C- Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do Universo
É o local onde as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Aragão, uma região à espera de ser descoberta

A 90 minutos de Lisboa e servida por rotas aéreas diretas está Saragoça. Um bom ponto de partida para conhecer parques nacionais, arquitetura e cultura aragonesa.

Monasterio de Piedra, Saragoça
Monasterio de Piedra, Saragoça
Trilhos pedestres de Montfalcó, Huesca
Trilhos pedestres de Montfalcó, Huesca
Gradas Soaso, no Parque Nacional de Ordesa e Monte Perdido
Gradas Soaso, no Parque Nacional de Ordesa e Monte Perdido
Basílica del Pilar, Saragoça
Basílica del Pilar, Saragoça
Loarre Huesca, é um local perfeito para visitar em família
Loarre Huesca, é um local perfeito para visitar em família
Valle de Pineta, um paraíso do turismo rural
Valle de Pineta, um paraíso do turismo rural
Cerler, Huesca, é um dos vários locais onde se pode fazer esqui em Aragão
Cerler, Huesca, é um dos vários locais onde se pode fazer esqui em Aragão
Dinópolis, o parque temático de dinossauros em Teruel, faz as delícias das crianças
Dinópolis, o parque temático de dinossauros em Teruel, faz as delícias das crianças
Palacio de la Aljafería, Saragoça
Palacio de la Aljafería, Saragoça
Valderrobles, Teruel
Valderrobles, Teruel
Aínsa, Huesca
Aínsa, Huesca
Alquézar, Huesca
Alquézar, Huesca
Mosteiro de San Juan de la Peña, Huesca
Mosteiro de San Juan de la Peña, Huesca
Mirambel, Teruel
Mirambel, Teruel
Presunto de Teruel
Presunto de Teruel
18 de dezembro de 2019

A região espanhola de Aragão é rica em património natural e cultural, merecendo uma visita, seja numa "escapadinha" de alguns dias ou numas férias mais demoradas. A neve, os Pirenéus, as cidades e aldeias, a gastronomia, e a excelência monumental de mosteiros, basílicas e castelos desta comunidade autónoma do interior de Espanha asseguram que ali se passam dias felizes. Existe, de facto, muito para ver, sentir e fazer. Venha daí até este "reino", não se vai arrepender.

O Natal pede neve, por isso, comece-se pelas estâncias de esqui alpino. São seis e somam quase 400 quilómetros de pistas. Nos Pirenéus aragoneses encontram-se quatro: Astún e Candanchú estão localizadas no vale do Aragão. A primeira é uma referência do snowboard para os mais jovens, mas não perdeu o cariz familiar. Candanchú, quase em França, foi a primeira estância de esqui a ser inaugurada em Espanha. Por sua vez Formigal-Panticosa situa-se no vale de Tena, conta com dois setores (Formigal e Panticosa) e é a maior e mais animada estância do país vizinho, seja de dia ou noite. Tem vales e 176 quilómetros esquiáveis. Já Cerler, no vale de Benasque, tem o maior desnível para esquiar nos Pirenéus (1.130 metros) e 67 pistas.

As serras turolenses albergam Javalambre e Valdelinares. A estância de Javalambre é ideal para quem se está a iniciar na prática do esqui. Moderna, oferece aulas personalizadas e atividades para todas as idades. Quanto a Valdelinares, é igualmente excelente para os aprendizes e também tem instalações recentes, que são rodeadas por lindos bosques de pinheiro-negros.

A região dispõe ainda de oito espaços nórdicos com centenas de possibilidades para diversão e uma inigualável oferta hoteleira e gastronómica. Nestes espaços nórdicos, podem praticar-se esqui de fundo, raquetas ou cross country. Sete deles estão nos Pirenéus e um está serra de Albarracín, em Teruel. 

Ainda no que toca à aventura e lazer, registe-se que o território é um paraíso para os amantes de bicicleta, com 300 rotas de BTT, indicadas para quem está a dar as primeiras pedaladas ou para os mais experientes. Canyoning e rafting são outras atividades para fazer na região e com sucesso garantido, pois os cenários da natureza são idílicos.

Natureza: não é um sonho, é realidade

De facto, a natureza é uma das imagens de marca de Aragão, que tem um parque nacional, quatro parques naturais e imensos espaços protegidos. A região é perfeita para fazer caminhadas e descobrir lagos de montanha de origem glaciar, rios e espaços quase virgens.

Um local que deixa qualquer um boquiaberto é o Parque Nacional de Ordesa e Monte Perdido, Património Mundial da UNESCO. Nos seus quatro vales – Ordesa, Añisclo, Escuaín e Pineta – fica-se surpreendido com as paisagens de sonho, com o seu perfeito estado de conservação, com as exuberantes paisagens de alta montanha e com a riqueza e variedade da fauna e flora. O Parque Nacional de Ordesa e Monte Perdido é um dos locais mais bonitos de Espanha.

Mosteiros, castelos e catedrais

Aragão é uma mescla de estilos arquitetónicos – renascentista, românico, mudéjar, barroco… – que deram origem a um edificado riquíssimo. Igrejas, mosteiros, palácios e castelos tornam a região bastante singular a nível cultural. Deixamos aqui três exemplos de monumentos que se devem visitar, embora haja muito mais para ver! O Mosteiro de San Juan de la Peña, na província de Huesca, construído sob a rocha no início do século X, é um lugar mágico que combina história, cultura e natureza como nenhum outro. Por estar isolado, há inclusive uma lenda que diz que durante a Idade Média o Santo Graal esteve mesmo no mosteiro.

Outro monumento imperdível é o Castelo de Loarre, o castelo medieval mais bem conservado da Europa. Esta joia da arquitetura civil e militar tem mesmo servido de cenário para diferentes filmes, como o Reino dos Céus, do realizador Ridley Scott. Registe-se que estes dois monumentos são bons exemplos da arte românica.

Na localidade de Tarazona encontra-se a Catedral de Santa María de la Huerta, que mistura estilos arquitetónicos e cujas origens remontam ao século XIII. Gótico, mudéjar e renascentista convivem no que é considerado uma das melhores catedrais de Espanha do estilo gótico.

"Boa boca"

No que diz respeito à gastronomia regional destacam-se o presunto de Teruel, o ternasco (cordeiro) de Aragão, o pêssego de Calanda, a cebola de Fontes, os queijos curados e frescos, as tapas e os azeites são alguns dos tesouros gastronómicos da região. A região é igualmente forte na vertente do enoturismo, possuindo uma rica zona vitivinícola, com vinhos de diferentes sabores e aromas.

Cidades e aldeias a visitar

Saragoça, Teruel e Huesca, as três principais cidades de Aragão, têm uma história rica. Os seus monumentos, as ruas, a diversão e a gastronomia surpreendem até os mais exigentes. As aldeias da região também encantam pela sua beleza, merecendo uma visita. Mas vamos por partes e arranquemos a nossa viagem em Saragoça, que fica apenas a 90 minutos de Lisboa em rota aérea direta.

A Basílica del Pilar, o Palácio da Aljafería e a Catedral de El Salvador são os ex-líbris da maior cidade da região e capital da comunidade autónoma de Aragão. A Basílica del Pilar é o símbolo de Saragoça e o maior templo barroco da Espanha. Localizada no lado direito do rio Ebro, a basílica conta com impressionantes frescos de Francisco de Goya, pintor aragonês que nasceu no século XVIII e que dispensa apresentações. Esta basílica honra Nossa Senhora del Pilar e é um importante centro de peregrinação católico.

Pertíssimo da Basílica del Pilar, a Catedral de El Salvador, mais conhecida como La Seo, surpreende pela sua beleza e mistura de estilos. Quanto ao Palácio Aljafería é o local perfeito para admirar a arte mudéjar, uma arquitetura de estilo hispano-muçulmano. A arte mudéjar é Património Mundial da UNESCO. Não saia da cidade sem calcorrear o seu centro histórico e degustar umas tapas. Passeie também nas tranquilas zonas ribeiras da zona Expo e aconselhamos a conhecer o Museu e o Aquário de Saragoça.

Teruel

Viajemos agora para sul, para Teruel, a cidade do amor. Ali deve visitar-se o Mausoléu dos Amantes de Teruel, para conhecer uma lenda que conta a história daquele a quem parou o coração por não receber o beijo da sua amada. A lenda de Isabel de Segura e Diego de Marcilla é trágica, bela e intemporal. Teruel é também conhecida pelos seus monumentos mudéjares, declarados Património Mundial pela UNESCO em 1986. As belas torres de Salvador, San Martín e San Pedro e, na catedral, a torre, o zimbório e o telhado de madeira são os monumentos mais emblemáticos e o expoente máximo da supracitada arquitetura mudéjar local, um bom exemplo de convivência entre culturas.

Teruel é ainda conhecida como Dinópolis por causa do seu famoso parque temático de dinossauros. A sede é na cidade, mas existem filiais espalhadas por outras sete localidades turolenses: Peñarroya de Tastavins, Galve, Rubielos de Mora, Castellote, Albarracín, Riodeva e Ariño. Perfeito para descobrir como viveram estas extraordinárias criaturas que habitaram o planeta. Se tudo isto lhe abriu o apetite prove o ternasco de Aragão ou o presunto de Teruel, ambos com denominação de origem.

Huesca

A norte da região, à porta dos Pirenéus, Huesca tem diversos monumentos históricos para visitar. Nesta cidade sossegada e de gente hospitaleira, destaca-se a Catedral de Santa María de Huesca, edificada sobre uma antiga mesquita muçulmana em estilo gótico. Fica localizada perto da câmara municipal, no centro histórico, onde também pode ver a igreja e o claustro de São Pedro o Velho, que representa um dos exemplos mais importantes da arte românica local.

O Parque Miguel Servet, a Rua do Coso com o seu moderno Casino, o Museu de Huesca ou Planetário de Aragão são outros dos pontos interessantes da zona, conhecida gastronomicamente pelas suas tapas e confeitaria.

Aldeias

Aragão tem vilas e aldeias de uma beleza incomparável. A região conta mesmo com 13 vilas e aldeias que estão entre as mais bonitas de Espanha. A saber: Albarracín, Cantavieja, Calaceite, Mirambel, Puertomingalvo, Rubielos de Mora e Valderrobres na província de Teruel; Aínsa, Alquezar, Ansó e Roda de Isábena na província de Huesca; e Anento e Sos del Rey Católico na província de Saragoça.
Para saber mais informações sobre esta região deve aceder a www.spain.info ou a www.turismodearagon.com

Top 15 de lugares em Aragão para visitar em família
1.Lacuniacha, o Parque Faunístico dos Pirenéus (Huesca)
2. Castelo de Loarre (Huesca)
3. Pavilhão de Gelo (Huesca)
4. Tirolina Vale de Tena (Huesca)
5. Planetário de Aragão (Huesca)
6. Mosteiro de Pedra (Saragoça)
7. Aquário de Saragoça (Saragoça)
8. Dock39 (Saragoça)
9. A Quinta do Tio Carrascón (Saragoça)
10. Parque de Atrações de Saragoça (Saragoça)
11. Museu do Fogo e os Bombeiros de Saragoça (Saragoça)
12. Museu Mineiro de Escucha (Teruel)
13. Dinópolis (Teruel)
14. Castelo de Peracense (Teruel)
15. Museu da Magia (Teruel)