Estilo / Moda

As 7 coleções que vão marcar o outono

As novidades de pre-fall estão a chegar às lojas, por isso escolhemos as propostas que são o exemplo perfeito do que é a moda masculina hoje. Tudo pode ser conjugado e reinventado, o sportswear pode ser formal e a roupa descontraída pode ser usada à noite.

13 de agosto de 2020 | Ana Campos
1 de 14 /

Saint Laurent A influência da contracultura Beat do final dos anos 50, princípio da década de 60, mantém-se muito atual nas influências do designer Anthony Vaccarello, onde o corte clássico pode coexistir com umas calças mais descontraídas.

2 de 14 / Saint Laurent
3 de 14 /

Dior Homme O desfile da marca em Miami demonstrou como o designer Kim Jones tem conduzido a Dior para uma atitude mais inclusiva, com misturas de elementos formais e desportivos. Destaque para a nova colaboração com Shawn Stussy que redesenhou o logo e a abelha Dior.

4 de 14 / Dior Homme
5 de 14 /

Bottega Veneta O relançamento da marca italiana por Daniel Lee tem mostrado uma nova visão do que é o luxo moderno, fundindo a herança da Bottega Veneta com a realidade desta nova década. Detalhes e volumes em materiais requintados conjugam-se com cores surpreendentes.

6 de 14 / Bottega Veneta
7 de 14 /

Louis Vuitton A ideia de que o luxo não tem de ser sinónimo de uma silhueta rígida foi o ponto de partida para as primeiras coleções de Virgil Abloh para a Louis Vuitton. Agora, quase dois anos passados, o designer introduzi peças mais estruturadas sem perder a influência do streetstyle nos materiais e estampados.

8 de 14 / Louis Vuitton
9 de 14 /

Gucci Alessandro Michele focou-se no lado mais formal do guarda-roupa masculino. Os detalhes, as cores e as misturas de peças (no mesmo look), criam um estilo único que deve ser uma forma de expressão e afirmação da personalidade de quem usa uma coleção Gucci.

10 de 14 / Gucci
11 de 14 /

Off-White A evolução de uma marca implica sempre reinvenção. Originalmente dedicada ao streetwear a Off-White explora cada vez mais a roupa formal, sem esquecer as características que fizeram a notoriedade da marca, como a logomania e os pormenores oversize.

12 de 14 / Off-White
13 de 14 /

Balmain Olivier Rousteing, o designer prodígio da Balmain, cresceu, assim como os seus seguidores. A coleção para este pre-fall mistura os códigos da geração Z com o ADN da marca francesa, com fatos e sobretudos mais estruturados, sem perder os detalhes mais irreverentes.

14 de 14 / Balmain


Saiba mais Tendências, Moda masculina, Gucci, Bailmain, Dior
Relacionadas

O infalível look de surfista

O poder terapêutico do oceano para o stress e a ansiedade é reconhecido e em tempos de pandemia o surf tornou-se um aliado da moda e não só.

Polo: o clássico renovado

Com as suas raízes desportivas, continua a ser uma peça essencial em qualquer guarda-roupa masculino que se preze. Esta estação é mesmo fundamental tanto na cidade como num fim de semana mais descontraído (mesmo que o ténis não esteja nos planos).

Mais Lidas