Prazeres / Artes

Gulbenkian recebe exposição de Hergé, o criador de Tintim

A partir desta sexta,1, e até 10 de janeiro de 2022, a Fundação Calouste Gulbenkian desafia-o a descobrir o maravilhoso mundo de Tintim e do artista que lhe deu vida, Hergé.

Banda desenhada As Aventuras de Tintim, de Hergé.
Banda desenhada As Aventuras de Tintim, de Hergé. Foto: Fundação Calouste Gulbenkian
01 de outubro de 2021 | Ana Damião

Dividida em nove núcleos, a mostra revela as diferentes facetas de Georges Remi, mais conhecido pelo seu pseudónimo Hergé, passando pela banda desenhada (BD), imprensa, publicidade e até pelo design de moda.

Inspirado por várias correntes artísticas da primeira metade do século XX, como a pop art, o abstrato e o minimalismo, Georges Remi notabilizou-se na Nona Arte com as estórias de quadradinhos As Aventuras de Tintim, que acompanhavam (e acompanham) as peripécias do jovem repórter de cabelo ruivo.

Maquete da exposição ´Hergé'.
Maquete da exposição ´Hergé'. Foto: Fundação Calouste Gulbenkian

A exposição Hergé resulta de uma colaboração com o Museu Hergé, na Bélgica, e marca a primeira vez que vários trabalhos do artista poderão ser vistos em Portugal, como pranchas originais, pinturas, fotografias, documentos de arquivo e ainda cartazes oriundos do seu trabalho como designer gráfico publicitário.

Maquete da exposição ´Hergé'.
Maquete da exposição ´Hergé'. Foto: Fundação Calouste Gulbenkian

O criador belga distinguiu-se de outros artistas de BD pelo talento que tinha para estimular a imaginação do leitor como poucos, transportando-o para um universo de aventuras repleto de personagens emblemáticas, apenas com as linhas simples e precisas que desenhava no papel. Natural de Etterbeek, Georges Remi nasceu a 22 de maio de 1907, mas foi apenas a partir de janeiro de 1929 que começou a assinar a famosa série de banda desenhada com o seu pseudónimo. Até à sua morte, em 1983, o artista criou 23 álbuns completosAs Aventuras de Tintim.

Cartazes publicitários criados por Georges Remi (Hergé).
Cartazes publicitários criados por Georges Remi (Hergé). Foto: Fundação Calouste Gulbenkian

Na Gulbenkian, o visitante terá também a oportunidade de descobrir os nomes que inspiraram o artista, de Dürer a Miró, bem como admirar algumas obras da sua coleção pessoal, criadas por Fontana e Andy Warhol.

Excerto das histórias de banda desenhada 'As Aventuras de Tintim', de Hergé.
Excerto das histórias de banda desenhada 'As Aventuras de Tintim', de Hergé. Foto: Fundação Calouste Gulbenkian

A exposição conta com os núcleos Grandeza da arte menorHergé, o amante de arteO romancista da imagemO êxito e a tormentaUma família de papel, Hergé e a revista 'Coeurs Vaillants’A arte do reclameA lição do Oriente e O nascimento de um mito, sendo que o programa terá ainda inúmeras conversas, performances e oficinas de desenho para toda a família.

Horário: Segunda, quarta, quinta, sábado e domingo das 10h00 às 18h00 e sexta-feira das 10h00 às 21h00.

Bilhetes: €5; gratuito para menores de 12 anos.

Saiba mais Georges Remi, Hergé, As Aventuras de Tintim, banda desenhada, Fundação Calouste Gulbenkian, arte, cartazes, designer gráfico, cultura, entretenimento
Relacionadas

Os novos heróis de ação

Já não há Rambos nem Exterminadores porque o Cinema mudou. Não abdica de criar figuras a que reagimos com mais entusiasmo ou mais desconfiança. Precisa deles para continuar a levar público às salas. E não se incomoda com o “render da guarda”, tanto nas personagens como nos atores que lhes dão vida.

Mais Lidas
Artes Quem vai ser o próximo James Bond?

A estreia de 007: Sem Tempo Para Morrer foi adiada pela terceira vez, agora para abril de 2021. Já se sabe que Daniel Craig quer deixar o papel de James Bond, mas quem será o seu sucessor?

Artes As Bond girls mais sexy de sempre

De Ursula Andress a Denise Richards, passando por Halle Berry e Monica Bellucci, estas são as mulheres mais icónicas que passaram pelos 25 filmes de James Bond desde 1962.