Viver

São bilionários e têm menos de 40 anos

Uma coisa que aprendemos com a lista de bilionários da revista Forbes: se é jovem e quer fazer fortuna, comece um negócio online.

12 de outubro de 2019 | Vitória Amaral

Treze membros da lista dos 400 norte-americanos mais ricos têm menos de 40 anos. Quatro são herdeiros, os outros nove lançaram empresas que operam digitalmente – o resultado da mudança de muitas das nossas atividades quotidianas.

Aos 35 anos, o CEO do Facebook Mark Zuckerberg é o mais rico da lista, a sua fortuna cresceu 8.6 mil milhões de dólares durante este ano e está agora avaliada em 69.6 mil milhões. Isto mesmo depois de a Comissão Federal do Comércio dos Estados Unidos da América ter multado a rede social pelo tratamento ilícito dos dados dos utilizadores. Apesar disso, o preço das ações da empresa aumentou 15%.

Mark Zuckerberg
Mark Zuckerberg

Há mais dois nomes que fizeram fortuna graças ao Facebook e que também estão entre os mais novos da lista: o cofundador Dustin Moskowitz, que nasceu oito dias depois de Zuckerberg, e Sean Parker, de 39 anos, que se tornou o presidente fundador da empresa com apenas 24 anos. Apesar da saída de Parker pouco depois de desavenças com os investidores, conseguiu o que mais tarde se tornaram ações bastante valiosas da empresa.

Sean Parker
Sean Parker Foto: Getty Images
Dustin Mozkowitz
Dustin Mozkowitz

Outro trio de magnatas da tecnologia são os co-fundadores da Airbnb Nathan Blecharczyk, Brian Chesky e Joe Gebbia- que aparecem na lista pela nona vez. A aplicação de partilha de casas vendeu uma participação a investidores privados com avaliada em 35 mil milhões de dólares.

Brian Chesky
Brian Chesky

Ernest Garcia III, de 37 anos, é o co-fundador do negócio online de carros usados Carvana, e outro recém-chegado a esta lista dos 400. Em 2012, teve a ideia de vender carros, mas o seu patrão, o pai, duvidava que alguém quisesse comprar um carro sem o ver primeiro. A família já era conhecida pela sua cadeia de stands de carros usados e hoje a Carvana faz quase 2 mil milhões de dólares em vendas. Ernie III é CEO, o pai o sócio maioritário.

Também vinda da lista do ano passado é Lynsi Snyder, a presidente da cadeia de fast food favorita da Costa Oeste Americana, a In-N-Out. É a mulher mais nova da lista e a única a assumir uma liderança ativa na sua empresa. Sendo uma das herdeiras, juntou-se depois da morte do avô e do pai, expandindo entretanto a cadeia californiana para o Texas e Oregon.

Além destes, aqui estão os restantes integrantes mais novos da lista Forbes 400:

Scott Duncan, um de três herdeiros da empresa energética Enterprise Product Partners, apesar de não estar envolvido na empresa.

Julio Mario Santo Domingo III é um DJ cujo avô recebeu uma participação na SABMiller quando adquiriu uma cervejaria colombiana em 2005. Hoje , Santo Domingo tem uma participação na Anheuser-Busch InBev, que se fundiu com a SABMiller em 2016.

Lukas Walton herdou a sua parte do gigante Walmart, fundado pelo seu avô, após a morte do pai num acidente de avião em 2005. Estudou sustentabilidade empresarial na Universidade do Colorado e juntou-se à fundação da família, onde lidera o comité ambiental.

Bobby Murphy e Evan Spiegel criaram o Snapchat em 2011 enquanto estudavam na Universidade de Stanford. Apesar da queda de utilizadores nos últimos tempos, o valor das ações voltou a subir. Spiegel é o único membro da lista na casa dos 20.

Evan Spiegel
Evan Spiegel Foto: Facebook @Evan Spiegel
Saiba mais bilionários, forbes 400, negócio online, bilionários abaixo dos 40
Relacionadas

Zuckerberg diz que ninguém merece ser bilionário, mas é útil

Um funcionário do Facebook pediu a Mark Zuckerberg, presidente da gigante de redes sociais e quinta pessoa mais rica do mundo, desse a sua opinião sobre a afirmação do candidato a presidente dos EUA, Bernie Sanders, de que não deviam existir bilionários. Zuckerberg admitiu que, provavelmente, não deviam.

Mais Lidas
Sexo Sexo: guia prático para o melhor exercício físico

Laird Hamilton e Gabrielle Reece, considerados pelo The Times como o casal mais em forma, incluam no XPT, o famoso programa de fitness que criaram, a prática de sexo de dois em dois dias. Mas o que se descobriu é que praticar o dito sexo, mas na versão rápida, espontânea e de preferência em locais inesperados, faz muito mais efeito.