Viver

Netflix e Amazon avançam em batalha por Bollywood

Os serviços de streaming conseguiram os primeiros direitos de exibição de filmes geralmente vistos em salas de cinema no país de 1,3 mil milhões de pessoas

'Gulabo Sitabo', filme de Bollywood protagonizado pela lenda indiana Amitabh Bachchan
'Gulabo Sitabo', filme de Bollywood protagonizado pela lenda indiana Amitabh Bachchan Foto: Bloomberg
24 de julho de 2020 | Bloomberg

"Gulabo Sitabo", um filme de Bollywood protagonizado pela lenda indiana Amitabh Bachchan, deveria atrair milhões para as salas de cinema na primavera do hemisfério norte. Em vez disso, a sátira hindi estreou no serviço Prime da Amazon.com uma vez que a quarentena para conter o avanço da pandemia da covid-19 na Índia manteve as pessoas em casa.

 

Outros blockbusters indianos seguiram o mesmo caminho, inundando plataformas online como Netflix e Disney+ Hotstar, da Walt Disney. Com isso, os serviços de streaming conseguiram os primeiros direitos de exibição de filmes geralmente vistos em salas de cinema no país de 1,3 mil milhões de pessoas. A Netflix diz que incluiu seis novos filmes indianos que seriam exibidos nos cinemas, enquanto a Disney tem pelo menos sete desses filmes disponíveis.

 

A Índia produz mais filmes e vende mais entradas de cinema do que qualquer outro país, tornando-a um dos maiores prémios para plataformas de streaming da Netflix, Disney e Amazon.

 

Bollywood - como é chamada a indústria cinematográfica da Índia - tem resistido à transição online, e as mudanças da era do coronavírus oferecem às operadoras digitais uma oportunidade sem precedentes de atrair novos assinantes.

 

"Existe uma escola de pensamento de que os cinemas são anacrónicos e, à medida que o entretenimento se torna mais individual, eles desaparecerão", disse Utkarsh Sinha, diretor-gerente da Bexley Advisors, um banco de investimentos focado em empresas de tecnologia e media. "Se essa escola de pensamento estiver correta, esta pandemia pode bem ser o ponto de inflexão."

 

A pandemia está a provocar um boom das plataformas de streaming também noutros países. As quarentenas aceleraram uma tendência já em andamento, pois as maiores plataformas gastaram milhares de milhões para montar bibliotecas de filmes online e atrair espetadores dos cinemas.

 

A Netflix informou na semana passada que conquistou mais de 10 milhões de assinantes globalmente no segundo trimestre devido à pandemia, superando as estimativas de Wall Street de cerca de 8,3 milhões.

 

 

Saiba mais Netflix, Amitabh Bachchan, Amazon, Índia, Bollywood, Gulabo Sitabo, Prime, Disney, artes, cultura e entretenimento, cinema
Relacionadas
Mais Lidas