Estilo / Relógios e Jóias

Jaeger-LeCoultre lança primeiro relógio de pulso do mundo que oferece uma leitura profunda do cosmos

O novo Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque é o primeiro relógio de sempre a possuir quatro mostradores de indicações cronométricas. O tempo cósmico e terrestre uniram-se numa ode ao savoir-faire da alta relojoaria.

15 de abril de 2021 | Marta Vieira

Foram necessários seis anos de intensa pesquisa e consolidação de conhecimentos, que se transformaram numa funcionalidade excepcional, para que o mundo conhecesse a mais recente aquisição da série Hybris Mechanica, pertencente à Jaeger-LeCoulture.

O inédito Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque, lançado finalmente em 2021 e tão complexo como o nome indica, celebra o apogeu de toda a magnificência da alta relojoaria mecânica. O que o distingue dos demais? Trata-se do primeiro relógio de pulso do mundo com quatro mostradores, tornando-se no relógio mais complexo desta simbólica coleção.

Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque
Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque Foto: Jaeger-LeCoultre

O propósito final da sua concretização foi aliar todo um design exclusivo a esta mesma complexidade funcional, para que se tornasse num relógio de pulso a ser usado com a regularidade que merece, e não para ficar em exposição no estojo que vem com o relógio.

O material da caixa dupla, de calibre 185 é em ouro branco, com dimensões de 51,2 x 31 mm, sendo que a base da mesma possui duas faces sincronizadas e atualizadas pelo movimento primário – todos os dias à meia-noite. Já a pulseira é em couro de crocodilo azul. No total, o relógio tem 11 complicações (complicações são funções que vão além do relógio mostrar o horário - horas, minutos, segundos). Entre elas, destacam-se três tipos de informações lunares no mostrador interno: o ciclo sinódico, o ciclo dracónico e o ciclo anomalístico, e ainda tem um calendário perpétuo e um repetidor de minutos. De facto, este ícone da relojoaria permite perceber qual o próximo acontecimento à escala global de eventos astronómicos a suceder, sejam superluas ou até mesmo eclipses.

Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque
Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque Foto: Jaeger-LeCoultre
Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque
Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque Foto: Jaeger-LeCoultre

Segundo o comunicado da marca, trata-se, inclusivamente do "primeiro relógio de pulso do mundo a fornecer uma leitura tão profunda do cosmos". Contudo, trata-se de uma edição limitada a 10 peças.

Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque
Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque Foto: Jaeger-LeCoultre

Poderá não saber, mas o primeiro reverso a ser lançado pela maison suiça, em 1931, e pensado para resistir a vigorosos jogos de pólo, foi de tal forma aclamado pelos apreciadores que se tornou num clássico do século XX. Um dos relógios mais respeitados de sempre, quase 90 anos depois da sua criação, chega agora nesta nova versão.

Quanto à Jaeger-LeCoultre, marca relojoaria de luxo situada em Vallée de Joux, na Suiça, com 188 anos, não está só entre as melhores marcas de de alta relojoaria como também tem das melhores equipas de designers, artesões e até engenheiros. 

Saiba mais relógios, 2021, Jaeger-LeCoultre, Reverso Hybris Mechanica Calibre 185 Quadriptyque, inovação, savoire-faire, alta rejoalharia
Relacionadas

Badaladas em tons de azul

O azul é a grande aposta para os relógios deste inverno. Da bracelete ao mostrador, os diferentes tons contrastam com os metais, sejam eles dourados ou prateados. Escolha o que melhor se adapta ao seu pulso ou impressione alguém com o presente de sonho.

Mais Lidas
Joias O Diabo está nos detalhes

Brad Pitt usa colares longos, Timothée Chalamet adora anéis, Harry Styles não dispensa as pérolas e Johnny Deep é fã de correntes e pulseiras. As joias sempre fizeram parte do guarda-roupa masculino e voltam agora a ser fundamentais.