Lugares

Por dentro do melhor hotel do mundo

Símbolo máximo do luxo das arábias, o La Mamounia, em Marraquexe, mantém o charme e a grandeza de sempre, como se Winston Churchill ainda por aqui andasse. O próximo passo? Mais uma ampliação.

A carregar o vídeo ...
20 de setembro de 2019 | Rosário Mello e Castro

Longe da agitação da medina, toda ela labirintos sinuosos e tesouros empilhados, existe um lugar que é ao mesmo tempo a joia da coroa de Marraquexe e o antídoto para a sua desordem natural. São duas cidades numa só: aquela em que fintamos motas e turistas, mergulhamos nos souks cheios especiarias e passeamos pelas amplas praças de comércio local (des)organizadas em círculo. E há a Marraquexe das amplas avenidas, onde se descobrem por exemplo o Museu Yves Saint Laurent, para ver de perto algumas das criações mais icónicas do designer francês, que aqui viveu, o adjacente e ‘instagramável’ jardim Majorelle ou a imponente mesquita Koutobia. Algures entre as duas, ergue-se o majestoso La Mamounia, o charme de Marraquexe, o luxo máximo das arábias, um lugar onde cada hóspede parece viver um segredo só seu.

A suite Majorelle
A suite Majorelle Foto: D.R.

Naquele que é considerado muitas vezes o melhor hotel do mundo por títulos como a Condé Nast Traveller, tudo pode acontecer, desde jantarmos com uma estrela de Hollywood na mesa ao lado a sentarmo-nos para um dos melhores jantares das nossas vidas. E essa sensação é evidente assim que se ultrapassam os grandiosos portões do La Mamounia e se percorrem os impressionantes jardins com verdes de todos os tons. Inaugurou como hotel em 1923, mas muito antes disso, no séc XVIII, sabe-se que foi oferecido ao príncipe Al Mamoun pelo pai o rei Sidi Mohamed Ben Abdellah, um presente de casamento como mandava a tradição da época. Enquanto hotel, inicialmente com apenas 50 quartos, sempre foi pequeno demais para os hóspedes, que ao longo das décadas incluíram nomes tão diferentes como Charlie Chaplin e Winston Churchill ("Este lugar é maravilhoso" escreveu o primeiro-ministro britânico numa carta para a mulher, Clementine, em 1935). Um dos nomes mais ilustres a dormir no La Mamounia, Churchill vinha para aqui pintar e admirar a vista da sua varanda virada para as palmeiras e tem até hoje uma suite o seu nome, a sua preferida claro está, e ainda um bar. Depois de três anos em remodelação, o hotel reabriu em 2009 com toda a pompa e circunstancia devida, o glamour de Hollywood a dividir protagonismo com as tradições marroquinas. A renovação esteve a cargo de Jacques Garcia, a imaginação sem limites que conhecemos do Hotel Costes a fazer das suas em Marraquexe e misturando referências Art Deco com a arquitetura tradicional marroquina. Nos planos, para além da possível venda  a privados de parte do hotel, está uma nova ampliação, ainda no segredo dos deuses.

O restaurante Le Marocain
O restaurante Le Marocain Foto: D.R.

Cada um dos três restaurantes principais (para além do da piscina, mais descontraído) foca-se numa nacionalidade: há um italiano, um francês e o Le Marocain, comida típica marroquina servida em todo o seu esplendor e paragem obrigatória para quem vem a Marraquexe e ao La Mamounia. A experiência começa no pátio em tons de azul, perfeito nos dias de verão, enquanto se ouve a música tradicional que sai do alaúde. Depois, é escolher entre as várias zonas do restaurante, das mais privadas e românticas ao exterior quase a entrar no jardim. A verdadeira alegria está no menu, descrito pelos empregados com generosidade e cheio de pequenas surpresas, da exaustiva e deliciosa seleção de saladas marroquinas ao pregado com vegetais da horta, sem esquecer a criativa pastilla de lagosta ou as tagines de várias carnes.

A piscina interior
A piscina interior Foto: D.R.

Seguindo a mesma premissa de máxima atenção ao detalhe, o luxuoso spa é uma combinação dos melhores especialistas e tratamentos do mundo, em parceria com marcas como a Valmont e combinando preceitos marroquinos e orientais. Está aberto aos hóspedes, mas também a quem vem de fora, que também pode optar por um day pass, um passe para um dia inteiro no hotel passado entre a piscina, os jardins e os restaurantes. A pensar nos mais exigentes, a equipa do La Mamounia organiza ainda experiências de luxo em Marraquexe, entre elas viagens de balão, provas de vinho e visitas ao deserto Agafay. Isto se tiver coragem de sair do quarto, claro está.  

Reservas em www.mamounia.com

A suite Churchill é uma das mais emblemáticas do hotel
A suite Churchill é uma das mais emblemáticas do hotel Foto: D.R.





O spa do hotel
O spa do hotel Foto: D.R.

Outra perspetiva da entrada
Outra perspetiva da entrada Foto: D.R.




A vista sobre Marraquexe
A vista sobre Marraquexe Foto: D.R.




A suite Al Mamoun
A suite Al Mamoun Foto: D.R.

O Italian Bar
O Italian Bar Foto: D.R.
Saiba mais Marraquexe, Museu Yves Saint Laurent, Majorelle, La Mamounia, Koutobia, Hollywood, Jacques Garcia, Le Marocain, turismo lazer, hotelaria e alojamentos
Relacionadas

E se pudesse dormir num museu?

Há um novo hotel em Quioto, Japão, que desafia os hóspedes a escolher entre uma das 31 exposições permanentes dos seus quartos.

As 7 pistas de esqui mais loucas do mundo!

São as mais íngremes, alucinantes, aterradoras (e, por vezes, fatais) “rampas de lançamento” para os esquiadores mais temerários. E bem piores do que qualquer rebuscada “montanha-russa” para os inexperientes.

Partida, largada, aventura!

Mandam as novas regras que as experiências vividas são os novos luxos e que a melhor forma de fazer viagens memoráveis é partir à descoberta de aventuras. Eis sugestões para agarrar a mochila e perder-se pelo mundo.

Mais Lidas
Lugares Os lugares de classe executiva estão cada vez melhores

Não importa para onde vá, a classe "executiva" nunca foi tão boa. Um número crescente de companhias aéreas investiu em mais e melhores assentos da classe executiva - ou, em muitos casos, suítes. As mudanças foram feitas há anos, mas, para a sorte dos passageiros, estão a chegar ao mercado à medida que os voos mais longos se tornam mais comuns.

Lugares Por dentro do melhor hotel do mundo

Símbolo máximo do luxo das arábias, o La Mamounia, em Marraquexe, mantém o charme e a grandeza de sempre, como se Winston Churchill ainda por aqui andasse. O próximo passo? Mais uma ampliação.

Lugares Malta é uma cápsula do tempo

Inesperada nas suas muitas camadas, Malta é um destino pouco óbvio, mas sempre surpreendente. Paisagens mediterrânicas, praias secretas, cidades seculares e cenários tão singulares que parecem ficção. Uma ilha perdida e achada, vezes e vezes sem fim.