Conversas

Alexander Ludwig fala sobre ‘Vikings’, as mulheres da sua vida e a sobriedade

O ator canadiano sentou-se com a MUST para conversar sobre o trabalho e a vida pessoal.

A carregar o vídeo ...
31 de outubro de 2019 | Aline Fernandez

Tem apenas 27 anos, mas quase duas décadas de experiência como ator. Alexander Ludwig cresceu em Vancouver, no Canadá, e com apenas nove anos já fazia publicidade e televisão, o que contribui para que conquistasse o papel principal de Will Stanton, na aventura de ação Os Seis Sinais da Luz (2007).

Alexander Ludwig foi Will Stanton no filme 'Os Seis Sinais da Luz' (2007)
Alexander Ludwig foi Will Stanton no filme 'Os Seis Sinais da Luz' (2007) Foto: 2007 Twentieth Century Fox

Multifacetado, Alexander participou em filmes tão diversos como o sucesso de bilheteira The Hunger Games: Os Jogos da Fome (2012) ao lado de Jennifer Lawrence, a comédia Miúdos e Graúdos 2, onde contracenou com Adam Sandler, e o drama Jogo de Honra (2014), com Laura Dern. Desde 2014 que interpreta Björn Ironside, presente em todas as temporadas da série Vikings, do Canal História, emitida em Portugal no canal AMC. Este mês foi divulgado o trailer da sexta e última temporada da série, que garante a Ludwig o protagonismo no tão esperado final, com estreia prevista para 4 de dezembro (data confirmada nos Estados Unidos da América).

Além de Vikings, teremos a oportunidade de ver Alexander ao lado de Mandy Moore e Luke Evans no filme Midway (2019), no próximo ano e em Bad Boys Para Sempre com Will Smith, Martin Lawrence e Vanessa Hudgens, sem data de estreia. Ainda em pós-produção, estão mais três trabalhos: os filmes Peace e Swing e a série de oito episódios Heels.

Ludwig esteve em Portugal e falou com a MUST durante a Comic Con Portugal 2019.

Saiba mais Alexander Ludwig, Vikings, adição, sobriedade
Mais Lidas
Conversas “Quando se toma conta da natureza, tomamos conta do futuro.”

Os irmãos Courtin-Clarins continuam a assumir as rédeas do império Clarins fundado pelo pai, hoje internacionalizado a mais de 130 países e avaliado em cerca de três mil milhões de euros, segundo a Business Insider, um número contestado desde que a família privatizou a marca, em 2008. Christian Courtin-Clarins partilhou connosco os planos para o futuro.

Conversas O macho alfa dos machos alfa

O estilo de vida extremo de Ben Greenfield conquistou CEOs e príncipes em busca da juventude eterna e de testosterona extra. Stefanie Marsh encontrou-se com ele em casa – para um banho de gelo.