 25 mil euros! O negócio do século, chamam-lhe. Mas provavelmente os negócios do século serão os que vão realizar-se nos leilões das três grandes casas referidas. Já se quebraram vários recordes em Paris, e não se espera que este ano seja diferente, mas ainda assim não desespere porque nestes mesmos leilões encontramos preciosidades "acessíveis", digamos que pelo preço de um citadino novo.  Por isso aqui ficam alguns dos automóveis mais surpreendentes, divertidos ou sobretudo extraordinariamente bonitos que poderá encontrar a leilão:  

1929 Mercedes-Benz 710 SS Sport Tourer - Artcurial

Estimativa: 6 000 000 - 8 000 000 euros

O automóvel mais caro em leilão por estes dias — e quando foi lançado também já era o melhor que o dinheiro podia comprar. Feito na Alemanha e vendido para Nova Iorque, ainda regressou à Europa para ter a carroceria personalizada por um dos montadores mais prestigiados da altura, os franceses Fernandez & Darrin.

1929 Mercedes-Benz 710 SS Sport Tourer
1929 Mercedes-Benz 710 SS Sport Tourer Foto: Alex Penfold

 



1966 Porsche 906 – Artcurial

Estimativa 1 400 000 - 1 800 000 euros

Estes Porsche 906, ou Carrera 6 tem uma impressionante história competitiva pilotado por vários "privados" durante os anos 1960 e 1970. Passou as duas décadas seguintes nas mãos de colecionadores e, finalmente, já este século voltou à competição, em provas históricas. Um raro exemplar que conseguiu sobreviver a tanta corrida.

1966 Porsche 906
1966 Porsche 906 Foto: Jonathan Yarden




1961 Rolls Royce Silver Cloud II LWB – Artcurial

Estimativa 80 000 - 140 000 euros

Quando um Rolls Royce simplesmente não é chamativo o suficiente – como foi o caso deste para a atriz Zsa Zsa Gabor — envia-se para um especialista em customização. No caso um dos mais famosos, George Barris, criador dos Batmobiles originais, entre outros. Este foi o resultado: um Roll Royce "d’ouro".

1961 Rolls Royce Silver Cloud II LWB
1961 Rolls Royce Silver Cloud II LWB Foto: D.R.




1965 Ferrari 275 GTB 6 Carburateurs – Artcurial

Estimativa 2 000 000 - 3 000 000 euros

Os Ferrari atraem sempre muita atenção, especialmente as grandes berlinettas dos anos 1960. Este GTB junta ainda um currículo competitivo impressionante, com mais de 40 corridas e a vitória nos 1000 km de Monza em 66. 

1965 Ferrari 275 GTB 6 Carburateurs
1965 Ferrari 275 GTB 6 Carburateurs Foto: D.R.




1963 Amphicar DWM Schwimmwagen  – Artcurial

Estimativa 55.000 – 75.000 euros

Para quem quer fugir ao trânsito da ponte e às greves da Transtejo, tem aqui a solução: um carro anfíbio idealizado na Alemanha. E este Schwimmwagen continua totalmente pronto para navegar, especialmente depois do restauro completo entre 2012 e 2014. 

1963 Amphicar DWM Schwimmwagen
1963 Amphicar DWM Schwimmwagen Foto: D.R.




1931 Bugatti Type 55 Two-Seat Supersport – Bonhams

Estimativa: 4.000.000 – 7.000.000 euros

A Bonhams leva ao Grande Palais uma coleção importante de Bugattis, onde se destaca este Type 55, encomendado especificamente para as 24 horas de Le Mans e entregue uma semana antes da corrida de 1932. Seguia em 5º quando ficou sem gasolina, porque uma pedra furou o tanque de combustível. Foi depois enviado para a Carosserie Figoni, em Paris, e totalmente customizado.

1931 Bugatti Type 55 Two-Seat Supersport
1931 Bugatti Type 55 Two-Seat Supersport Foto: D.R.




1955 Alfa Romeo 1900C SZ Coupé – Bonhams

Estimativa:  750.000 – 1.000.000 euros

Um Alfa raro, porque comprado pela Carrozzeria Zagato e preparado para a competição pelos também italianos Conrero. Participou em provas em Espanha, Suíça, Estados Unidos e agora regressou à sua Itália natal, onde depois de uma extensa recuperação – praticamente 400 horas apenas na mecânica – voltou a correr em provas de clássicas, como as Mille Miglia.

 

1955 Alfa Romeo 1900C SZ Coupé
1955 Alfa Romeo 1900C SZ Coupé Foto: D.R.




1938 Delahaye 135 M – Bonhams

Estimativa: 200.000 – 300.000 euros

É justo que em França estejam vários Delahaye em licitação, em homenagem a grandes marcas francesas com a Delage, a Panhard et Levassor ou a Talbot, entretanto desparecidas. Este 135 é, sem dúvida, um dos melhores desportivos de todos os tempos, capaz de vencer nas pistas e nos concursos de elegância. Algo que tem sucedido com bastante frequência nos últimos 15 anos. 

1938 Delahaye 135 M
1938 Delahaye 135 M Foto: D.R.




1955 Jaguar D-Type – RM Sothebys

Estimativa: 5.900.000 – 6.400.000 euros

Um dos automóveis a gerar mais interesse é este Jaguar, "apenas" o sétimo Type D jamais produzido. Um dos mais famosos modelos da história automóvel. No seu tempo teve uma bela vida competitiva na Austrália, e era o carro pessoal de Richard Attwood nos anos 1970, quando venceu Le Mans. A sua manutenção está há anos entregue a um dos mais respeitados especialistas mundiais da marca.  

1955 Jaguar D-Type
1955 Jaguar D-Type Foto: D.R.




1958 BMW 507 Roadster Series II – RM Sothebys

Estimativa: 1.750.000 – 2.250,000 euros

O 507 é provavelmente o mais famoso BMW de antigamente, apesar de terem sido produzidos pouco mais de 250 unidades. Mas transformou a marca, que no pós-guerra fabricava pequenos utilitários, em algo sensual. 32 unidades foram parar aos Estados Unidos e a mais famosa às mãos de Elvis Presley. Este modelo foi responsável por um jovem William Young se apaixonar pela BMW e se tornar no maior colecionador da marca desse lado do atlântico. Anos mais tarde consegui encontra-lo (sabia o número do chassis) e juntar à coleção. Foi agora totalmente restaurado pela própria BMW, a primeira grande restauração da sua vida.

1958 BMW 507 Roadster Series II
1958 BMW 507 Roadster Series II Foto: D.R.




1946 Delahaye 135 Cabriolet – RM Sothebys

Estimativa: 350.,000 – 450.000

Mais um importante Delahaye 135, desta vez com carroceria Figoni et Falaschi. O modelo fazia parte da coleção Dayes, da qual a Sothebys leva à praça mais alguns exemplares, mas este 135 era uma das peças mais queridas, de tal forma que pintaram um Land Rover Defender nas mesmas cores. O Defender de 1993 também está à venda (8 a 10 mil euros de estimativa) e na sua condição de cavalo de trabalho original, ao contrário do Delahaye, minuciosamente restaurado e cuidado.

1946 Delahaye 135 Cabriolet
1946 Delahaye 135 Cabriolet Foto: D.R.
Saiba mais Grand Palais, Rétromobile, Sotheby’s, Rolls, Artcurial, Amphicar DWM Schwimmwagen, Porsche, Alemanha, Ferrari
Relacionadas

7 museus para viver a paixão pelos automóveis

A velocidade e a competição não são os únicos combustíveis dos aficionados por automóveis. Selecionamos sete museus onde se contam histórias, se celebram marcas, se contempla uma indústria em constante movimento e se aprecia a arte do design. Uma viagem com paragens obrigatórias em França, Itália, Alemanha, Estados Unidos e, claro, no Caramulo, em Portugal.

O modelo mais exclusivo da Bugatti

Beleza escultural e um ícone de arte. Assim é o modelo que celebra os 110 anos da Bugatti, a mítica marca do sul da Europa. O nome não engana: chama-se Centodieci e celebra as várias vidas do sonho do italiano Ettore Bugatti.

Um arqui-inimigo para a Tesla?

R. J. Scaringe, o fundador da marca automóvel Rivian, está prestes a lançar o primeiro automóvel elétrico que poderá destronar Elon Musk.

Carros que são obras de arte

Elegantes. Voluptuosos. Apaixonantes. Marcantes. Memoráveis. Assim são (ou pretendem ser) estes modelos que lhe vão deixar água na boca.

Mais Lidas
Drive O novo Ferrari Roma é uma obra-prima

Atribuíram-lhe o nome de Ferrari Roma e é o automóvel perfeito para quem gosta de obras-primas. O novo modelo alia os traços clássicos icónicos com os do exclusivo 250 GTO e a modernidade e a potência dos desportivos da atualidade. Uma delícia de arte e engenho italiano.

Drive O personalizador dos carros dos famosos

O leitor é um jogador de futebol da primeira liga e acaba de gastar um quarto de milhão num supercarro. Apesar disso, ainda lhe falta qualquer coisa… É então que entra em cena Yianni Charalambous – alguém pediu pele de cobra?