Estilo / Relógios e Jóias

Cinco joias da coleção Frivole na Van Cleef & Arpels

A loja da Avenida da Liberdade, em Lisboa, recebeu a primavera com um workshop de bouquets de flores enquanto apresentou as novíssimas peças de uma das mais exclusivas e requintadas coleções da marca.

Foto: DR
27 de março de 2024 | Rita Silva Avelar
As joias da Van Cleef & Arpels fazem reluzir os olhos até os menos apreciadores da arte da joalharia. Em 2024, cinco novas peças juntar-se-ão à coleção de joalharia Frivole, incluindo uma pulseira com sete flores em ouro branco, um anel "Between the Finger" em ouro rosa e um anel com oito flores que apresenta uma coordenação estética entre ouro rosa e ouro branco.
Polimento final do anel Between the Finger.
Polimento final do anel Between the Finger. Foto: DR

Fomos conhecer as peças ao detalhe à loja da marca na Avenida da Liberdade, em Lisboa, para comprovar que o savoir-faire da maison mantém-se intacto, desde a seleção à combinação dos diamantes até ao polimento espelhado. O polimento espelhado, uma das principais técnicas aplicadas nesta coleção, é uma especialidade de assinatura Van Cleef & Arpels desde a década de 1920. É feita à mão em todas as peças da coleção Frivole, de modo a que a luz flua e brilhe de todos os ângulos, refletindo-se na pele. Tudo é feito ao detalhe - os diamantes são escolhidos de acordo com os critérios mais elevados: D a F para cor, e IF a VVS para clareza.
O polimento espelhado - uma técnica de assinatura Van Cleef & Arpels desde a década de 1920 - é cuidadosamente realizado à mão em todas as peças da coleção Frivole.
O polimento espelhado - uma técnica de assinatura Van Cleef & Arpels desde a década de 1920 - é cuidadosamente realizado à mão em todas as peças da coleção Frivole. Foto: DR

Esta linha, já icónica, inclui agora uma pulseira de sete flores em ouro branco, cintilando com cerca de trezentos diamantes, cujo design assimétrico e a inclinação das pétalas curvas em forma de coração prestam homenagem à Natureza. E, pela primeira vez, surge também um anel de oito flores que combina ouro rosa e ouro branco com os diamantes. "Cinco flores em ouro branco, cada uma meticulosamente posicionada a diferentes alturas e pavimentada com diamantes, dialogam com três flores em ouro rosa acentuadas por uma pedra central", esclarece a marca. O anel parece, portanto, uma espécie de bouquet tridimensiona cintilante, com o ouro rosa em polimento espelhado a intensificar o jogo de luzes e reflexos.
Um dos principais conjuntos.
Um dos principais conjuntos.

Para quem não dispensa conjuntos, há uma combinação de três peças - brincos, anel e colar - que unem o ouro rosa aos diamantes. É de salientar que a meticulosa triagem das pedras preciosas passa por duplo processo de seleção, simultaneamente científico e específico da marca. "A montagem é trabalhada ao detalhe pelo joalheiro para garantir que o metal precioso está corretamente preparado para receber os diamantes. São feitas aberturas na pulseira de 7 flores e no anel de 8 flores para permitir que a luz passe através das pedras preciosas e intensifique o seu brilho", nota ainda a maison, sobre esta coleção.
O artista francês Alexandre Benjamin Navet, amigo da Maison desde 2020, imaginou um mundo colorido e poético para apresentar a coleção Frivole.
O artista francês Alexandre Benjamin Navet, amigo da Maison desde 2020, imaginou um mundo colorido e poético para apresentar a coleção Frivole. Foto: DR
Para assinalar este lançamento, a marca convidou o artista francês Alexandre Benjamin Navet para colorir a loja da Avenida com cores vibrantes. O ilustrador escolheu um cenário verdejante para acompanhar o amanhecer da primavera, no qual flores esguias se encontram ao lado de elementos decorativos tridimensionais, como balaustradas e vasos, que adornam as montras de lojas e boutiques.
Saiba mais Frivole, Joias, Van Cleef & Arpels, Flores, pedro hossi, Mobiliário e decoração, Joias, Metal, Between, Lisboa, Avenida da Liberdade
Mais Lidas