Estilo

Correr antes de comer queima mais gordura?

O jejum é uma prática defendida por vários estudos, mas será que correr com o estômago vazio elimina a gordura de forma mais eficaz? Especialistas em desporto respondem.

Foto: Leandro Boogalu / Pexels
09 de agosto de 2021 | Rita Silva Avelar

Correr de manhã não é para todos, sobretudo quando se tem dificuldade em sair da cama. Se a isto se acrescentar um estômago vazio a missão torna-se ainda mais difícil. Será que vale a pena o esforço? 

"O corpo dispõe de três fontes de produção de energia: carbohidratos, gorduras e proteínas. Normalmente, os carbohidratos são os primeiros a serem usados - porque são mais fáceis de serem processados pelo corpo. Quando eles já não estiverem disponíveis, após uma noite de jejum, o corpo usará as nossas reservas de gordura" explica Olivier Gaillard, treinador de corrida, à Madame Figaro. De acordo com este personal trainer, o corpo queima 50% da gordura de "reserva" durante a corrida, caso vá correr depois de jejuar mais de 10 horas, e só vai queimar 30% da gordura se tomarmos o pequeno-almoço (antes da corrida).

Mas atenção, avisa Jean-Christophe Miniot, médico especialista em desporto, à mesma publicação: "Correr com o estômago vazio não é a receita milagrosa para perder peso. Se quer perder gordura, tem que reequilibrar sua dieta". E não é só isso: "além de ser uma corrida de esforço, o corpo solicitará reservas de proteína muscular, o que nos expõe à perda de massa muscular", alerta Olivier Gaillard. E se ultrapassarmos uma hora de corrida em jejum, "os efeitos nocivos multiplicam-se".

Os dois especialistas aconselham manter estas sessões de corrida uma ou duas vezes por semana, começando com corridas de 20 a 30 minutos, um tempo que, no futuro, poderá ser aumentado. Durante a sessão, deve ser mantido um ritmo que lhe permita falar sem perder o fôlego."Não se deve ultrapassar 70% da frequência cardíaca máxima para não reduzir a proteína muscular", reforça Olivier Gaillard, algo indesejável para qualquer praticante de exercício físico.

Saiba mais Olivier Gaillard, desporto, saúde, Corrida, Correr em jejum, Madame Figaro, Exercício Fisico
Relacionadas

Estes desportos são doidos

Está desculpado se nunca ouviu falar de bossball, hóquei subaquático ou chess boxing, mas existe toda uma gloriosa lista de desportos “diferentes” (vamos chamar-lhes assim) muito mais divertidos do que os chamados “normais”.

Ideias para transformar o sexo em exercício físico

Laird Hamilton e Gabrielle Reece, considerados pelo The Times como o casal mais em forma, incluem no seu treino XPT, o famoso programa de fitness que criaram, a prática de sexo de dois em dois dias. Mas o que se descobriu é que praticar o dito sexo, mas na versão rápida, espontânea e de preferência em locais inesperados, faz muito mais efeito.

Será este o segredo para um corpo saudável e fit?

HIIT, também conhecido como treino intervalado de alta intensidade, é o desporto ideal para quem tem uma agenda cheia, para quem não gosta de ginásios e até para quem não pratica exercício regularmente.

Mais Lidas
Estilo O que acontece ao corpo quando deixamos de beber álcool

A abstenção de bebidas alcóolicas não é sentida da mesma maneira por toda a gente, pois irá depender do consumo regular de cada indivíduo. Mas para quem bebeu mais do que devia nos últimos tempos, saiba que o Dry January tem de facto efeitos muito positivos no organismo, da regeneração do fígado à capacidade de concentração.

Moda Os melhores looks dos Grammy 2023

Numa das passadeiras vermelhas mais ecléticas, onde tudo é permitido, Portugal também se destacou com a marca português Ernest W Baker a ser responsável por um dos melhores looks. Quem vestiu? Pharrell Williams.

Sexo Ideias para transformar o sexo em exercício físico

Laird Hamilton e Gabrielle Reece, considerados pelo The Times como o casal mais em forma, incluem no seu treino XPT, o famoso programa de fitness que criaram, a prática de sexo de dois em dois dias. Mas o que se descobriu é que praticar o dito sexo, mas na versão rápida, espontânea e de preferência em locais inesperados, faz muito mais efeito.