Prazeres / Drive

O que fazer ao belo Ferrari Monza? A Novitec responde assim!

Preparadora alemã transformou dois dos Ferrari mais especiais das últimas décadas.

22 de outubro de 2020 | Miguel Dias

Os Ferrari Monza SP1 e SP2 são duas das criações mais elegantes que deixaram as instalações de Maranello nas últimas décadas. Pioneiros da série especial Icona, estes dois modelos foram buscar inspiração aos Ferrari de competição mais icónicos dos anos 50 e fazem referência a modelos como o 166 MM ou o 750 Monza.

Com uma produção limitada a apenas 200 unidades (divididos por SP1 e SP2), o Ferrari Monza é um modelo altamente exclusivo e que muitos coleccionadores estariam dispostos a pagar vários milhões para o garantir. Mas se para a maioria dos fãs da marca do Cavallino Rampante este é um automóvel de sonho, para a Novitec, conhecida preparadora alemã, é apenas a base do que poderia ser um modelo ainda mais espectacular.

Ferrari Monza
Ferrari Monza

Habituada a transformar modelos da Ferrari, Lamborghini e McLaren, esta casa de tuning germânica lançou-se a um dos modelos mais exclusivos que alguma vez trabalhou e criou algo ainda mais fantástico.

Do ponto de vista estético, e respeitando o incrível trabalho do centro de design da Ferrari, a Novitec limitou-se a instalar novas jantes Vossen de 21’’ para o eixo dianteiro e 22’’ para o eixo traseiro e uma suspensão que reduz a altura ao solo em 35 mm.

Ferrari Monza
Ferrari Monza

Assim, as maiores alterações aconteceram no departamento mecânico, com a Novitec a conseguir retirar mais 34 cv e 61 Nm ao bloco V12 atmosférico de 6.5 litros que equipa estes dois modelos. De série este motor – que também equipa o Ferrari 812 Superfast – produz 810 cv e 719 Nm. Agora, e depois de passar pelo tratamento especial da Novitec, chega aos 844 cv e 780 Nm. Este aumento de potência foi conseguido graças a vários ajustes no motor e a um novo sistema de escape banhado a ouro que ajuda a dissipar o calor de forma mais eficiente.

Ferrari Monza
Ferrari Monza

Estes números fazem com que os Monza SP1 e SP2 sejam agora capazes de acelerar dos 0 aos 100 km/h em 2,8 segundos (contra os 2,9 segundos das versões de série) e passar dos 300 km/h de velocidade máxima, ainda que o número final não tenha sido divulgado.

Seja como for, e ao contrário do que muitos podiam imaginar, os Monza ficaram ainda mais especiais graças a este "tempero" de sal e pimenta da Novitec. Resta agora saber quanto custam estas modificações, algo que não será certamente um problema para os proprietários de um modelo cujo valor no mercado de usados já superou os 2 milhões de euros.

Ferrari Monza
Ferrari Monza
Saiba mais Ferrari, Drive, Carros, Ferrari Monza, Novitec, SP2, Monza, Icona, SP1, Maranello, Automóvel
Relacionadas
Mais Lidas
Drive BMW iX, cognome O (tão) Desejado

O recém-apresentado iX representa para a BMW o pão para a boca que já tardava desde que o pequeno e já “antigo” i3 foi lançado. A partir de agora, o construtor bávaro volta a ter um modelo 100% elétrico para combater o “inimigo americano” (Tesla) e o “inimigo do costume” (Mercedes, através da sua nova divisão elétrica EQ), que já não vão poder ficar a rir da marca da hélice.