Drive

Motores que valem a pena

Dos tradicionais motores a combustão aos veículos 100 por cento elétricos, passando pelos híbridos de ligar à tomada (a Ferrari foi a última a aderir). O importante é a intensidade dos arranques e a experiência.

Ford Mustang
Ford Mustang Foto: D.R.
02 de setembro de 2019 | Pedro Serra

Qual será o motor do futuro? É difícil prever. Para já, mesmo que os motores a combustão (inclusive a diesel) não estejam condenados, serão cada vez mais as opções a ter energia vinda da eletricidade e não dos chamados motores a combustão, a gasolina ou diesel. Há quem diga que os motores a combustão, que têm suscitado paixões fortes e cunhado a expressão petrolhead para aqueles que não passam um dia sem as emoções da condução, nunca irão acabar. Que mais não seja, tornar-se-ão objetos de coleção para passeios esporádicos. Certo na vida, só a morte e os impostos, diz o ditado. Sabemos que capitais como Paris, Madrid, Atenas e Cidade do México têm planos para remover os carros a diesel das cidades até 2025 e a Noruega quer começar a deixar de ter carros a combustão em geral a partir desse mesmo ano.

A tendência mais recente (que tem tido a Tesla como a montra dos veículos elétricos) assenta em autonomias mais longas e capazes de descansar o condutor que não tem de correr para um posto de carregamento para alimentar de energia o seu veículo a cada 100 km. Marcas como a Nissan, a Renault, a Jaguar, a Kia, a Hyundai, a Volvo, a Toyota, a Mercedes ou a BMW têm apresentado soluções já convincentes, entre os elétricos, híbridos de ligar à tomada e híbridos mais próximos dos carros a combustão normais. A lista que se segue, mesmo não incluindo um Tesla (cujo modelo mais recente é o seu mais acessível Model 3), mostra-nos cinco modelos apetecíveis com soluções de motores diferentes. Que os motores comecem a roncar. No caso dos elétricos, que comecem a fazer aquele ruído suave de nave espacial.

Ferrari SF90 Stradale
Ferrari SF90 Stradale Foto: D.R.

SF90 Stradale, o primeiro Ferrari de ligar à tomada

A Ferrari abriu um novo capítulo da sua história com este modelo anunciado em maio de 2019 e cujas primeiras imagens para um vídeo oficial foram gravadas em Portugal. O SF90 Stradale é o primeiro modelo híbrido Plug in ou PHEV de ligar à tomada, da marca do Cavallino Rampant (o famoso símbolo do cavalo). É uma mudança de paradigma que não tira emoção ao modelo ou não conseguisse o equivalente a nada mais nada menos do que 1000 cavalos de potência e uma aderência ao solo simplesmente notável. E porquê o nome SF90? É para celebrar os 90 anos da Scuderia Ferrari, num modelo com um motor V8 de 780 cv a combustão e a ajuda de três motores elétricos que totalizam mais 220 cv, um na traseira que vem da Fórmula 1 e dois à frente. Os seus números impressionam, atingindo os 100 km/h em 2,5 segundos e os 200 km/h em 6,7 segundos (vai até aos 340 km/h). O mais potente e rápido Ferrari, até à data, tem as primeiras unidades vendidas por um preço que ronda o milhão de euros.

BMW M135i
BMW M135i Foto: D.R.

 BMW M135i, o pequeno diabo

É um dos veículos mais divertidos que podemos conduzir. A BMW tem na sua divisão mais desportiva, a M, um verdadeiro braço armado da euforia na condução. Nos anos 80, o M5 e, depois, o M3 fizeram as delícias de apaixonados dos automóveis e criaram uma aura nesse tipo de veículos. Com a chegada do mais pequeno Série 1, a marca bávara ganhou um modelo mais pequeno para potenciar a diversão e tem tido muito sucesso. O novo M135i vai chegar mais para o final do ano e faz parte da terceira geração do Série 1, com inovações várias, incluindo uma nova "cara" e a possibilidade de modificarmos a suspensão com três modos para intensificar ou acalmar as sensações vindas da estrada. O motor de 2.0 litros Turbo a gasolina ostenta sonoros 306 cavalos e atinge os 100 km/h em 4,7 segundos. O preço ainda não foi anunciado, mas deverá rondar os 60 mil euros, como habitualmente.

Aston Martin Rapide E
Aston Martin Rapide E Foto: D.R.

 Aston Martin Rapide E, Bond chega de elétrico

O agente pouco secreto 007 iria ficar "elétrico" com o novo e exclusivo Rapide E. Este é o primeiro modelo totalmente elétrico da Aston Martin. A marca britânica criou no País de Gales uma nova "casa" para eletrificar os seus veículos. Aquele modelo está próximo em tamanho do Porsche Taycan e do Tesla Model S, mas é mais único porque tem uma produção limitada a 155 donos sortudos e fãs da mobilidade elétrica que apenas começarão a receber o seu Aston Martin mais para o final deste ano. Não faltam pormenores que lhe conferem elegância e mais aerodinâmica do que a versão "normal", a combustão, do Rapide. O interior recebeu um painel digital tátil de 10 polegadas para rivalizar com o que já vemos na Tesla. A bateria de 65 kWh de capacidade dá-nos cerca de 350 km de autonomia e a dar-lhe potência estão dois motores elétricos que debitam 610 cv. Resultado? O Rapide E atinge os 100 km/h em menos de 4 segundos. O preço ronda os 330 mil euros.

Ford Mustang
Ford Mustang Foto: D.R.

Ford Mustang, com pacote High Performance

O Ford Mustang completa 55 anos e a marca norte-americana celebra o modelo que nos apaixona há várias gerações com uma versão pouco elétrica e mais potente do que nunca desse modelo. O Mustang EcoBoost High Performance Package atira o icónico modelo, que ostenta um design inspirado no modelo de 1964, para níveis de diversão épicos com um motor e um modelo leve quanto baste e o motor EcoBoost mais potente de sempre, um 2.3 litros a gasolina Turbo de quatro cilindros, feito de propósito para o Mustang, e que entrega 330 cv às rodas. Desta forma chegamos aos 100 km/h em pouco mais de 4 segundos e com uma sonoridade e um "roncar" típicos que têm sido uma das imagens de marca deste verdadeiro "muscle car". Não há preço oficial em Portugal, mas nos EUA irá custar 32 mil dólares. É o desportivo "acessível".

Jaguar I-Pace
Jaguar I-Pace Foto: D.R.

Jaguar I-Pace, SUV elétrico e à inglesa

O I-Pace é um SUV e, por isso, um carro de estilo moderno, mas mistura a elegância a que a marca britânica nos habituou ao longo da sua longa história com algo tão antigo quanto novo. Confuso? É que o I-Pace é o primeiro modelo totalmente elétrico da Jaguar e embora os elétricos sejam os carros da moda e, diz-se, o futuro do automóvel, são também parte dos primórdios da indústria: os primeiros carros eram elétricos. Em 2019, o I-Pace tem ainda um novo título: é o Carro do Ano Europeu, batendo a forte concorrência de carros a combustão. Desenhado pelo escocês Ian Callum, que passou pela Ford e pela Aston Martin, o I-Pace é o rival direto dos modelos da Tesla, com uma bateria que promete 480 km de autonomia. O I-Pace tem uma potência combinada de 400 cv, além de uma elegância digna dos pergaminhos da história da Jaguar com quase 100 anos e é um dos SUV mais rápidos do mundo, tendo batido o Tesla Model X num teste recente. Chega aos 100 km/h em apenas 4,5 segundos. Impressionante. O preço-base é de 80 mil euros.

Saiba mais Jaguar I-Pace, Paris, Tesla, Aston Martin, Rapide E, BMW M135i, Ferrari, Ford Mustang
Relacionadas

O mundo por um Tesla

Fomos pôr à prova o Tesla Model X. Não voámos, mas ficámos deliciados pelas portas “asas de falcão” e pelos modos de condução ao estilo trenó. O melhor, mesmo, é ler o que se segue.

O nosso homem em Le Mans

Eduardo Freitas começou como mecânico de karts e hoje comanda uma das provas-estrela do desporto motorizado mundial: as 24 Horas de Le Mans. O Diretor de Corrida da FIA WEC sentou-se com a Must para uma conversa que deu a volta ao mundo.

Carros que futebolistas poderiam ter…

Máquinas superdesportivas espampanantes, prontas para nos saltar pela vista adentro, há várias e jogadores de futebol para os comprar, também. E se as estrelas do mundo do futebol preferissem modelos elegantes?

Os melhores carros para passear com estilo

De cabelos ao vento ou bem protegidos, dos clássicos Morgan aos arrojados buggies para passeios inesquecíveis, esteja muito atento a estes veículos. Há preços para (quase) todas as bolsas. O belo passeio é garantido.

Mais Lidas
Drive Os melhores carros para passear com estilo

De cabelos ao vento ou bem protegidos, dos clássicos Morgan aos arrojados buggies para passeios inesquecíveis, esteja muito atento a estes veículos. Há preços para (quase) todas as bolsas. O belo passeio é garantido.